Sua sa√ļde mental √© mais importante do que o ensino em casa

Sua sa√ļde mental √© mais importante do que o ensino em casa

Sua sa√ļde mental √© mais importante do que o ensino em casa

Imagens CSA / Getty

Eu trabalho na educa√ß√£o p√ļblica e estou aqui para dizer em voz alta quesua sa√ļde mental √© mais importante do que educar em casa seus filhos. Eu trabalho na educa√ß√£o p√ļblica e dois dos meus filhos fazem parte do mesmo sistema escolar (na verdade, parte da mesma escola prim√°ria) em que trabalho, e estou aqui para gritar dos telhados queminha sa√ļde mental √© mais importante do que educar em casa meus filhos. Sou um grande defensor da educa√ß√£o p√ļblica para toda a educa√ß√£o e estou dizendo quenossa sa√ļde mental coletiva √© mais importante do que a educa√ß√£o em casa no momento.

Estamos passando por uma crise como nunca antes. Perdemos empregos, renda e a capacidade de encontrar fraldas, f√≥rmulas para beb√™s, rem√©dios. Perdemos o sono. Perdemos nossas bab√°s, creches e festas de pijama com a av√≥. Perdemos a aula de m√ļsica, o tempo da hist√≥ria da biblioteca, a pr√©-escola e as datas de jogos. Perdemos a capacidade de vagar pelos corredores de Target apenas para sair de casa. Perdemos toda a nossa aldeia. Mas n√≥s ganhamos o t√≠tulo de professor em casa.

Sua sa√ļde mental √© mais importante do que educar em casa seus filhos.

Talvez voc√™ esteja na linha de frente (obrigado!) E todos os dias esteja aterrorizado. Aterrorizado de ficar doente. Ou com medo de levar o v√≠rus para casa para os entes queridos. Talvez voc√™ ou seu c√īnjuge tenham ficado em quarentena isolados, longe de casa e longe do resto da fam√≠lia. Voc√™ est√° sozinho e aterrorizado. Mas voc√™ sabe quem n√£o est√° em quarentena fora de casa? Seus filhos, que agora precisam ser educados em casa. Presumivelmente por voc√™.

Massua sa√ļde mental √© mais importante do que educar em casa seus filhos.

Talvez voc√™ seja um pai ou m√£e que agora trabalha em per√≠odo integral em casa com um, dois, tr√™s, quatro ou mais filhos cujas explos√Ķes de fraldas, birras ou palavr√Ķes n√£o d√£o a m√≠nima para quem est√° em uma teleconfer√™ncia ou em uma reuni√£o do Zoom. Talvez seu c√īnjuge ou parceiro seja essencial e continue a se apresentar para o trabalho todos os dias e tudo depende de voc√™. √Č voc√™ quem trabalha, encurrala as crian√ßas e agora aprende em casa.

Talvez voc√™ sofra de uma condi√ß√£o de sa√ļde mental e, em um bom dia, mal aguente, mas durante uma pandemia global? Voc√™ est√° perdendo o controle.

Talvez você se sinta como uma concha de quem era antes e esteja começando a rachar.

Sua sa√ļde mental √© mais importante do que educar em casa seus filhos.

Estou dizendo isso como uma m√£e que se enquadra em alguns dos grupos acima mencionados. Meu trabalho como marido, embora n√£o esteja na √°rea da sa√ļde, √© considerado essencial, ent√£o ele vai trabalhar. Agora trabalho em casa. Junto com meus quatro filhos, que variam de 16 meses a 11 anos. Eu tenho ansiedade e depress√£o. Em um bom dia, minha sa√ļde mental est√° em um local prec√°rio. E agora, entre as reuni√Ķes da Zoom, telefonemas dos pais, desenvolvimento profissional, lanches para os quatro anos de idade, certificando-me de que minha m√£e (beb√™) n√£o des√ßa os degraus (porque sou o √ļnico que se lembra de fechar o port√£o) ), preparando e limpando cinco mil refei√ß√Ķes por dia (por que meus filhos comem tanto ?!), agora sou m√£e em casa. Eu at√© tenho ajuda durante o dia e minha cabe√ßa ainda est√° um pouco acima da √°gua.

Minha sa√ļde mental √© mais importante do que educar em casa meus filhos.

Estou dizendo para jogar suas m√£os no ar e dizer √† escola para chupar? Claro que n√£o. As escolas est√£o oferecendo ensino √† dist√Ęncia porque √© importante proporcionar alguma continuidade da educa√ß√£o. √Č quase inevit√°vel que as crian√ßas comecem no pr√≥ximo ano escolar, perdendo algum conhecimento e habilidades; o ensino a dist√Ęncia √© uma tentativa de mitigar esse slide. √Č tamb√©m uma maneira de as escolas manterem contato com alunos e fam√≠lias, para que possamos fazer o poss√≠vel para garantir que estejam bem. Porque realmente sentimos a falta de todos voc√™s e nossos cora√ß√Ķes est√£o partidos por n√£o haver absolutamente nenhum fechamento para os alunos. Um dia est√°vamos na escola, no outro est√°vamos em quarentena em casa.

E, oh ‚Äč‚Äčmeu Deus, o que as escolas fizeram em t√£o pouco tempo √© incr√≠vel. Todo um sistema educacional foi completamente reinventado da noite para o dia. Como empregado e como pai, tenho o maior respeito pelo que meus colegas, que tamb√©m s√£o meus professores, fizeram e continuar√£o a fazer.

No entanto, o ensino em casa n√£o ser√° a proverbial palha que quebra esses camelos. Nem deveria ser seu.

Se for realmente demais, eu imploro que voc√™ procure o professor de seu filho. Deixe-os saber que voc√™ est√° lutando. Eles devem saber que agora voc√™ √© m√£e solteira ou trabalha em casa, ou Deus pro√≠be cuidar de algu√©m que est√° doente. Aborde-os com respeito e uma aprecia√ß√£o genu√≠na pelo que eles est√£o tentando fazer. Deixe que eles saibam tudo e pergunte ent√£o quais op√ß√Ķes voc√™ tem. Deixe-os ver que voc√™ est√° disposto a tentar.

Quando meu filho estava lutando com uma de suas tarefas on-line e meus nervos estavam chegando ao ponto de ruptura porqueoh meu deus, ningu√©m discute mais do que um aluno da primeira s√©rie cuja m√£e n√£o est√° me ensinando o caminho certoLiguei para o professor dele. Atrav√©s das l√°grimas (suaemeu), perguntei se ele poderia escrever seu trabalho e eu poderia tirar uma foto como prova, em vez de lutar com falhas de caixa de texto na plataforma de tecnologia. A resposta dela? Absolutamente! Voc√™ faz o que funciona para voc√™. Deus a ama. Quando simplesmente n√£o consegui ajud√°-lo a gravar a si mesmo cantando para aulas de m√ļsica, perguntei a um professor diferente se ele poderia ter uma extens√£o. Claro, sem pressa! Deus a ama tamb√©m.

Olha, estavam todos em √°guas desconhecidas. Pais, professores, administradores. Estavam tomando dia a dia, semana a semana. N√£o acho que algu√©m saiba a melhor ou a melhor maneira de lidar com a situa√ß√£o. Mas o que eu sei? N√£o podemos ser pais de nossos filhos com paci√™ncia, bondade, seguran√ßa e amor de que eles precisam e merecem quando nossa sa√ļde mental est√° no banheiro.

Precisamos cuidar de nós mesmos para que possamos cuidar de nossos filhos. E isso pode significar que estudamos em casa um pouco menos ou muito menos. Talvez nem mesmo.

No momento, sua sa√ļde mental √© priorit√°ria. Cuide de voc√™, mam√£e.

Vocêssão mais importantes do que o ensino em casa no momento.