contador gratuito Skip to content

Pesquisas podem ajudar idosos a manter sua massa muscular esquelética por mais tempo

pessoas velhas

Em um estudo inovador, os pesquisadores identificaram um mecanismo que impulsiona a elimina√ß√£o de mitoc√īndrias danificadas. A descoberta pode levar os pesquisadores um passo a mais no campo das terapias medicamentosas que ajudam os idosos a manter sua massa muscular esquel√©tica e fun√ß√£o f√≠sica por mais tempo. Leia tamb√©m – Raz√Ķes apoiadas pela ci√™ncia por tr√°s do ganho de peso, mesmo depois de se exercitar regularmente

Uma equipe da Escola de Ci√™ncias do Esporte, Exerc√≠cio e Reabilita√ß√£o da Universidade √© bem versada na investiga√ß√£o de m√°quinas din√Ęmicas nas c√©lulas chamadas mitoc√īndrias. As mitoc√īndrias atuam como usina el√©trica em todas as c√©lulas e ajudam a fornecer energia para todos os seres vivos. Leia tamb√©m – Novas pesquisas podem ajudar os idosos a permanecerem fisicamente fortes por um per√≠odo mais longo

Como as mitoc√īndrias s√£o t√£o importantes para o suprimento de energia, elas passam constantemente por s√≠ntese e se decomp√Ķem para atender √†s demandas de energia. No entanto, em pessoas mais velhas, o modo como as mitoc√īndrias s√£o naturalmente quebradas nas c√©lulas come√ßa a mudar, levando a um ac√ļmulo de mitoc√īndrias danificadas ou mitoc√īndrias antigas que n√£o est√£o funcionando t√£o bem. Leia tamb√©m – Os idosos resistem √†s tenta√ß√Ķes di√°rias e s√£o emocionalmente mais saud√°veis

Pensa-se que essas mudan√ßas possam contribuir para o decl√≠nio da fun√ß√£o dos m√ļsculos das pessoas mais velhas, o que, por sua vez, reduz suas capacidades f√≠sicas. A equipe queria descobrir mais sobre a quebra mitocondrial no m√ļsculo e os fatores que a controlam. Seus resultados s√£o publicados na revista FASEB.

O pesquisador-chefe Alex Seabright (candidato a PhD no laborat√≥rio Lai) desenvolveu uma nova ferramenta que usa etiquetas fluorescentes para estudar as mitoc√īndrias nas c√©lulas musculares. Nas c√©lulas saud√°veis, as redes de mitoc√īndrias aparecem douradas, mas ficam vermelhas quando sofrem decomposi√ß√£o.

Usando essa configura√ß√£o experimental, eles descobriram que a ativa√ß√£o de uma mol√©cula principal de sensor de energia, chamada prote√≠na quinase ativada por AMP (AMPK), ajuda a estimular a degrada√ß√£o mitocondrial. Essas descobertas interessantes sugerem que outros ativadores conhecidos da AMPK, como o exerc√≠cio, podem estimular a elimina√ß√£o de mitoc√īndrias danificadas, mantendo assim as mitoc√īndrias nos m√ļsculos saud√°veis ‚Äč‚Äče prolongando as capacidades f√≠sicas das pessoas mais velhas.

O l√≠der do projeto, Dr. Yu-Chiang Lai, diz: ‚ÄúA id√©ia de atingir a AMPK com drogas n√£o √© nova. Muitos estudos, incluindo alguns de nossos trabalhos anteriores, demonstram que a ativa√ß√£o da AMPK no m√ļsculo provoca muitos efeitos ben√©ficos no tratamento do diabetes tipo 2.

‚ÄúComo conseq√ľ√™ncia, muitas empresas farmac√™uticas est√£o atualmente trabalhando para desenvolver compostos pr√©-cl√≠nicos que ativam a AMPK. Esperamos que nossa nova descoberta acelere o desenvolvimento de medicamentos direcionados para ajudar a identificar compostos novos e seguros para ativar essa mol√©cula chave no m√ļsculo.

Alex Seabright acrescenta: ‚ÄúSabemos que os regimes de exerc√≠cios e dieta podem ser usados ‚Äč‚Äčpara ajudar as pessoas a manter sua massa muscular e capacidade f√≠sica mais tarde na vida. Por√©m, melhorar nosso entendimento sobre o porqu√™ da perda muscular ocorrer com o envelhecimento ajudar√° no desenvolvimento de interven√ß√Ķes farmacol√≥gicas direcionadas para ajudar as pessoas a permanecerem fisicamente capazes por mais tempo.

Publicado em: 24 de março de 2020 8:56.