Perfil reativo – Compreendendo o comportamento mais profundamente

Perfil Reativo

Aprenda sobre as principais características de pessoas que têm comportamento reativo

O mercado de trabalho atual exige cada vez mais que seus profissionais desenvolvam habilidades e habilidades que os tornam indivíduos altamente autônomos em suas atividades cotidianas. Isso significa que recrutadores, gerentes e até empregadores procuram colaboradores que saibam ser independentes ao realizar suas atividades diárias, para que a empresa como um todo ganhe e alcançar resultados extraordinário que ele anseia.

Entretanto, nós, que fazemos parte e monitoramos de perto a operação dos mais diversos ambientes corporativos, sabemos que ainda há um longo caminho a percorrer para ter mais profissionais com essas características nas organizações.

Portanto, hoje eu decidi falar sobre um perfil que ainda é bastante comum no ambiente organizacional, e que precisa de alguma orientação para que seus comportamentos sejam transformados e que ele possa mudar positivamente o curso de sua própria carreira. Eu estou falando sobre o perfil reativo.

Acompanhe-me nesta leitura e entenda melhor os comportamentos e características relacionados a esse perfil.

Conhecendo o perfil reativo

O profissional reativo, diferente do proativo, do qual eu já falei bastante em vários artigos aqui neste blog, é aquele colaborador que, em vez de antecipar as mais diversas situações que podem acontecer no seu dia-a-dia, espera que, de fato, uma determinada situação realmente se materialize , portanto, apenas tome alguma atitude para resolvê-lo.

É um indivíduo que praticamente não antecipa nada, ou seja, permanece aguardando as solicitações e ordens de seu gerente, para que somente dessa maneira ele realize suas atividades, sejam elas parte ou não de seu escopo de trabalho.

Em geral, esse tipo de comportamento é desaprovado no ambiente de trabalho, pois, como eu disse no começo do artigo, muitos recrutadores e gerentes procuraram profissionais cada vez mais autônomos e independentes, que resolvem as situações por conta própria e que trazem soluções para os mais variados processos organizacionais, em vez de aguardar pedidos de seus líderes.

Uma das razões, tanto para essas quanto para muitas outras demandas, está no fato de o líder ser uma figura que precisa se preocupar em resolver grandes problemas em sua vida cotidiana, ou seja, para ele é praticamente inviável parar para pedir ou peça a um membro da equipe para executar o que se espera executar ou para resolver um problema que você é totalmente capaz de resolver.

Sendo assim, é essencial ser cada vez mais pró-ativo, não apenas para colaborar com o líder ou para o bom desenvolvimento das atividades da equipe, mas também para progredir na sua carreira, se o oposto estiver estagnado e for todo mundo quem é mais afetado por sua falta de atitude.

Principais características do perfil reativo

É essencial conhecer um pouco mais sobre esse perfil, pois ajuda os dois profissionais a evitar esse tipo de comportamento, como recrutadores e administradores identificar se estão lidando, no dia a dia, com colaboradores com essas características.

E, falando sobre características, veja quais são as principais, parte do perfil das pessoas reativas.

  • Pouco indivíduo pró-ativo, isto é, ele não se antecipa, no sentido de resolver problemas;
  • Você espera que seu gerente peça ou o instrua a fazer algo;
  • Evite sair da sua zona de conforto, pois está acostumado a fazer apenas as atividades mais básicas;
  • Tome atitudes somente depois que o problema for estabelecido;
  • Não contribui com soluções inovadoras e criativas, para colaborar com a equipe, bem como com os processos organizacionais;
  • Ele não tem visão sistêmica, ou seja, ele não pensa em seus colegas de trabalho ou na empresa, ele pensa apenas em si mesmo e em fazer apenas o que eles mandam;
  • Sempre opte pela maneira mais fácil, para atender às suas demandas mais rapidamente, mesmo que essa não seja a melhor opção.

As pessoas com esse perfil e essas características geralmente são assim, porque, como eu disse em um dos tópicos, eles se acostumaram a viver em suas zonas de conforto e evitar deixá-lo o máximo possível. Isso ocorre porque são indivíduos que têm medo de mudar, o que significa que não fazem nada além do que já estão acostumados, sendo o oposto completo daqueles profissionais que têm a proatividade como ponto forte.

Como passar de reativo para proativo?

Se você leu tudo o que escrevi até agora e sentiu que precisa melhorar alguns pontos de seu desempenho profissional e se tornar um pouco mais proativo, para poder contribuir com a empresa, com a equipe que está fazendo e, principalmente, com Sua carreira em geral, aqui estão algumas dicas extraordinárias sobre o que você pode fazer para mudar esse cenário em que você está hoje. Saída:

Veja como você pode trazer soluções

Um profissional proativo é aquele que pensa constantemente nas soluções que ele pode trazer, não apenas para solucionar problemas ou antecipá-los, mas também para implementar melhorias nos processos da organização como um todo.

Nesse sentido, o que você pode fazer é uma análise de suas atividades, verificando como elas podem ser constantemente aprimoradas e como você, como profissional interessado em aumentar seu desempenho, pode trazer soluções verdadeiramente inovadoras, tanto para as atividades que você já realiza , em termos dos problemas que a empresa enfrenta e também de seus processos de maneira geral.

Desenvolvendo a visão sistêmica

Essa é uma característica que está claramente presente em praticamente todos os profissionais considerados proativos. Isso significa que são pessoas que pensam além de suas posições e funções, ou seja, estão mais preocupadas com o todo que faz parte da empresa, do que apenas com suas próprias atividades.

Sendo assim, é essencial que, a partir deste momento, você comece a fazer esse exercício, pense além das demandas que são suas obrigações, entendendo que o todo impacta positiva ou negativamente em suas atividades. Portanto, é importante ter em mente que, se a empresa em geral está indo bem, certamente seu trabalho também tem possibilidades de ir bem.

Depois reflita: como você pode contribuir ainda mais para o crescimento da empresa como um todo e, consequentemente, você também?

antecipar-se

Esperar que lhe digam o que fazer definitivamente não faz parte do indivíduo proativo. Em vez disso, são pessoas que levantam e fazem o que precisa ser feito para que tudo corra bem e resultados extraordinários sejam alcançados.

Portanto, essa é uma das principais mudanças comportamentais que você deve implementar no seu dia a dia. Não fique esperando que seu gerente peça para você fazer algo, veja por si mesmo o que você pode fazer mais e isso o ajudará e ajudará sua equipe. Experimente, pouco a pouco, todos os dias, e você verá o quanto evoluirá nesse sentido, pessoal e profissionalmente.

Pense fora da caixa

Pessoas proativas são aquelas que pensam em fazer coisas diferentes todos os dias, para que seu desempenho seja constantemente aprimorado. Meu conselho, nesse sentido, é que você faça o mesmo, ou seja, veja como você pode pensar fora da caixa, como você pode sair da sua zona de conforto e fazer algo diferente todos os dias, como nunca antes, para trazer soluções criativo e inovador para a empresa, para seus colegas e também para si mesmo.

Coaching

Eu realmente acredito que um treinamento de Coaching o ajudará a desenvolver essas e muitas outras características necessárias para que você definitivamente deixe de ser uma pessoa reativa e se torne proativa, não apenas no ambiente profissional, mas também no pessoal.

Através de um curso como Profissional e Auto-treinamento – PSC, aqui no IBC, você terá acesso a técnicas e ferramentas de treinamento capazes de ajudá-lo durante todo esse processo de mudança de comportamentos e atitudes.

Através deste treinamento poderoso, você desenvolverá sua visão sistêmica, poderá pensar em novas maneiras de antecipar problemas, pensar fora da caixa, sempre criativa e inovadora, concentrando-se principalmente na solução de problemas, em vez de focar no problema em si. Além disso, você pode encontrar maneiras eficientes de sair da sua zona de conforto, de forma eficaz e na prática.

Permite descobrir esse universo de possibilidades e transformar seu desempenho pessoal e profissional através do PSC.

Inscreva-se agora para a próxima aula em sua cidade!

Sendo da Luz, o que você encontrou deste conteúdo? Você gostou do meu conselho? Você se considera reativo ou proativo? Deixe seu comentário e lembre-se sempre de compartilhar com seus amigos em suas redes sociais.

Direitos autorais: 465348002 – https://www.shutterstock.com/es/g/filipefrazao