contadores Saltar al contenido

Transtorno do Pânico e Pensamentos de Corrida

Pessoas com transtornos de ansiedade costumam ter problemas com pensamentos acelerados. Pessoas com transtorno do pânico podem achar que pensamentos acelerados estão interferindo em seu bem-estar e funcionamento. Leia adiante para saber mais sobre transtorno do pânico e pensamentos de corrida, incluindo dicas sobre como parar os pensamentos de corrida.

O que são pensamentos de corrida?

Os pensamentos de corrida envolvem uma transição rápida de pensamentos ou pensamentos. Tais pensamentos podem saltar rapidamente de uma idéia para outra, às vezes de maneiras que parecem desconectadas ou ilógicas. Os pensamentos de corrida podem parecer esmagadores e fora de controle. Eles podem contribuir para sentimentos de estresse e ansiedade, fazendo a pessoa se sentir tensa e incapaz de relaxar.

Pensamentos de corrida podem dificultar a concentração e a conclusão de tarefas. Tais padrões de pensamento rápido podem até manter a pessoa acordada à noite, contribuindo potencialmente para os distúrbios do sono.

Os pensamentos de corrida costumam estar associados a transtornos do humor, como o transtorno bipolar. Tais pensamentos também podem estar ligados a transtornos de ansiedade, incluindo transtorno do pânico e fobias. Para pessoas com transtorno do pânico, os pensamentos acelerados são frequentemente consumidos pela negatividade, crenças autodestrutivas e preocupação.

Às vezes, os medicamentos são usados ​​para tratar esses sintomas, mas outras abordagens também podem ser úteis. Aqui estão algumas maneiras de lidar com pensamentos de corrida.

Obter suporte

Pensamentos de corrida podem ser muito difíceis de gerenciar por conta própria. Se pensamentos de corrida estão interferindo em sua vida, você pode considerar fazer psicoterapia. Através da psicoterapia, você pode trabalhar com um especialista em saúde mental para desenvolver maneiras de gerenciar seus pensamentos acelerados e outros sintomas de transtorno do pânico.

Seu terapeuta também pode recomendar que você faça terapia em grupo. Através da terapia de grupo, você pode esperar encontrar um facilitador e outros clientes que estão lidando com os mesmos problemas ou com problemas semelhantes. A terapia de grupo pode ajudá-lo a superar os sentimentos de solidão, compartilhando experiências e explorando técnicas de enfrentamento com outras pessoas que podem se relacionar com seus sintomas. A terapia de grupo também pode fornecer dicas e técnicas para evitar pensamentos de corrida.

Além da ajuda profissional, também pode ser útil ter um amigo ou familiar de confiança a quem recorrer quando os pensamentos de corrida parecerem insuportáveis.

Às vezes, apenas ter uma pessoa com quem conversar pode ajudá-lo a desacelerar seus pensamentos. Aliste um ente querido para ser alguém para quem você possa ligar quando pensamentos corridos ou outros sintomas dominam.

Pense se você tem um amigo ou membro da família que é bom em conversar ou que sempre parece fazer você rir. Talvez você nem precise dizer à pessoa que está incomodado com pensamentos acelerados. Basta ter um amigo ou membro da família para recorrer pode ser tudo o que você precisa para manter seus pensamentos de corrida sob controle.

Escreva

Escrever exercícios pode ser uma maneira positiva e proativa de lidar com seus pensamentos de corrida. Tudo o que você precisa para começar é papel, caneta e um pouco do seu tempo.

Tente reservar 10 minutos por dia para simplesmente escrever todos os seus pensamentos no papel. Não se preocupe com gramática e ortografia, basta pensar no papel e sair da cabeça.

Inclua o máximo de detalhes possível, anotando todos os pensamentos diferentes que surgiram em sua mente. Você também pode usar a escrita como uma maneira de rastrear seus pensamentos e progredir para superá-los. Por exemplo, você pode manter um diário para registrar seu humor, sintomas e níveis de ansiedade, além de marcar com que frequência você experimenta pensamentos de corrida todos os dias.

Além disso, você pode acompanhar seus ataques de pânico e outros sintomas de ansiedade. Se praticado com o tempo, o rastreamento pode ajudá-lo a descobrir possíveis gatilhos e fontes de estresse que podem estar contribuindo para seus pensamentos de corrida.

Canalize sua energia

Os pensamentos de corrida podem fazer você se sentir disperso e sem foco, no entanto, é possível usar essa energia mental e canalizá-la para um hobby ou outra tarefa. Quando os pensamentos de corrida estiverem tomando conta, traga sua consciência para outro lugar. Por exemplo, você pode tentar chamar sua atenção para um bom livro ou folhear as páginas de uma revista favorita.

Se você gosta de empreendimentos criativos, atividades como pintura, colagem ou artesanato, podem ajudar a tirar a atenção de seus pensamentos e entrar no processo artístico. Ou talvez você tenha interesse em outros hobbies, como cozinhar, fotografar ou trabalhar madeira.

Quando você participa de algo pelo qual é apaixonado, pode descobrir que sua energia se torna mais constante e concentrada.

Ao procurar maneiras de reorientar sua energia, considere também o exercício físico. Foi demonstrado que a prática regular de exercícios ajuda a reduzir os níveis de estresse. Também foi encontrado exercício para diminuir as tensões relacionadas à ansiedade sentidas em todo o corpo. Você pode achar que o exercício acalma sua mente e permite que você se sinta mais no controle.

O exercício pode ocorrer de várias formas, como ir a uma academia local, fazer aulas de aeróbica ou ioga ou fazer jogging no parque. Mesmo fazendo caminhadas regulares pode ajudá-lo a clarear a cabeça e relaxar os pensamentos acelerados.

Respire e medite

Sua respiração pode ser uma ferramenta poderosa para ajudá-lo a se sentir calmo e parar de acelerar os pensamentos. Quando pensamentos agitados o distraem, assuma o controle através de um exercício de respiração profunda.

Exercício de respiração profunda

  • Inspire lentamente pelo nariz, mantendo o rosto relaxado ao encher o centro de respiração.
  • Prenda a respiração por um momento e expire gradualmente tudo pela boca.
  • Continue repetindo essas etapas, observando como é refrescante e relaxante respirar fundo.

Depois de respirar fundo, considere adicionar meditação da atenção plena ao seu exercício respiratório. Essa técnica de relaxamento pode ajudar a relaxar profundamente e trazer sua atenção de volta ao momento presente.

Enquanto medita, ocorrem pensamentos acelerados, mas através da atenção plena, você pode aprender a aceitar e se desapegar desses pensamentos. A meditação da atenção plena oferece a oportunidade de enfrentar seus pensamentos acelerados sem reagir, o que pode permitir que você se liberte deles.