Xanax (Alprazolam) para transtorno do pânico

Xanax (Alprazolam) para transtorno do pânico

Xanax, o nome comercial do alprazolam, é um dos medicamentos mais conhecidos e mais comumente prescritos para transtornos de ansiedade e pânico. Aprovado nos Estados Unidos em 1981, o medicamento tem uma longa história de gerenciamento dessas doenças.

O que é Xanax?

Xanax é um medicamento anti-ansiedade que pertence a um grupo de medicamentos conhecidos como benzodiazepínicos. Esses medicamentos também são chamados de tranquilizantes por causa de seus efeitos sedativos e calmantes. Outros benzodiazepínicos comumente prescritos incluem Klonopin (clonazepam), Valium (diazepam) e Ativan (lorazepam). Xanax pode ajudar a reduzir a gravidade dos ataques de ansiedade e pânico.

Xanax é usado principalmente para tratar o transtorno do pânico (com ou sem agorafobia). É frequentemente usado no tratamento de outros transtornos de ansiedade, como transtorno de ansiedade generalizada, transtorno de ansiedade social e transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Xanax também pode ser prescrito para tratar convulsões, distúrbios do sono, depressão, transtorno bipolar e outras condições.

Como Xanax trata o transtorno do pânico

Como outros benzodiazepínicos, o Xanax afeta os receptores do ácido gama-aminobutírico (GABA), um neurotransmissor no cérebro envolvido na regulação do sono, relaxamento e ansiedade. Esta ação pode ajudar a reduzir a velocidade do sistema nervoso central (SNC), diminuir a agitação e o excesso de excitação, criando um efeito calmante ou relaxante. Pressionar o CNS também ajuda a aliviar sentimentos de ansiedade e diminuir a gravidade dos ataques de pânico.

Xanax geralmente produz resultados de ação rápida, provocando rapidamente sentimentos de calma e diminuindo rapidamente os sintomas do transtorno do pânico. O Xanax tem uma meia-vida curta, o que significa que entra e sai do sistema rapidamente. Isso tem vantagens e desvantagens, incluindo o fato de que você deve tomá-lo com frequência e pode levar a altos e baixos no controle da ansiedade em algumas pessoas.

Efeitos colaterais de Xanax

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns do Xanax incluem:

  • Sonolência
  • Boca seca
  • Tonturas e tonturas
  • Falta de coordenação ou instabilidade.
  • Discurso confuso
  • Confusão
  • Comprometimento da memória

O potencial do vício

Como substâncias controladas, todos os benzodiazepínicos, incluindo o Xanax, têm o potencial de causar dependência física e emocional e podem ser abusados. Pode ser difícil interromper o Xanax se se desenvolver uma dependência de drogas, pois uma pessoa pode apresentar sintomas de abstinência. Alguns sintomas típicos de abstinência incluem aumento da ansiedade, tremores, distúrbios do sono, fadiga, dificuldade de concentração e dor ou tensão muscular.

Para minimizar o risco de dependência, Xanax é frequentemente prescrito por um período limitado de tempo. O seu médico pode regular a sua prescrição, dando-lhe apenas uma certa quantidade de medicamento, para que a sua condição possa ser reavaliada periodicamente antes de continuar com o Xanax. Nunca aumente ou diminua a sua dose sem consultar o seu médico. Para evitar os sintomas de abstinência, o seu médico pode reduzir gradualmente a sua dose.

Outras precauções para tomar Xanax

Existem várias precauções e contra-indicações a considerar ao tomar Xanax:

Histórico médico: Deve-se tomar cuidado se você tiver um histórico de certas condições médicas. Consulte o seu médico antes de tomar Xanax se tiver sido diagnosticado com esta ou qualquer outra condição médica:

Interações medicamentosas: Como o Xanax diminui a velocidade do SNC, você pode experimentar efeitos colaterais ao tomar o Xanax com outros medicamentos que também deprimem o SNC. Esses sintomas podem incluir aumento da depressão, problemas de sono ou fadiga extrema. O álcool também deve ser evitado. Antes de começar a tomar Xanax, informe o seu médico se estiver a tomar alguma prescrição ou medicamento de venda livre.

Gravidez e Enfermagem: Xanax pode ser passado para uma criança durante a gravidez ou durante a amamentação. Converse com seu médico sobre o risco de usar Xanax durante a gravidez ou lactação.

Adultos mais velhos: Os adultos mais velhos são frequentemente mais suscetíveis aos efeitos de Xanax. Os médicos que prescrevem podem precisar ajustar a dose para ajudar a limitar esses efeitos.

Renúncia: As informações fornecidas aqui são uma visão geral de algumas das perguntas freqüentes sobre o uso do Xanax no transtorno do pânico. Este resumo não abrange todos os cenários possíveis, como possíveis efeitos colaterais, complicações ou precauções e contra-indicações. Sempre consulte seu médico se tiver alguma dúvida ou preocupação sobre sua prescrição.