contadores Saltar al contenido

Tratamento do Transtorno do Pânico com Arteterapia

O transtorno do pânico é um tipo de transtorno de ansiedade caracterizado por ataques de pânico persistentes e freqüentemente inesperados. Esses ataques são marcados por uma mistura de sintomas físicos e cognitivos, como sudorese, tremores, falta de ar e pensamentos medrosos.

Percepções temerosas sobre ataques de pânico podem se tornar tão graves que você pode desenvolver comportamentos de prevenção. Esses comportamentos de prevenção se desenvolvem em uma condição separada e comumente conhecida como agorafobia, que faz com que você fique longe de ambientes ou situações que podem desencadear um ataque de pânico.

O transtorno do pânico é uma condição tratável e existem várias opções de tratamento diferentes. Ao considerar a terapia, a maioria das pessoas visualiza a "terapia da conversa" ou psicoterapia tradicional, na qual o profissional e o cliente qualificados se reúnem para discutir sintomas e desenvolver metas. No entanto, empreendimentos artísticos também oferecem uma forma de cura terapêutica.

O que é arte-terapia?

A arteterapia envolve o uso da arte para promover a saúde e o bem-estar. O processo criativo é baseado na crença de que a auto-expressão pode ajudá-lo a resolver conflitos e problemas internos, desenvolver habilidades interpessoais, gerenciar comportamentos, diminuir o estresse e aumentar sua autoconsciência.

O uso da arteterapia para fins de saúde mental teve origem na década de 1950, quando se descobriu que a arte poderia ajudar na cura e no enfrentamento dos sintomas. Durante o processo de arteterapia, um especialista treinado orienta a experiência do cliente através do uso de técnicas de aconselhamento e diferentes tipos de expressões artísticas. Os meios de arte comuns usados ​​no processo de arteterapia incluem pintura, desenho, escultura, colagem e fotografia.

A arteterapia não exige que uma pessoa tenha experiência ou talento artístico; mesmo que você não consiga desenhar, ainda pode ser benéfico para você.

Como a Arteterapia pode ajudar no pânico e na ansiedade?

A arteterapia fornece uma maneira de obter insight e entendimento através da auto-expressão. Os medos e outras emoções que acompanham o transtorno do pânico podem ser difíceis de expressar apenas com palavras, portanto o processo criativo da arteterapia pode ajudá-lo a explorar e expressar sentimentos profundos.

Introdução à Arteterapia

Participar de empreendimentos criativos por conta própria pode ser uma ótima maneira de combater o estresse e praticar o autocuidado. Mas, para iniciar a arte-terapia, você precisará de um arteterapeuta qualificado para ajudá-lo no processo de cura. Os arteterapeutas qualificados geralmente estão disponíveis em uma variedade de ambientes, incluindo agências comunitárias, consultórios particulares, hospitais e clínicas.

Ao procurar um terapeuta de arte, verifique se ele tem experiência adicional em trabalhar com pessoas com transtorno do pânico. O seu médico ou terapeuta atual pode encaminhá-lo para um terapeuta de arte licenciado. Você também pode verificar o diretório online do Art Therapy Credentials Board, onde pode encontrar uma lista de arteterapeutas disponíveis em sua área.

A arteterapia pode ser um complemento útil para sua terapia, mas não deve ser vista como o único caminho para a recuperação.

Trabalhe com seu terapeuta e profissionais de saúde para desenvolver um plano de tratamento abrangente para o seu transtorno do pânico.