Por que voc√™ deve parar o que est√° fazendo e assistir hoje ao ‘Ballet para TODOS OS MI√öDOS’

Por que você deve parar o que está fazendo e assistir hoje ao 'Ballet para TODOS OS MIÚDOS'

dancindanproductions.com

Eu tenho uma breve história da dança, como um caso de amor que se repetiu, que começou nos anos 80 e que eu ainda não consigo abalar. Há fotos minhas em cetim amarelo limão com franjas vermelhas nos recitais de dança aos seis anos de idade. Minha filha ocasionalmente corre pela sala com uma boá branca de outro show no início dos anos 90. E, se você pode acreditar, eu ainda tenho os sapatos de uma breve passagem de dança irlandesa.

A dança, para mim, era sempre divertida de uma maneira caprichosa, algo que eu revisitava de vez em quando, mas pelo qual não possuía amor ou disciplina suficientes para seguir de todo o coração.

Quando meu filho, Charlie, foi oficialmente diagnosticado com paralisia cerebral e, mais tarde, quando recebeu sua primeira cadeira de rodas, a dança no sentido tradicional parecia estar fora de questão. Mas então descobrimos a terapia de natação e a equitação e, de repente, todas essas coisas que eu achava impossíveis não eram apenas factíveis, mas também extraordinariamente benéficas para ele.

Ele, como eu, √© um amante da m√ļsica. Buscamos as bandas ao vivo na feira do condado ou o violino solit√°rio em uma esquina movimentada. E da cadeira, ele fecha os olhos, sorri com um sorriso f√°cil e balan√ßa a m√ļsica com mais ritmo do que eu j√° tive na pista de dan√ßa.

dancindanproductions.com

Ent√£o, foi com um cora√ß√£o alegre que ainda bate um pouco por sapatilhas de bal√© e espelhos de alongamento de grupo e de parede a parede que descobri o Ballet for ALL KIDS, um document√°rio que segue um grupo de crian√ßas com uma ampla gama de necessidades especiais. Aprenda a mover seus corpos para a m√ļsica e encontre a liberdade, a confian√ßa e a camaradagem que a dan√ßa pode trazer.

O document√°rio acompanha esses alunos no est√ļdio Ballet for All Kids, em Los Angeles, enquanto se preparam para o recital de dan√ßa e refletem sobre o que a dan√ßa significou para eles.

Sarah, que √© caloura na faculdade, diz: Dentro de uma dan√ßa, esque√ßo todas as enfermidades que tenho, sou livre – √© a coisa mais pr√≥xima de voar. E Liam, 12 anos, sonha com uma carreira profissional de bal√©, dizendo: “Quero ser como Mikhail Baryshnikov quando crescer”.

Isso √© o que eu nunca pude dizer sobre dan√ßa quando o fiz, mas que finalmente reconhe√ßo em Charlie. Ele alcan√ßa e encontra o acorde fundamental em voc√™, independentemente de sua capacidade. Ele esquece que ele est√° em uma cadeira enquanto as m√ļsicas v√£o. Ele se transforma em Ray Charles, John Travolta – que, se voc√™ pode imaginar isso por um momento em um garoto loiro de seis anos de idade em uma cadeira de rodas, √© uma maravilha ver.

E √© isso que vejo nesses alunos, de todas as idades e habilidades. Eles se re√ļnem para praticar a movimenta√ß√£o de seus corpos de maneiras que muitas vezes s√£o dif√≠ceis, de maneiras que exigem disciplina e foco, bem como a fisioterapia com a qual eles est√£o familiarizados em um sentido mais tradicional.

Mas isso n√£o √© tradicional nem cl√≠nico. √Č verdadeiramente uma terapia atrav√©s das artes e permite que se apropriem de seus corpos e de sua criatividade. Essas crian√ßas reservam aparelhos e caminhantes ao lado de sacolas de gin√°stica e jaquetas de aquecimento e empurram seus corpos com for√ßa, mas √© com alegria. Essa √© a chave. Porque tamb√©m √© divertido, tamb√©m divertido, eles n√£o se importam com o trabalho.

Quando Brianna entra no est√ļdio de dan√ßa, sua m√£e diz: “H√° um sorriso t√£o amplo quanto o Grand Canyon. Seu orgulho de si mesmo e sua excita√ß√£o que adv√©m do bal√© n√£o podem ser medidos ou comparados”.

dancindanproductions.com

√Č isso que eu quero para Charlie. A dan√ßa traz a oportunidade de autoconfian√ßa, e n√£o consigo pensar em algo mais vital para sua qualidade de vida do que o amor pelas artes e a confian√ßa em si mesmo. √Č por isso que ele monta cavalos e flutua em piscinas e dan√ßa nos meus bra√ßos na feira de rua. Tudo o que lhe trar√° a oportunidade de se mover de uma maneira agrad√°vel vale a pena.

O Ballet for All Kids tem locais em Los Angeles, Nova York e Chicago. Para uma prévia do documentário da Dancin Dan Productions, clique aqui. E se você secretamente desejava ser Barbarashnikov ou uma deusa do disco, mais poder para você.