Por que o álcool é a droga mais prejudicial?

Por que o álcool é a droga mais prejudicial?

O álcool é a droga mais perigosa do mundo quando se considera o dano causado a bebedores, amigos, famílias e sociedade em geral. O dano causado pelo álcool supera os perigos da heroína e do crack quando se leva em consideração o perigo geral para o usuário e outras pessoas.

Esta é a conclusão de um painel de especialistas britânicos que avaliaram e classificaram os danos causados ​​por 20 drogas diferentes, legais e ilegais.

Membros do Comitê Científico Independente da Grã-Bretanha sobre Drogas (ISCD) e dois especialistas do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) avaliaram cuidadosamente os danos causados ​​por cada droga em 16 categorias separadas.

A classificação dos medicamentos nocivos

Os cientistas classificaram cada medicamento em uma escala de 0 a 100 em nove áreas relacionadas ao dano que os medicamentos causam ao indivíduo e às sete categorias de danos que causam a outros. Observaram os danos físicos, psicológicos e sociais que as drogas causam à expectativa de vida, riscos à saúde, dependência, funcionamento mental, perda de elementos tangíveis, perda de relacionamentos, crime, custos para a sociedade, adversidades familiares e outros fatores.

Ao aplicar a análise de decisão com vários critérios a cada medicamento e depois avaliar quais danos são mais importantes que outros, os cientistas conseguiram atribuir a cada medicamento uma pontuação que poderia ser comparada e combinada entre os 16 critérios.

Danos causados ​​por drogas

Alguns dos danos ao usuário analisados ​​pelo painel incluem:

  • Morte específica por drogas
  • Morte relacionada a drogas
  • Danos à saúde
  • Dependência de drogas
  • Perda de relacionamentos

Alguns dos danos a outros que foram considerados incluem:

  • Crime
  • Dano ambiental
  • Conflito familiar
  • Danos internacionais
  • Custo econômico
  • Danos à coesão da comunidade.

A análise do painel mostrou que a heroína, o crack e a metanfetamina eram as drogas mais prejudiciais para o usuário, enquanto o álcool, a heroína e o crack eram os mais prejudiciais para os outros. Quando as duas áreas de dano foram combinadas, as drogas mais prejudiciais em geral foram álcool, heroína e crack.

As drogas mais nocivas

Aqui estão as pontuações que cada medicamento recebeu por dano geral causado em uma escala de 0 a 100:

Drogas legais causam muitos danos

O painel do ISCD, presidido pelo professor David Nutt, concluiu que os atuais sistemas de classificação de medicamentos não levam em consideração o dano real causado por vários medicamentos e têm pouca relação com o dano causado.

“É interessante notar que as duas drogas avaliadas, álcool e tabaco, estavam no segmento superior da escala de classificação, indicando que as drogas legais causam pelo menos tanto dano quanto as substâncias ilegais”, disse Nutt.

Nutt disse que as estratégias de saúde pública devem ser ajustadas para atacar agressivamente os danos causados ​​pelo álcool. É um passo válido e necessário, disse ele.