Tia presa por dar √°lcool a um sobrinho de 1 ano

Tia presa por dar √°lcool a um sobrinho de 1 ano

Uma mulher em Kentucky foi presa depois de tentar dar rum e cerveja ao sobrinho de um ano de idade durante uma comemoração da vitória da NCAA do Kentucky no fim de semana passado, segundo relatos.

A polícia diz que Angie Spoonamore levou o garoto a uma festa no condado de Garrard para assistir ao jogo entre Inglaterra e Notre Dame em 28 de março e, em algum momento, deu cerveja e rum para o bebê em seu copo com canudinho, informa o Wave3 News em Louisville, Kentucky.

Ela também jogou o sobrinho no chão e ele foi levado ao hospital com um lábio ferido, informou o Wave3.

Embora ela tenha admitido estar bêbada, Spoonamore aparentemente não se lembra do incidente e disse à emissora de TV WLEX durante uma entrevista na prisão que acha difícil acreditar que deu álcool à criança ou o machucou, de acordo com um artigo do Huffington Post.

Ela também se referiu ao menino como sobrinha em algum momento da festa, relata o HuffPost.

A mãe da criança, que é irmã de Spoonamore, disse que seu filho não bebeu o álcool e não sofreu ferimentos significativos, de acordo com a WYMT-TV.

Spoonamore foi denunciado em 30 de mar√ßo por acusa√ß√Ķes de perigo, colocando em risco o bem-estar de um abuso menor e criminal, segundo relatos. Ela apresentou uma declara√ß√£o de inoc√™ncia e uma audi√™ncia preliminar est√° marcada para 7 de abril.

Alguns leitores tentaram amenizar a terrível situação da segunda-feira, incluindo este comentário de Matt Kornfeld no Huffington Post: “Celebração da vitória do Kentucky com rum? Claro que isso é criminoso. Deveria ser bourbon.

Outros pediram √† pol√≠cia que tamb√©m olhasse para a m√£e do menino. “A m√£e n√£o estava preocupada com o comportamento da irm√£? Talvez a casa dela deva ser investigada tamb√©m.

N√£o parece que o pobre beb√™ tenha bons parentes ‚ÄĚ, comentou Sonja Gatlin.

Trina Spees Welke fez este coment√°rio no artigo do Wave3: “Se eu fosse a m√£e dessa crian√ßa, ele nunca mais veria sua tia”.

O que você acha dessa provação, leitores da Metro Parent?

Foto cedida pelo Huffington Post