PICA - Causas e remédios para deficiência nutricional em bebês

Se seu bebê anseia por itens não alimentares como giz, eis o que você…

PICA - Causas e remédios para deficiência nutricional em bebês

Última atualização em 13 de dezembro de 2018

√Ä medida que o seu filho cresce e come√ßa a dentear, voc√™ o encontrar√° explorando o mundo de v√°rias maneiras – incluindo colocar coisas diferentes na boca dele. Os beb√™s geralmente tentam mastigar coisas novas durante o processo de denti√ß√£o. Isso incluir√° itens n√£o alimentares tamb√©m; nada √© muito “sujo” ou “nojento” para o beb√™, incluindo brinquedos ca√≠dos, sobras e roupas sujas! No entanto, se os desejos do seu beb√™ por essas subst√Ęncias n√£o nutricionais e n√£o nutricionais parecem antinaturais ou muito fortes, isso √© motivo de alarme. Seu beb√™ pode ter uma condi√ß√£o alarmante chamada PICA!

Quando seu bebê fica móvel e começa a engatinhar pela casa, suas tarefas ficam ainda mais intensas! Agora você precisa manter a higiene em sua casa com maior rigor, especialmente o quarto do bebê. Isso é para garantir que seu filho pequeno não coloque algo insalubre na boca dele. Sim, é natural e até esperado que seu bebê coloque coisas na boca nessa fase passageira.

No entanto, se o bebê continuar a boca ou engolir coisas não alimentares depois de completar 18 meses, pode haver algo errado. De acordo com os pediatras, se seu filho anseia e tenta repetidamente comer coisas não alimentares por mais de um mês, ele pode ter uma condição alarmante chamada PICA. Isso precisa de atenção médica imediata.

O que é PICA e o que causa isso?

A pica √© um dist√ļrbio nutricional em que a crian√ßa sente desejo por certos tipos espec√≠ficos de itens n√£o nutritivos e n√£o alimentares. Isso inclui coisas como sujeira, giz, papel, cabelo e outros itens. Existem v√°rias raz√Ķes pelas quais seu filho pode ter Pica. Esses incluem:

  • Fome
  • Defici√™ncia de nutrientes
  • Mecanismo de enfrentamento para lidar com o estresse
  • Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)
  • Autismo, esquizofrenia e alguns dist√ļrbios do desenvolvimento

Por que o PICA é perigoso?

Bem, as raz√Ķes por tr√°s do dist√ļrbio em si s√£o motivo de preocupa√ß√£o. Mas o fato de as crian√ßas estarem consumindo esses itens n√£o alimentares que podem conter toxinas √© muito alarmante. A ingest√£o de tais toxinas pode resultar em:

  • Infec√ß√Ķes graves ou bloqueios no est√īmago e trato digestivo
  • Envenenamento por chumbo
  • Danos nos rins ou no f√≠gado
  • Interfer√™ncia em uma dieta saud√°vel, pois objetos n√£o alimentares podem reduzir o apetite
  • Em casos extremos, pode at√© afetar o desenvolvimento f√≠sico e mental da crian√ßa

Como lidar com o PICA

Uma das raz√Ķes mais comuns para a Pica s√£o as defici√™ncias nutricionais de nutrientes como ferro e zinco. O tratamento dessa defici√™ncia requer exames adicionais pelos m√©dicos. A boa not√≠cia √© que Pica geralmente dura apenas alguns meses com interven√ß√£o oportuna. Se o seu filho tiver Pica, mas tiver tido um resultado negativo em rela√ß√£o a defici√™ncias nutricionais, √© necess√°rio ter proatividade. Aqui est√£o mais algumas maneiras de lidar com Pica em crian√ßas:

1. Identifique a causa dos desejos

Sempre que seu filho se entregar a um comportamento t√≠pico de Pica, ou seja, ele tentar comer itens n√£o alimentares, tente verificar seus sentimentos e identificar a causa de seus desejos. Se voc√™ conseguir identificar a causa, poder√° tomar medidas para lidar com esse dist√ļrbio. Se seu filho estiver com fome, fa√ßa um lanche saud√°vel. Converse com ele sobre como ele pode indicar sua necessidade de comida e pe√ßa alguns em vez de recorrer a itens n√£o alimentares.

Se o estresse ou a fome n√£o s√£o as raz√Ķes por tr√°s de Pica, tente verificar sua necessidade / desejo por esses itens, acompanhando suas emo√ß√Ķes e arredores sempre que ele tenta comer esses itens t√≥xicos.

2. Ajude a dissipar a energia reprimida

Se seu filho está mostrando sinais de estresse e energia negativa reprimida, ajude-o a expulsar essa energia fazendo alguma atividade física, ou seja, correndo, pulando etc.

3. Use reforço positivo

Simplesmente tentar incentivar seu filho a n√£o consumir itens n√£o alimentares pode ser mais √ļtil do que pensamos. Palavras gentis e firmes e uma abordagem solid√°ria podem ajudar as crian√ßas a aprender a lidar com esses desejos. Puni√ß√£o ou repreens√£o podem afetar ainda mais a configura√ß√£o mental da crian√ßa.

PICA e Dist√ļrbios do Desenvolvimento

√Äs vezes, Pica talvez seja um sintoma de um dist√ļrbio ainda n√£o diagnosticado, como o autismo ou o TOC, pois esse comportamento √© frequentemente observado em pessoas com esses dist√ļrbios. De acordo com especialistas, as crian√ßas com autismo tendem a comer itens n√£o alimentares devido aos seguintes motivos:

  • Falta de capacidade de diferenciar: a crian√ßa pode n√£o ser capaz de dizer que o que est√° comendo n√£o √© para consumo e est√° realmente prejudicando-a. Nesses casos, tente ensinar seu filho a entender a diferen√ßa entre itens alimentares e n√£o alimentares.
  • Conforto e alegria na sensa√ß√£o de certos itens: a sensa√ß√£o de certos itens parece familiar e reconfortante para eles e, portanto, eles recorrem √† ingest√£o desses ‘alimentos de conforto’. Voc√™ pode usar refor√ßo positivo e negativo nesses casos e incentivar seu filho a encontrar conforto e familiaridade de outras maneiras (como um brinquedo ou um determinado tipo de alimento).

Pica tamb√©m foi classificada como um Transtorno Obsessivo-Compulsivo, no qual uma pessoa, apesar de saber que um determinado tipo de comportamento pode ser arriscado ou prejudicial, ainda se entrega ao mesmo. Nesses casos, √© melhor consultar psic√≥logos / pediatras infantis para mais exames, compreens√£o e tratamento. Al√©m disso, verifique se o seu m√©dico verifica se h√° infec√ß√Ķes ou efeitos colaterais no seu filho como resultado do consumo dessas toxinas. Isso garantir√° que seu filho pequeno n√£o enfrente consequ√™ncias prejudiciais.

Pica pode ser muito preocupante e também é difícil de lidar. Mas é certamente tratável e, com intervenção precoce, seu filho pode ser curado rapidamente. Cuidar.