10 coisas que você pensa sobre a gravidez antes de engravidar

10 coisas que você pensa sobre a gravidez antes de engravidar

10 coisas que você pensa sobre a gravidez antes de engravidar

© Shutterstock

Desde a minha inf√Ęncia, minha m√£e me contou o quanto ela amava estar gr√°vida. Negava completamente a presen√ßa de n√°usea debilitante, constipa√ß√£o que alterava a vida ou cabelos grosseiros de velhos crescendo em lugares estranhos. Ela insiste que estar gr√°vida foi o melhor momento de sua vida.

Minha teoria √© que ela esqueceu ou queria tanto netos que mentiu para mim, sabendo que minha toler√Ęncia √† mis√©ria √© muito baixa. Ou talvez ela realmente quisesse retribuir o favor.

Aqui est√£o as coisas que eu pensei t√£o ingenuamente sobre a gravidez antes de engravidar:

1. Pensei que a vida mudaria DEPOIS do nascimento do beb√™. Minha vida mudou no instante em que a bl√°stula implantou no meu √ļtero e come√ßou a bombear horm√īnios para o meu sistema. Instantaneamente, eu me tornei uma pessoa louca por programas de terror que surtou com tudo. Lembro-me de chorar histericamente uma noite quando descobri que a maquiagem que usava no meu rosto tinha √°cido salic√≠lico, o que √© ruim para os beb√™s. Lembro-me de gritar com meu marido: “Ele ainda nem nasceu, e eu estou completamente ferrando com ele!” Sobre maquiagem.

2. Pensei que seria capaz de dirigir meu carro. Eu não podia dirigir meu carro porque, por algum motivo, a posição em que o banco me colocou me fez sentir como se eu fosse desmaiar. Meu médico não acreditava que isso estava acontecendo, então, se eu tivesse que dirigir para algum lugar e começasse a me sentir tonto, simplesmente parei e liguei para meu marido para lhe dizer onde eu estava, apenas para o caso de eu realmente me tornar inconsciente e ele precisava me encontrar.

3. Pensei que meu marido ficaria tão fascinado pela gravidez quanto eu. Talvez tenha sido tudo desmaiado, mas meu marido estava completamente desconcertado com a coisa toda. Eu sei que alguns caras gostam muito de suas esposas estarem grávidas, mas essa não foi a minha experiência. Eu apenas tentei ignorar o fato de que ele se encolheu toda vez que eu pedi para ele sentir o bebê se mexer.

4. Pensei que meu cora√ß√£o batia normalmente. Em vez disso, por algum motivo, os horm√īnios para fazer beb√™s fazem meu cora√ß√£o pular e pular e essas coisas finalmente me levaram √† sala de emerg√™ncia v√°rias vezes durante meu primeiro trimestre, pensando que estava morrendo. No final, tive que usar um monitor card√≠aco por um m√™s e fui considerado saud√°vel. Super divertido.

5. Eu pensei que adoraria a aten√ß√£o. E eu amei, a princ√≠pio. Mas ent√£o eu comecei a crescer uma barriga grande e muitas pessoas come√ßaram a ter muitas opini√Ķes sobre o meu tamanho, o tamanho do beb√™, se eu deveria ou n√£o trabalhar, como devo cham√°-lo, onde eu o estava recebendo , e ent√£o eu superei isso.

6. Pensei que apenas pessoas idosas tinham hemorróidas. Não.

7. Pensei ter conhecido o verdadeiro medo. Nada na minha vida poderia ter me preparado para os cinco dias de terror que meu marido e eu sofremos enquanto esper√°vamos ouvir os resultados da minha amniocentese. Nada.

8. Eu pensei que seria capaz de comer TODAS AS COISAS. Eu n√£o conseguia comer nada. Lembro-me de andar em uma mercearia no almo√ßo, chorando porque estava morrendo de fome, e ainda n√£o consegui encontrar uma coisa que n√£o me desse vontade de arrancar o est√īmago.

9. Eu pensei que seria capaz de me exercitar. Todos os livros me diziam que eu seria capaz e parabenizo aqueles que puderem. Eu estava morrendo de fome, desmaiando dama gorda com palpita√ß√Ķes no cora√ß√£o; a √ļltima coisa que me importava era se exercitar.

10. Pensei que a constipa√ß√£o fosse um pequeno problema de sa√ļde. N√£o √©. Fazer coc√ī √© seriamente importante.

Essas são apenas uma pequena amostra de como eu me iludei antes de engravidar. Com isso dito, os resultados finais valeram a pena, e eu faria tudo de novo para poder ter esses maníacos na minha vida. Talvez.