contador gratuito Skip to content

Taquipnéia transitória do recém-nascido (TTN) Рsintomas e tratamento

Taquipnéia transitória do recém-nascido (TTN) - sintomas e tratamento

Uma condi√ß√£o respirat√≥ria leve que afeta rec√©m-nascidos, a taquipn√©ia transit√≥ria afeta 1 em 100 beb√™s prematuros e cerca de 5 em 1.000 beb√™s a termo. √Č caracterizada por uma taxa respirat√≥ria r√°pida. Este artigo fala sobre o TTN: suas causas, sintomas e tratamentos.

O que é taquipnéia transitória?

A taquipn√©ia transit√≥ria √© uma condi√ß√£o respirat√≥ria que afeta rec√©m-nascidos. Os rec√©m-nascidos t√™m l√≠quido nos pulm√Ķes (nos alv√©olos ou bolsas de ar) que n√£o √© removido adequadamente, e esse l√≠quido dificulta a absor√ß√£o de oxig√™nio pelos pulm√Ķes. Como resultado, o rec√©m-nascido luta por oxig√™nio e respira rapidamente com sons ou grunhidos √°speros. A taquipn√©ia em um rec√©m-nascido √© uma condi√ß√£o tempor√°ria e geralmente dura de 1 a 3 dias.

O que é taquipnéia transitória? Largura = "1024" Altura = "700" srcset = "https://cdn.cdnparenting.com/articles/2018/08/29192559/360218870-H.jpg 1024w, https: //cdn.cdnparenting .com / articles / 2018/08/29192559/360218870-H-768x525.jpg 768w, https://cdn.cdnparenting.com/articles/2018/08/29192559/360218870-H-218x150.jpg 218w, https: / /cdn.cdnparenting. com / articles / 2018/08/29192559/360218870-H-696x476.jpg 696w, https://cdn.cdnparenting.com/articles/2018/08/29192559/360218870-H-614x420.jpg 614w "tamanhos =" ( largura máxima: 1024px) 100vw, 1024px

O processo de limpeza do l√≠quido alveolar come√ßa antes do nascimento e continua durante o trabalho de parto e mesmo por um curto per√≠odo de tempo ap√≥s o parto. Os horm√īnios desencadeiam esse processo imediatamente antes do nascimento. Durante o trabalho de parto, as contra√ß√Ķes fazem com que o canal de nascimento se contraia, o que, por sua vez, faz com que o fluido restante seja expelido dos pulm√Ķes. A tosse e o choro do beb√™ ap√≥s o parto ajudam a respirar e a expulsar ainda mais o l√≠quido alveolar. Se algum desses processos n√£o puder remover o l√≠quido, o beb√™ sofre de TTN.

Causas e fatores de risco

O TTN tamb√©m √© conhecido como pulm√Ķes √ļmidos e √© causado pela lenta remo√ß√£o ou reabsor√ß√£o do l√≠quido alveolar nos pulm√Ķes. Abaixo discutimos as causas e fatores de risco para o TTN:

Causas

Estas s√£o as raz√Ķes pelas quais o TTN ocorre em beb√™s:

  • Beb√™s prematuros: Como os beb√™s prematuros nascem antes das 37 semanas, os produtos qu√≠micos que desencadeiam a absor√ß√£o e a elimina√ß√£o de l√≠quidos nos pulm√Ķes n√£o s√£o liberados. Portanto, os beb√™s recebem TTN.
  • Beb√™s nascidos por cesarianaDe acordo com a pesquisa, os beb√™s nascidos de cesariana (especialmente se a m√£e n√£o experimentou contra√ß√Ķes de parto antes da cesariana) t√™m maior probabilidade de contrair TTN. Isso ocorre porque os beb√™s n√£o passam pelo canal do parto, onde as contra√ß√Ķes do parto se espremem e expelem o l√≠quido alveolar dos pulm√Ķes.

Fatores de risco

Estes são os fatores de risco para TTN em bebês:

  • Beb√™sSegundo dados da pesquisa, os meninos t√™m um risco muito maior de ter TTN do que as meninas.
  • Beb√™s com excesso de peso: Estudos cient√≠ficos descobriram que beb√™s com maior peso ao nascer correm risco de desenvolver TTN.
  • Beb√™s cujo cord√£o foi retido at√© tarde: Rec√©m-nascidos cujo cord√£o umbilical n√£o foi pin√ßado imediatamente tamb√©m desenvolveram TTN.
  • Condi√ß√Ķes maternas: Se a m√£e tem condi√ß√Ķes como pr√©-ecl√Ęmpsia, asma ou diabetes, o beb√™ corre um risco maior de desenvolver TTN.

Signos e sintomas

Estes s√£o os sinais e sintomas do TTN:

Sinais e sintomas de TTN "width =" 1024 "height =" 700 "srcset =" https://cdn.cdnparenting.com/articles/2018/08/29192603/84049609-H.jpg 1024w, https: // cdn. cdnparenting.com/articles/2018/08/29192603/84049609-H-768x525.jpg 768w, https://cdn.cdnparenting.com/articles/2018/08/29192603/84049609-H-218x150.jpg 218w, https: //cdn.cdnparenting.com/articles/2018/08/29192603/84049609-H-696x476.jpg 696w, https://cdn.cdnparenting.com/articles/2018/08/29192603/84049609-H-614x420.jpg 614w "tamanhos =" (largura m√°xima: 1024px) 100vw, 1024px

  • Cianose: A pele ao redor do nariz e da boca do beb√™ fica azul. Isso acontece porque os tecidos n√£o recebem sangue oxigenado suficiente e ficam azulados.
  • Respira√ß√£o r√°pida e trabalhosa, com mais de 60 respira√ß√Ķes por minuto: O beb√™ parece estar lutando para respirar e toma mais de 60 respira√ß√Ķes em um minuto.
  • Narizes arregalados e sacudindo a cabe√ßa do beb√™: As narinas s√£o ampliadas e a cabe√ßa do beb√™ pode se mover para cima e para baixo.
  • Grunhidos, arranh√Ķes ou gemidos a cada expira√ß√£o: A dificuldade em respirar √© evidente quando o beb√™ geme ou grunhe a cada expira√ß√£o.
  • Retra√ß√Ķes da pele sob a caixa tor√°cica ou entre as costelas: A pele puxa entre as duas costelas ou abaixo da caixa tor√°cica quando o beb√™ respira.
  • Hip√≥xia Os tecidos do beb√™ n√£o recebem oxig√™nio suficiente.

Diagnóstico

O TTN √© geralmente diagnosticado poucas horas ap√≥s o nascimento do beb√™. Aqui est√£o alguns testes que s√£o usados ‚Äč‚Äčpara diagnosticar TTN:

  1. Exame físico: O médico fará primeiro um exame físico para verificar se há sinais de pele azulada, respiração rápida e sons durante a expiração.
  2. Raio-x do t√≥rax: Se o beb√™ tiver TTN, a radiografia do t√≥rax ser√° arranhada e poder√° haver l√≠quido nos pulm√Ķes.
  3. Oximetria de pulso: Um sensor de oxig√™nio √© conectado ao p√© do beb√™ e conectado a um monitor. Isso mostra quanto oxig√™nio os pulm√Ķes est√£o enviando para o sangue.
  4. Teste de gases no sangue: Um teste de gás no sangue pode determinar com precisão a quantidade de oxigênio no sangue. Se o nível estiver baixo, o bebê poderá receber oxigênio.
  5. Hemograma completo (CBC): √Č feito um exame de sangue completo e o sangue √© verificado quanto a sinais de infec√ß√£o.

Tratamento

Aqui estão as formas como o TTN é tratado:

  1. Monitoramento de perto: Os beb√™s com TTN s√£o monitorados de perto. Seus n√≠veis de oxig√™nio, freq√ľ√™ncia card√≠aca e respirat√≥ria s√£o monitorados para garantir que seu beb√™ esteja respirando normalmente.
  2. UTIN: Alguns bebês podem ser admitidos na unidade de terapia intensiva neonatal para cuidados adicionais e monitoramento 24 horas.
  3. Assist√™ncia respirat√≥ria: Alguns beb√™s podem precisar de oxig√™nio extra e s√£o administrados atrav√©s de uma c√Ęnula nasal, um pequeno tubo que √© colocado sob o nariz.
  4. Alimentando: Você pode não conseguir amamentar um bebê com TTN, pois ele não pode engolir e respirar ao mesmo tempo. Nesse caso, o bebê recebe líquidos e nutrientes por via intravenosa.
  5. Antibióticos: Pode ser difícil dizer a diferença entre TTN e infecção. Portanto, os médicos geralmente recomendam antibióticos para o bebê. Os antibióticos serão interrompidos se o exame de sangue não mostrar sinais de infecção.
  6. Ventilador: Em casos extremos onde outras complica√ß√Ķes est√£o presentes, os problemas respirat√≥rios do beb√™ podem exigir o uso de um ventilador. Este kit ajuda o beb√™ a respirar at√© que ele possa respirar por conta pr√≥pria.

A taquipn√©ia transit√≥ria do rec√©m-nascido √© fiel ao seu nome, pois √© realmente transit√≥ria e se resolve em 24 a 72 horas. Em certos casos, os sintomas podem levar at√© uma semana para desaparecer. Uma vez que o l√≠quido nos pulm√Ķes √© completamente expelido ou reabsorvido, a respira√ß√£o do beb√™ volta ao normal. Isso precisa ser monitorado de perto. A taquipn√©ia transit√≥ria do rec√©m-nascido n√£o pode ser evitada. Os rec√©m-nascidos que tiveram TTN n√£o precisam de cuidados especiais e n√£o t√™m mais problemas de sa√ļde devido ao TTN. Os neonatos tamb√©m n√£o mostram efeito negativo a longo prazo do TTN. Consulte o seu m√©dico imediatamente se o beb√™ apresentar algum dos sinais e sintomas acima mencionados de TTN.

Leia também:

Hérnia diafragmática congênita no recém-nascido Síndrome do desconforto respiratório neonatal (NRDS) Por que os bebês recém-nascidos rosnam?