Testes de fertilidade masculina: como verificar a fertilidade masculina

Homem visitando um médico

Última atualização em 7 de maio de 2018

Quando um casal não pode engravidar por um período de pelo menos um ano, a infertilidade geralmente é o diagnóstico, pois até 15% dos casais são inférteis. Há uma variedade de testes disponíveis para examinar a fertilidade masculina, pois acredita-se que os homens contribuam para os casos de infertilidade quase 50% das vezes. O teste mais comum começa com a análise de sêmen e esperma e vai até o teste genético.

O que é o teste de fertilidade masculina?

A infertilidade masculina pode ser devido a fatores como baixa produção de espermatozóides, bloqueios que impedem o suprimento de espermatozóides, função anormal do espermatozoide, desequilíbrios hormonais, problemas crônicos de saúde, lesões, doenças, escolhas de estilo de vida e alguns outros fatores. Os testes de fertilidade masculina incluem uma variedade de exames físicos e médicos que determinam a causa da infertilidade nos homens e recomendam tratamento para a infertilidade.

Testes de fertilidade mais comuns em homens

Para verificar a fertilidade nos homens, os urologistas contam com diferentes métodos para determinar as causas. Alguns dos testes mais comuns são os seguintes:

  1. Análise de sêmen e esperma

Este é o mais comum de todos os testes e envolve a avaliação do sêmen em laboratório por um especialista treinado. Verifique a contagem de esperma, forma, movimento e outros aspectos que determinam se um homem tem baixa fertilidade. No entanto, ele tem muitas exceções, pois o esperma nem sempre é tão saudável quanto parece, e muitos homens com baixa contagem de espermatozóides ou sêmen anormal ainda são férteis. Note-se que aproximadamente 15% dos homens inférteis têm sêmen e esperma normais. Os parâmetros de análise do sêmen para verificar a infertilidade incluem:

  • Concentração de esperma: fornece uma medida de quantos espermatozóides estão presentes em um mililitro de sêmen produzido. A medição será feita para contar se há menos ou mais de 20 milhões de espermatozóides por mililitro no líquido ejaculado.
  • Motilidade: Este teste é uma avaliação da motilidade espermática e quão bem eles se movem. Espermatozóides com mais de 40% de mobilidade são considerados normais.
  • Morfologia: procura quantos espermatozóides têm uma forma normal; o mínimo é 4% da morfologia normal. No entanto, é considerado o parâmetro menos importante para a fertilidade no sêmen.
  1. Teste hormonal

Hormônios, como a testosterona, determinam a produção de esperma nos homens; portanto, pode ser uma ferramenta útil para identificar problemas com a produção de espermatozóides. Os dois principais hormônios analisados ​​são:

  • FSH (hormônio folículo estimulante): esse hormônio é crucial para a produção de espermatozóides. Os níveis normais de FSH devem estar entre 5 e 10 mUI / ml.
  • Testosterona: também está relacionada à produção de esperma. Os níveis normais devem ser de 300 a 1.111 nanogramas por decilitro.Teste de testosterona "width =" 1647 "height =" 1131 "srcset =" https://dinerados.com/wp-content/uploads/2020/05/1589412205_995_Pruebas-de-fertilidad-masculina-como-Verificar-la-fertilidad -masculina.jpg 300w, https://cdn.cdnparenting.com /articles/2017/12/482121262-H-100x70.jpg 100w, https://cdn.cdnparenting.com/articles/2017/12/482121262-H -218x150.jpg 218w, https://cdn.cdnparenting.com /articles/2017/12/482121262-H-436x300.jpg 436w "tamanhos =" (largura máxima: 1647px) 100vw, 1647px "src =" https: / /dinerados.com/wp-content/uploads/2020/05/1589412205_995_Pruebas-de-fertilidad-masculina-como-verificar-la-fertilidad-masculina.jpg
  1. Testes de DNA / fertilidade genética

Os testes de fertilidade do DNA são usados ​​no caso de infertilidade inexplicável, onde, apesar da presença de níveis normais de espermatozóides no sêmen, eles podem não funcionar corretamente. Este teste examina anormalidades nos genes que podem estar parando o seu bom funcionamento.

Outras opções de teste de fertilidade masculina

Quando os testes de sêmen e hormonais voltam ao normal, outros testes devem ser feitos para descobrir a causa exata da infertilidade. Alguns desses testes incluem:

1. Aglutinação de esperma

Este teste envolve a análise de espermatozóides sob um microscópio em laboratório. O objetivo é ver se os espermatozóides estão se unindo e, em caso afirmativo, quantos. Se a amostra mostrar que metade do esperma está preso, o relatório indicará 50% de aglutinação. O esperma no sêmen pode se unir na cabeça, cauda ou cabeça a cauda, ​​unindo-os e impedindo-os de nadar. O esperma deve nadar livremente e direto para passar pelo muco cervical.

Teste de esperma "width =" 1614 "height =" 1108 "srcset =" https://dinerados.com/wp-content/uploads/2020/05/1589412205_990_Pruebas-de-fertilidad-masculina-como-Verificar-la-fertilidad -masculina.jpg 300w, https://cdn.cdnparenting.com /articles/2017/12/687532024-H-100x70.jpg 100w, https://cdn.cdnparenting.com/articles/2017/12/687532024-H -218x150.jpg 218w, https://cdn.cdnparenting.com /articles/2017/12/687532024-H-436x300.jpg 436w "tamanhos =" (largura máxima: 1614px) 100vw, 1614px "src =" https: / /dinerados.com/wp-content/uploads/2020/05/1589412205_990_Pruebas-de-fertilidad-masculina-como-verificar-la-fertilidad-masculina.jpg

2. Teste de penetração de esperma

A análise de penetração de esperma é um teste para prever a capacidade de um espermatozóide fertilizar o óvulo de uma mulher. No laboratório, o esperma é anexado a ovos de hamster especialmente preparados e o número de óvulos penetrados é medido. Indica se o esperma está passando pelas alterações fisiológicas necessárias para a fertilização. No entanto, este teste é raramente usado.

3. teste de Hemizona

É um teste laboratorial da função espermática, onde um óvulo humano inutilizável é cortado pela metade e metade é incubado com o esperma do paciente e a outra metade com um doador conhecido por ter esperma normal. O objetivo do procedimento é verificar se o esperma pode passar pela camada protetora mais externa do óvulo.

4. Reação acrossômica

Este teste de laboratório é realizado para determinar se as cabeças de espermatozóides são capazes de sofrer as alterações químicas necessárias para dissolver a casca externa dura do óvulo. É um passo crítico no início da fertilização para o esperma dissolver o revestimento do óvulo, criando um espaço para ele entrar.

5. Inchaço hipoosmótico

Este teste é usado para homens inférteis que têm espermatozóides geneticamente imóveis. Use uma solução específica de açúcar e sal para avaliar a cauda do esperma que se move e, portanto, se mova para penetrar no óvulo. Caudas de esperma saudáveis ​​tendem a inchar na solução, enquanto caudas de esperma anormais ou mortas não incham.

6. Biópsia testicular

Neste procedimento, um pequeno pedaço de tecido é removido dos testículos enquanto o homem recebe anestesia local ou geral. O procedimento envolve um corte cirúrgico na pele do escroto e a remoção de um pequeno pedaço de tecido testicular. As amostras são examinadas para ver quão bem o esperma está sendo produzido.

7. Vasografia

É um exame de raio-x usado para procurar bloqueios ou vazamentos de espermatozóides no ducto deferente. No procedimento, um corante radiográfico é injetado no ducto deferente. Os raios X são tirados de vários ângulos à medida que o corante flui através dos dutos para procurar bloqueios.

8. Ultrassonografia

A ultrassonografia usa um pequeno transdutor de ultrassom para localizar bloqueios ou danos ao trato reprodutivo. Também é usado para examinar a próstata, os ductos ejaculatórios e as vesículas seminais em busca de anormalidades que podem levar à infertilidade.

Perguntas frequentes

O que os testes de fertilidade não podem nos dizer

A maioria dos testes de fertilidade mencionados acima procura a presença de esperma e verifica se eles conseguem alcançar e fertilizar um óvulo. Como a infertilidade pode ser um problema altamente complexo e multifacetado, a análise do sêmen não pode ser usada sozinha para obter uma resposta clara. Em alguns casos, são necessários testes avançados para verificar se você precisa continuar tentando naturalmente ou mudar para a fertilização in vitro.

Existe um teste de fertilidade masculina que pode ser feito em casa?

Estão disponíveis kits de teste em casa que podem ser usados ​​para medir a contagem de espermatozóides em casa. Geralmente, um homem é obrigado a ejacular em um copo e, embora os procedimentos de transferência de sêmen variem para kits diferentes, os resultados geralmente estão disponíveis em menos de 10 minutos. O parâmetro medido é que a contagem de espermatozóides por mililitro de sêmen deve ficar em torno de 20 milhões. Alguns dos kits de teste funcionam detectando uma proteína encontrada apenas no esperma, juntamente com o número, eles também podem confirmar a presença ou ausência de esperma. Os resultados são exibidos como um tom de cor que, comparado a um modelo de controle, pode determinar se a contagem de espermatozóides é inferior a 20 milhões. Outro tipo de kit vem com um microscópio que contém um sistema de "grade" integrado que oferece um campo de visão. Integrado à lente, esse sistema permite ver a presença de espermatozóides e contá-los. Ao comparar seu resultado com as diretrizes interpretativas fornecidas, você pode determinar a contagem de espermatozóides. Uma vez que permite ver espermatozóides, você também pode testar sua motilidade.

Qual é a precisão desses testes?

Os kits de fertilidade em casa são decentemente precisos quando se trata de verificar a contagem de espermatozóides. Uma contagem normal de espermatozóides não indica se um homem é fértil ou não. Esses kits não medem muitos outros fatores que causam infertilidade como um especialista, como forma (morfologia), movimento (motilidade), vitalidade (porcentagem de vida), volume de sêmen, etc.

Os testes de fertilidade são uma maneira eficaz de descobrir a causa do seu problema de fertilidade que ajuda o seu médico a orientá-lo para o melhor tratamento que pode ajudá-lo a conceber. Da mesma forma, as mulheres também devem visitar o médico se tiverem problemas para engravidar. A infertilidade em mulheres também é comum, mas pode ser tratada.

Leia também: 8 alimentos eficazes para fertilidade para homens