Sinto o chicote emocional dos pais todos os dias

Sinto o chicote emocional dos pais todos os dias

Sinto o chicote emocional dos pais todos os dias

Mommy assustador e Hoang Le / Pexels

Meus filhos têm insistido em ter uma venda de quintal. Bem, para ser totalmente transparente, meus filhos têm insistido em muitas visitas à loja de conchas local e ao caminhão de sorvete durante as delícias do verão. Sugeri que eles conseguissem empregos para pagar todas as sobremesas extras, mas, como são jovens demais para o emprego, fazia mais sentido vender algumas coisas. De qualquer maneira, a casa precisava de uma boa purga, então ficamos felizes em ganhar dinheiro com brinquedos e roupas que eles não querem ou precisam mais.

Finalmente agendamos um fim de semana para reservar itens para a nossa venda de quintal. Em teoria, seria bom esclarecer o que pareciam coisas que eram constantemente deixadas no ch√£o ou disputadas em um jogo de “Essa √© a minha!”

Mas, na realidade, quando peguei livros antigos, brinquedos, roupas e acessórios de vestir, fui atingida pelo chicote emocional dessa jornada para os pais.

Meu filho mais velho tem 8 anos e meus g√™meos, 6, e estou constantemente sendo necess√°rio e chamado. Como estou sendo ref√©m do desejo de independ√™ncia e necessidade de ajuda, muitas vezes tenho um sentimento de ‚Äúapresse-se e fique mais velho‚ÄĚ que √© rapidamente seguido por um sentimento de ‚Äúmas n√£o muito r√°pido‚ÄĚ. Estou muito ciente de que vou piscar e eles estar√£o dirigindo ou na faculdade ou se casando. Pais mais velhos e mais experientes s√£o r√°pidos em me dizer com que rapidez tudo acontece. Mas quando estou no meio disso, das tarefas lentas e entorpecedoras de criar crian√ßas pequenas, √†s vezes sonho com crian√ßas que precisam menos de mim. Ent√£o meu cora√ß√£o d√≥i por sentir falta deles antes mesmo de sairem do meu lado, e muito menos da casa.

Garick Visual / Reshot

Sou um dos pais que guarda certos livros, brinquedos ou bichos de pel√ļcia que t√™m valor sentimental, principalmente para mim, mas minha esperan√ßa √© que meus filhos um dia apreciem o punhado de livros amados e bem lidos que eu guardei em um livro. caixa de pl√°stico. Certos livros s√£o mais que palavras; s√£o momentos tranquilos ap√≥s um longo dia. Eles guardam espa√ßo para risadinhas, curiosidade e lembretes de por que os pais s√£o t√£o bonitos; existem alguns livros dos quais n√£o consigo me livrar. Quer meus filhos apreciem que eu os salvei ou n√£o, n√£o suporto a id√©ia de algu√©m lidar com as bordas desgastadas de um livro que tamb√©m carrega meu cora√ß√£o desgastado.

Quando puxei os livros das prateleiras dos meus filhos, fiz ‚Äúmanter‚ÄĚ e ‚Äúme livrar‚ÄĚ de pilhas e, quando terminei, estava ansioso para passar para uma tarefa mais f√°cil. Quebra-cabe√ßas, brinquedos variados do McDonalds e jogos de tabuleiro destinados a ensinar crian√ßas a seguir regras e pais como sobreviver a novos n√≠veis de birras eram f√°ceis de remover de caixas de brinquedos e quartos. Em seguida, fui at√© as tr√™s caixas de roupas de vestir. Len√ßos, velhos trajes de Halloween, faixas para a cabe√ßa, telefones descartados, asas de borboleta e capas mantiveram meus filhos envolvidos em brincadeiras imaginativas por horas. Eles n√£o se perdem nesses mundos imagin√°rios tanto quanto costumavam fazer, mas ainda mergulham no estoque de roupas o suficiente para se livrar do que n√£o se encaixa mais.

Era muito f√°cil guardar os vestidos pequenos demais e tiaras quebradas, mas depois peguei as botas de couro falso que deslizavam sobre os p√©s dos meus filhos; eles haviam completado seu traje de Jake e The Never Land Pirates. Por dois anos, meu Ben ficou obcecado por Jake. Um ano, Papai Noel trouxe para ele uma luneta, um mapa pirata real e uma faixa para a cabe√ßa. Se esses fossem os √ļnicos presentes que ele recebeu naquele Natal, ele teria sido mais do que feliz.

Meu coração apertou.

Quando eu fiquei em casa com meus gêmeos antes de começarem a escola, Jake, Cubby e Izzy encheram a sala com episódios de Jake e The Never Land Pirates enquanto eu limpava, trabalhava ou passava algum tempo conectando-me com amigos on-line para me sentir menos sozinho em casa com crianças gêmeas. Conjuntos, estatuetas e bonecas de Jake Lego espalhavam-se pelo chão e eram agarrados por mãos gordinhas que tinham ajustado chapéus de pirata e botas falsas de pirata. Meu filho não brinca mais com seu equipamento de Jake, mas partiu meu coração pensar que ele estava além da idade de inocência de fingir ser um pirata. Eu não estava pronto para me livrar de nada disso, mas meu filho não brincava com suas coisas de pirata há meses. Coloquei na pilha para vender.

Meu coração apertou novamente.

Ei! N√£o venda minhas coisas de Jake! Ben tamb√©m n√£o estava pronto. Meu cora√ß√£o se curou um pouco quando ele me disse o quanto ele amava sua fantasia de pirata e queria mant√™-la. Ele pode n√£o fingir mais ser Jake, mas ele ainda √© meu doce garoto que acredita em um mundo onde ele poderia estar. Ele pegou seu mapa esfarrapado, luneta e seu walkie-talkie, o √ļltimo n√£o era muito o Seven Seas dele, mas o meu pr√≥ximo aluno do 1¬ļ ano tinha 3 anos novamente. Meu garotinho ainda √© pequeno.

Este show parental é difícil. Sei que sentirei falta da pequenez, mas por que tem que ser tão cansativo? E, sim, sim, me disseram que quanto maiores as crianças, maiores os problemas. Isso não é uma competição, no entanto, ou algo para comparar constantemente. Parece um passeio muito rápido, com paradas que colocam os freios na hora certa, à medida que o tempo para meu coração.

Nunca cresça.

Apresse-se e envelheça.

Seja sempre meu garotinho.