Um guia para saber como as crianças em idade pré-escolar se comunicam

um guia para saber como as crianças em idade pré-escolar se comunicam

Última atualização em 13 de dezembro de 2018

As crianças em idade pré-escolar estão apenas aprendendo a se conectar e se comunicar com as pessoas e as situações ao seu redor. É nesse ponto que eles começam a entender a causa e o efeito da comunicação. Eles também são capazes de expressar idéias e sentimentos. Eles aprendem negação e afirmação. Compreender como as crianças em idade pré-escolar se comunicam ajuda a construir melhores relacionamentos entre pais e filhos.

Pré-escolares usam palavras e linguagem corporal quando começam a se conectar e se comunicar com as pessoas ao seu redor. Como pai ou responsável, esta é uma fase importante para você. Compreender como as crianças em idade pré-escolar se comunicam ajudará você a promover e construir um forte relacionamento com seus filhos. Esta é uma fase interessante para seus filhos. Aquele em que eles começam a refinar sua compreensão e se expressar. Com um pouco de amor, atenção e compreensão, você pode se conectar melhor a eles.

O que esperar entre as idades 2-3

Crianças de cerca de 2 a 3 anos aprendem a entender e usar frases mais complexas. Este é o momento em que eles estão apenas começando a pensar logicamente e a interpretar as coisas. Eles também são capazes de entender uma sequência de eventos. No entanto, eles não são capazes de entender todas as palavras, nem são capazes de compreender conceitos abstratos. Por exemplo, quando vêem seu sorriso, entendem que você é feliz. Mas quando você está deitado, se estiver exausto, eles podem pensar que você quer dormir. Isso ocorre porque, nesta fase, eles pensam e interpretam as coisas literalmente. Eles podem não entender a exaustão como uma causa para se deitar.

O que esperar entre as idades 3-5

À medida que as crianças crescem, elas entendem melhor a causa e o efeito. Eles aprendem a conectar os links de ocorrências simples e atos para comunicar resultados e respostas. Por exemplo, crianças com idades entre 3 e 5 anos saberão que “se você tiver remédio, se sentirá melhor”.

1. Imitação

As crianças em idade pré-escolar costumam imitar comentários e frases, até frases e exclamações complexas que ouvem. Eles tendem a relatar eventos em filmes ou histórias e, às vezes, podem abusar ou exagerar as coisas. Por exemplo, o resultado de ouvir um conto de fadas pode se manifestar quando seu filho diz a uma boneca “a grande bruxa má está chegando para pegá-lo”.

2. Usando palavras específicas

As crianças em idade pré-escolar aprendem a usar palavras ou frases específicas para expressar idéias e sentimentos. É agora que eles aprendem a perceber o poder das palavras. “Não pegue uma faca, é perigoso” ou “Estou com medo de sair sozinha” são alguns exemplos. As palavras mais usadas nesse momento serão “não” e “por que”. Pré-escolares usam “não” para reivindicar seu espaço e “por que” para entender o mundo ao seu redor e questionar a autoridade.

3. Aprender a tomar decisões

Pré-escolares gostam de tomar decisões ou participar da tomada de decisões. “Quero cereal no café da manhã” ou “Quero uma bicicleta” são declarações de afirmação. Eles também representam uma incursão na tomada de decisões. É mais uma descoberta de estar no banco do motorista em uma jornada chamada vida.

4. Repetindo palavras

Pré-escolares gostam de repetição. De fato, quando eles pedem que você conte uma história novamente, é mais uma necessidade de reforço. Não deixe que isso te irrite. Ouvir a mesma história repetidamente é a maneira deles de se sentirem seguros. Isso pode fazer com que se sintam bem ao ouvir finais felizes. A repetição de histórias também os ajuda a imaginar novas situações.

Pré-escolares gostam de inventar suas próprias explicações. Quando vêem a chuva, podem interpretá-la como o céu está chorando. É provável que eles se entreguem a uma ilusão. Tudo isso constitui marcos importantes na conexão e comunicação. Portanto, paciência, amor e compreensão dos pais e cuidadores, nesta fase, são críticos e necessários.