contador gratuito Skip to content

Você está acima de 50? Pare de fumar e comece a se exercitar para reduzir o risco de derrame

acidente vascular cerebral

Nunca é tarde demais, diz o ditado. Agora, um novo estudo diz que mulheres na faixa dos 50 anos têm a chance de reduzir o risco de sofrer um derrame. Sim, se você é uma mulher na meia-idade, pode não ser muito tarde para você fazer pequenas mudanças no estilo de vida e manter o risco de derrame. As mudanças incluem parar de fumar, exercitar-se diariamente, manter um peso saudável e fazer escolhas alimentares saudáveis, afirma o novo estudo publicado na American Stroke Association. Leia também РProblemas de sono podem aumentar o risco de eventos cardiovasculares em sobreviventes de AVC

CONCLUS√ēES DO ESTUDO

O estudo revela que as mulheres s√£o mais propensas a sofrer um derrame do que os homens, o que leva √† morte. Al√©m disso, leva a problemas de sa√ļde e fun√ß√£o f√≠sica limitada. A idade m√©dia em que uma mulher experimenta seu primeiro derrame √© de 75 anos. Isso levou os pesquisadores a teorizar que fazer pequenas mudan√ßas na meia-idade pode ajudar as mulheres a reduzir o risco de derrame. Leia tamb√©m – Analisar pacientes logo ap√≥s o AVC pode ajudar a vincular regi√Ķes do c√©rebro √†s fun√ß√Ķes da fala: Estudo

Em entrevista ao IANS, o principal autor do estudo, Goodarz Danaei, da Harvard TH Chan School of Public Health, em Boston, EUA, disse: ‚ÄúDescobrimos que a mudan√ßa para um estilo de vida saud√°vel, mesmo na casa dos 50 anos, ainda tem o potencial de impedir golpes. As mulheres que fizeram modifica√ß√Ķes no estilo de vida na meia-idade reduziram o risco a longo prazo de derrame total em quase um quarto e o derrame isqu√™mico, o tipo mais comum de derrame, em mais de um ter√ßo. ‚ÄĚ Para chegar a essa conclus√£o, os especialistas analisaram o Estudo de Sa√ļde das Enfermeiras, que tamb√©m l√™em – dormir mais pode aumentar o risco de derrame: Estudo

inclui informa√ß√Ķes de sa√ļde de quase 60.000 mulheres que se inscreveram com idade m√©dia de 52 anos e continuaram no estudo por 26 anos. Os pesquisadores estudaram o impacto de parar de fumar, exercitar-se por pelo menos 30 minutos, perda de peso regular e gradual no derrame, se as mulheres estivessem acima do peso. Ele tamb√©m estudou o impacto de fazer mudan√ßas na dieta em seu estilo de vida, que inclui comer mais peixe, nozes, gr√£os integrais, frutas e legumes e menos carne vermelha. Eles tamb√©m estudam o efeito de dois outros fatores – evitar carne processada e beber menos √°lcool – no risco de derrame. Durante os 26 anos de acompanhamento, os pesquisadores descobriram que 4,7% das mulheres que n√£o tiveram interven√ß√Ķes no estilo de vida sofreram um derrame de qualquer tipo; 2,4% tiveram AVC isqu√™mico e 0,7% tiveram AVC hemorr√°gico. O envolvimento nas tr√™s interven√ß√Ķes n√£o diet√©ticas – cessa√ß√£o do tabagismo, exerc√≠cio di√°rio e perda de peso – foi estimado para reduzir o risco de AVC total em 25% e AVC isqu√™mico em 36%. As modifica√ß√Ķes diet√©ticas sustentadas foram estimadas para reduzir o risco de AVC total em 23%. Os pesquisadores tamb√©m descobriram que aumentar a ingest√£o de peixe e nozes em sua dieta e reduzir a ingest√£o de carne vermelha n√£o processada parece ter impactos positivos na redu√ß√£o do risco de derrame. Este foi um estudo observacional que incluiu principalmente mulheres brancas e de meia idade. Danaei foi citado dizendo: “Tamb√©m estimamos que exercitar 30 minutos ou mais por dia pode reduzir o risco de derrame em 20%”.

MUDANÇA DE ESTILO DE VIDA PARA REDUZIR SEU RISCO DE CURSO

Como já mencionado, o estilo de vida muda, mesmo após os 50 anos de idade pode ajudar a reduzir o risco de derrame. Aqui estão algumas outras medidas que podem ajudá-lo a fazer o mesmo.

Abaixe seus níveis de pressão arterial

Ter altos n√≠veis de press√£o arterial pode dobrar suas chances de risco de derrame. Portanto, trate-o reduzindo o sal em sua dieta e evitando alimentos ricos em colesterol, como hamb√ļrgueres, queijo etc.

Tratar diabetes

Ter a√ß√ļcar elevado no sangue pode danificar seus vasos sangu√≠neos ao longo do tempo e aumentar a probabilidade de forma√ß√£o de co√°gulos dentro deles. Verifique sua dieta, fa√ßa mais exerc√≠cios e tenha medicamentos adequados para manter intactos os n√≠veis de a√ß√ļcar no sangue.

Tratar fibrilação atrial

A fibrila√ß√£o atrial √© uma forma de batimento card√≠aco irregular que leva √† forma√ß√£o de co√°gulos no cora√ß√£o. Esses co√°gulos podem viajar para o c√©rebro e criar um derrame. Consulte o seu m√©dico se sentir sintomas como palpita√ß√Ķes card√≠acas ou falta de ar.

(Com entradas do IANS)

Publicado: 10 de abril de 2020 10:52 | Atualizado: 10 de abril de 2020 11:21