contador gratuito Skip to content

Problemas digestivos comuns do bebê que você precisa conhecer

"Ser mãe é aprender sobre forças que você não sabia que tinha e lidar com medos que você não sabia que existiam." (Linda Wooten)

Com grandes poderes vem grandes responsabilidades. Quem saberia isso melhor do que uma mãe que sacrifica todos os seus confortos pelo filho? Este artigo orienta você em algumas dicas para superar alguns problemas comuns na criação de bebês.

Vídeo: 6 problemas digestivos comuns em bebês

Problemas digestivos em bebês

1. Refluxo

Os rec√©m-nascidos t√™m um delicado mecanismo de digest√£o que evolui com o tempo e o crescimento. O esf√≠ncter esof√°gico, uma v√°lvula que impede que os alimentos do est√īmago retornem ao tubo alimentar, ainda est√° se desenvolvendo em beb√™s, tornando a saliva e o refluxo um problema digestivo comum. Embora possa ser bastante angustiante para os novos pais, um fato conhecido √© que o refluxo √°cido diminui sozinho em 4 a 12 meses. Em casos extremos, √© necess√°ria interven√ß√£o m√©dica.

O que fazer?

  • Alimente o beb√™ na posi√ß√£o vertical.
  • Tente fazer o beb√™ arrotar o mais r√°pido poss√≠vel durante a alimenta√ß√£o.
  • Alimente por√ß√Ķes menores de f√≥rmula ou leite materno. Aumente a frequ√™ncia das sess√Ķes de alimenta√ß√£o para garantir que a nutri√ß√£o adequada ainda seja fornecida. Lembre-se, voc√™ prefere que seu filho termine a mamadeira em duas sess√Ķes, em vez de jogar toda a comida em uma.
  • Tente manter o beb√™ na posi√ß√£o vertical por pelo menos meia hora ap√≥s a mamada.

Quando chamar um médico?

Embora o refluxo n√£o seja uma condi√ß√£o grave para a sa√ļde, ele pode desencorajar a alimenta√ß√£o regular e, por sua vez, dificultar a satisfa√ß√£o das refei√ß√Ķes do beb√™. A maioria das crian√ßas supera essa condi√ß√£o quando come√ßa com s√≥lidos. No entanto, chame seu pediatra se notar algum dos seguintes:

  • Perda de apetite
  • Ganho de peso lento
  • Problemas respirat√≥rios
  • Solu√ßos recorrentes

2 v√īmitos

O v√īmito √© estressante para adultos e naturalmente traum√°tico para beb√™s. As causas mais comuns de v√īmito em beb√™s s√£o infec√ß√Ķes virais ou bacterianas. Embora voc√™ possa continuar alimentando o leite ou a f√≥rmula do seu filho para ajud√°-lo a lidar com a perda de l√≠quidos, aqui est√£o algumas coisas adicionais que voc√™ pode fazer para confort√°-lo.

O que fazer?

Continue a alimentar seu bebê, mas em rajadas mais curtas, em vez de longas mamadas. Isso a manterá hidratada ao longo do dia. Se você começar a recusar alimentos, consulte seu pediatra e ofereça remédios para reidratação oral.

Quando chamar um médico?

Ligue para o seu pediatra se:

  • Alimentos menores e suplementos de eletr√≥litos n√£o parecem dar um tempo, e o beb√™ ainda parece desconfort√°vel ou desidratado.
  • O v√īmito tem manchas biliares esverdeadas.
  • O v√īmito tem manchas de sangue.
  • O beb√™ tem v√īmitos repetidos, proj√©teis ou v√īmitos fortes.
  • O v√īmito √© acompanhado por diarr√©ia, indicando uma infec√ß√£o viral ou bacteriana.

3. G√°s

√Č natural que um beb√™ aspire muito ar durante os primeiros meses de mamada. Com o tempo e a experi√™ncia evolu√≠da, a quantidade de entrada de ar diminui. No entanto, para um beb√™ que ainda n√£o come√ßou a se mover, o ar aprisionado n√£o consegue encontrar uma maneira direta de elimina√ß√£o.

O que pode fazer?

Observou-se que os problemas de gás aliviam quando o bebê completa 3-4 meses ou começa a fazê-lo por conta própria. Esse desenvolvimento naturalmente ajuda a remover qualquer gás preso no intestino. Também ajuda se você:

  • Massageie a barriga do seu beb√™.
  • Bike suas pernas suavemente para ajudar a liberar o ar preso.
  • Garanta o tempo da barriga sob sua supervis√£o. No entanto, deixe uma grande lacuna entre a comida e o tempo da barriga para evitar saliva.
  • Se for alimentado com mamadeira, use o tamanho correto do mamilo para reduzir a quantidade de ar aspirado.

Quando chamar um médico?

Se seu bebê parecer desconfortável, apesar de tentar todos os remédios que ele conhece, seria aconselhável consultar seu médico para os controles necessários.

4. DIARR√ČIA

A diarr√©ia √© um dos dist√ļrbios gastrointestinais pedi√°tricos mais temidos, por√©m mais comuns. A diarr√©ia pode fazer com que os beb√™s tenham movimentos frequentes soltos ou aquosos. Isso pode levar rapidamente √† desidrata√ß√£o grave e deve ser tratado imediatamente. O rotav√≠rus √© o culpado mais comum por essa condi√ß√£o e, portanto, √© recomendado como uma das vacinas para beb√™s nos primeiros meses.

O que fazer?

Certifique-se de que seu beb√™ permane√ßa hidratado, continuando a oferecer pequenos, mas frequentes, alimentos para leite ou f√≥rmula. Tente reduzir os s√≥lidos temporariamente at√© o est√īmago descansar.

Quando chamar um médico?

Se a diarréia não parar depois de alguns dias, você precisará procurar um pediatra para obter medicamentos. No entanto, não espere para ver se seu filho;

  • Parece estranho
  • Parece desidratado com indica√ß√Ķes de pele seca e boca seca.
  • Seus olhos est√£o afundados
  • Geralmente let√°rgico

5. Cólica

Cólica é um termo para comportamento irritável inexplicável em bebês. Ao contrário do que se pensa, não há evidências concretas de que as cólicas estejam relacionadas a gases ou indigestão. Medicamente, uma criança que sofre de choro inconsolável de até 3 ou 4 horas, três ou mais vezes por semana, geralmente à noite; Acredita-se que seja cólica.

O que fazer?

  • Uso do beb√™: A maneira mais natural de confortar seu beb√™ √© mant√™-lo perto de voc√™. Usar o beb√™ √© uma das maneiras mais √ļteis para os pais manterem um beb√™ angustiado perto de voc√™ enquanto voc√™ pode fazer algum trabalho durante o dia.
  • Toque f√≠sico: estudos indicaram que gritos de c√≥lica tamb√©m podem ser a maneira como a crian√ßa expressa extrema ang√ļstia ou uma simples necessidade de aten√ß√£o. Pesquisas mostram que as crian√ßas que choram se acalmaram muito mais rapidamente quando em contato direto com os pais.
  • Rotina Di√°ria: Os beb√™s com c√≥licas se beneficiam muito de uma rotina oportuna que os ajuda a lidar com o novo mundo e atmosfera de maneira mais previs√≠vel.

Quando chamar um médico?

Se você acha que o comportamento cólico de seu filho não desaparece mesmo após os 3 meses de idade, seria bom consultar seu médico para discutir qualquer procedimento investigativo para descartar qualquer condição médica subjacente.

6. Constipação

As fezes duras em um estágio inicial são causadas quando o sistema digestivo trabalha duro para absorver nutrientes e excretar resíduos. Às vezes, a indigestão nos bebês pode piorar quando os bebês começam a beber sólidos.

O que fazer?

  • Certifique-se de que seu beb√™ bebe bastante l√≠quido na forma de leite ou f√≥rmula.
  • Reduza os cereais at√© que a situa√ß√£o seja atenuada.
  • Ofere√ßa alguns laxantes naturais como suco de ameixa.

Quando chamar um médico?

A constipação pode precisar de tratamento se:

  • Seu beb√™ parece muito desconfort√°vel nas fezes.
  • As fezes est√£o manchadas de sangue.
  • Seu beb√™ n√£o pode defecar.

7. Anormalidades do sistema digestivo

Às vezes, os bebês nascem com anormalidades genéticas em seus sistemas digestivos que podem exigir intervenção médica e até cirurgia corretiva.

O que fazer?

Embora essas anormalidades sejam raras, elas devem ser verificadas quanto a problemas digestivos inexplic√°veis ‚Äč‚Äčcom seu filho.

Quando chamar um médico?

  • √Äs vezes, o refluxo gastroesof√°gico pode ser causado devido a anormalidades do es√īfago, fazendo com que o conte√ļdo do est√īmago retorne ao es√īfago. Portanto, isso deve ser descartado se o beb√™ apresentar problemas repetidos de refluxo.
  • Se for observado v√īmito grave no beb√™, apesar da medica√ß√£o, poder√° ser necess√°ria investiga√ß√£o m√©dica para descartar quaisquer anormalidades no est√īmago.
  • Se voc√™ notar que o v√īmito do seu beb√™ est√° manchado de bile, ou seja, esverdeado, voc√™ deve imediatamente notific√°-lo ao seu m√©dico para verificar se h√° alguma anormalidade intestinal conhecida como m√° rota√ß√£o do v√≥lvulo.

conclus√£o

Embora sempre haja espa√ßo para o inesperado, √© melhor estar sempre preparado. A alegria de se tornar m√£e logo √© superada por todos os problemas que seu filho enfrenta. Desde indigest√£o em beb√™s a dist√ļrbios gastrointestinais pedi√°tricos, ajudamos voc√™ a entender os problemas digestivos mais comuns em beb√™s e como resolv√™-los.