Pessoas pensam que bebês recém-nascidos são feios, diz estudo

Pessoas pensam que bebês recém-nascidos são feios, diz estudo

Todo mês, escrevo sobre um novo estudo que é benéfico para os pais do departamento Study Says da revista Metro Parent. Embora esses estudos devam esclarecer um tópico importante, existem alguns que simplesmente nunca deveriam ter sido realizados.

Caso em questão: pesquisas recentes que descobriram esperar que os adultos pensem que os recém-nascidos são feios é o exemplo perfeito do que não Pesquisar.

O estudo da Universidade Brock, no Canadá, analisou se a fofura de um bebê afetaria ou não a decisão dos pais adotivos de levar a criança para casa.

Para obter essa informa√ß√£o, os pesquisadores pediram a 142 participantes que olhassem 54 fotos de beb√™s e classificassem cada crian√ßa em uma escala de 1 a 9, com base em sugest√Ķes faciais. As fotos consistiam em beb√™s rec√©m-nascidos, com 3 e 6 meses de idade, e os participantes foram questionados se estariam dispostos a adotar cada beb√™. E sim, a vontade de adotar se baseava apenas na apar√™ncia.

As evidências? Acontece que a maioria dos adultos acreditava que as crianças de 6 meses eram as mais fofas e que os recém-nascidos eram os menos atraentes.

O pesquisador Tony Volk, professor associado de estudos sobre crian√ßas e jovens, ficou “surpreso” com os resultados, dizendo √† CBC que ele decidiu investigar duas teorias.

“Uma teoria √© que os rostos dos beb√™s s√£o fofos, para que os pr√≥prios beb√™s possam receber mais cuidados. Isso significa que os beb√™s est√£o no banco do motorista ‚ÄĚ, disse Volk. “(A outra √©) se os adultos percebem isso de maneira diferente, sugere que √© do interesse do adulto encontrar os rec√©m-nascidos t√£o atraentes quanto os beb√™s mais velhos”.

Além disso, Volk disse à CBC que a percepção de um adulto das pistas faciais de seu bebê pode realmente desempenhar um papel importante no abandono desse bebê nas primeiras semanas de vida.

N√£o entendo por que esse homem e sua equipe de pesquisadores est√£o investigando isso. √Č burro e uma perda de tempo pesquisar isso. Claro, os rec√©m-nascidos n√£o s√£o os mais atraentes e, sim, leva um tempo para eles crescerem aquelas bochechas gordinhas, mas fica muito confuso gastar tempo pesquisando se algu√©m abandonaria ou n√£o um beb√™ com base na apar√™ncia.

Já vi muitos recém-nascidos, e todos são lindos à sua maneira. E quando olhei para meu filho pela primeira vez, fiquei simplesmente admirado por ele, não apenas por sua beleza, mas pelo fato de sua entrada no mundo ser um milagre.

O que você acha deste estudo? Você também acha idiota? Conte-nos nos comentários.