Trileptal para transtorno bipolar
Sa√ļde

Trileptal para transtorno bipolar

Trileptal para transtorno bipolar

O trileptal (oxcarbazepina) √© um medicamento anticonvulsivante usado no tratamento da epilepsia, mas √†s vezes tamb√©m √© prescrito off label para tratar o transtorno bipolar. O Trileptal √© aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos para tratar convuls√Ķes parciais em adultos e crian√ßas. Est√° intimamente relacionado √† carbamazepina, que possui uma variedade de nomes de marcas, incluindo o Tegretol. A carbamazepina tamb√©m √© usada como estabilizador de humor no transtorno bipolar.

Efic√°cia

Embora alguns profissionais de sa√ļde prescrevam o Trileptal para tratar o transtorno bipolar, a pesquisa n√£o demonstrou definitivamente que √© eficaz. Uma revis√£o da literatura m√©dica da Cochrane de 2011 concluiu que o medicamento n√£o funciona bem no tratamento do transtorno bipolar em crian√ßas e adolescentes e funciona bem como outros medicamentos para o transtorno bipolar em adultos. Os autores disseram que s√£o necess√°rios melhores estudos para determinar se o Trileptal √© realmente eficaz no tratamento do transtorno bipolar.

Advertências

Trileptal pode reduzir a eficácia dos contraceptivos hormonais; portanto, você deve usar outros métodos contraceptivos para evitar a gravidez.

Se estiver grávida, planeia engravidar ou engravida enquanto estiver a tomar Trileptal, informe o seu médico, pois este medicamento pode prejudicar o feto. Trileptal também passa para o leite materno, portanto você não deve amamentar enquanto estiver tomando.

Informe o seu médico se você tem ou já teve doença renal ou hepática.

Tenha cuidado com álcool e medicamentos sedativos, pois o Trileptal pode ter um efeito sedativo e isso pode piorar. Não conduza ou utilize máquinas pesadas até ter medido a sua resposta a este medicamento.

O trileptal pode interagir com certos medicamentos, como bloqueadores dos canais de c√°lcio, outros anticonvulsivantes, diur√©ticos, inibidores da bomba de pr√≥tons e inibidores seletivos da recapta√ß√£o de serotonina (ISRSs), bem como outros medicamentos. Para se proteger contra esses tipos de intera√ß√Ķes, verifique sempre se o seu m√©dico conhece todos os medicamentos prescritos e vendidos sem receita, incluindo suplementos, vitaminas e produtos √† base de plantas.

O Trileptal pode mudar sua sa√ļde mental, portanto voc√™ e seus entes queridos devem estar cientes de quaisquer diferen√ßas que possam ocorrer.

Você nunca deve parar de tomar Trileptal de repente. Se você deseja parar de usá-lo, converse com seu médico sobre como diminuir gradualmente sua dose.

Efeitos secund√°rios frequentes

Os efeitos colaterais mais comuns do Trileptal incluem:

  • Tontura
  • Sonol√™ncia
  • Movimentos oculares r√°pidos e incontrol√°veis.
  • Diarr√©ia
  • Constipa√ß√£o
  • Perda de apetite
  • Vis√£o dupla (diplopia)
  • Fadiga
  • Nausea e vomito
  • Dor de cabe√ßa
  • Sentindo sede
  • Dor abdominal
  • Instabilidade do p√© (ataxia).
  • Vis√£o anormal
  • Tremor
  • eu esque√ßo
  • Pensamentos mais lentos
  • Dif√≠cil de focar
  • Refluxo √°cido (dispepsia)
  • Mudan√ßas no paladar

Efeitos secund√°rios graves

Um efeito colateral bastante raro, por√©m perigoso, √© a hiponatremia, que √© pobre em s√≥dio no sangue. Os sintomas dessa condi√ß√£o incluem n√£o passar muita urina, dor de cabe√ßa, n√°usea, confus√£o, cansa√ßo e, se for realmente grave, convuls√Ķes e coma, entre em contato com seu m√©dico se suspeitar que isso esteja come√ßando.

Outros efeitos colaterais graves incluem:

  • Sinais de rea√ß√£o al√©rgica, como coceira na pele, urtic√°ria, erup√ß√£o cut√Ęnea, dificuldade em respirar ou engolir e incha√ßo nos bra√ßos, pernas ou face
  • Bolhas ou descama√ß√£o da pele
  • Sinais de uma infec√ß√£o como febre, dor de garganta, calafrios ou gl√Ęndulas inchadas
  • Pele ou olhos amarelados.
  • Feridas dolorosas na boca ou perto dos olhos
  • Sangramento ou hematomas incomuns
  • Fadiga ou fraqueza grave
  • Dor muscular severa
  • Infec√ß√Ķes recorrentes ou infec√ß√Ķes que n√£o desaparecem.

Se você é alérgico ao tegretol (carbamazepina), provavelmente é alérgico à oxcarbazepina. Informe o seu médico se for esse o caso.

Ligue imediatamente para o seu médico se sentir algum destes efeitos secundários graves.

Risco de suicídio

O tratamento com oxcarbazepina, como outros anticonvulsivantes, acarreta um risco de idea√ß√£o suicida, que √© um aumento nos pensamentos e comportamentos suicidas. Aproximadamente uma em cada 500 pessoas, crian√ßas e adultos, tratados com Trileptal para v√°rias condi√ß√Ķes, como epilepsia e transtornos mentais, cometeram suic√≠dio durante o tratamento durante v√°rios estudos cl√≠nicos da droga. Algumas pessoas desenvolveram pensamentos e comportamentos suicidas dentro de uma semana ap√≥s o in√≠cio do medicamento.

√Č importante que voc√™ e seus familiares ou entes queridos reconhe√ßam esse risco com o Trileptal antes de iniciar o tratamento e estejam cientes de qualquer sinal dele enquanto estiver tomando o medicamento. Entre em contato com seu m√©dico imediatamente e pe√ßa √† sua fam√≠lia que ligue imediatamente se sentir algum destes sintomas, especialmente se forem novos, preocupantes ou pioram:

  • Ataques de p√Ęnico
  • Agita√ß√£o ou inquieta√ß√£o.
  • Irritabilidade, ansiedade ou depress√£o nova ou piorando.
  • Agindo impulsos perigosos.
  • Ins√īnia
  • Comportamento agressivo, irritado ou violento.
  • Mania, o que implica um aumento not√°vel no seu n√≠vel de atividade e conversa.
  • Pensando ou falando sobre se machucar ou se matar
  • Retirada de amigos e familiares
  • Preocupa√ß√£o com a morte e a morte.
  • Doe bens preciosos
  • Quaisquer outras mudan√ßas incomuns no comportamento ou humor.

Certifique-se de consultar seu m√©dico para todas as consultas de acompanhamento e tomar Trileptal conforme as instru√ß√Ķes.