contador gratuito Skip to content

Perda de emprego e estresse no desemprego

Perda de emprego e estresse no desemprego

Embora o estresse de perder o emprego possa parecer esmagador, há muitas coisas que você pode fazer para controlar a situação, manter o espírito e encontrar um renovado senso de propósito.

O estresse de perder um emprego

Se voc√™ foi demitido, reduzido, for√ßado a se aposentar cedo ou viu o contrato acabar, a perda do emprego √© uma das experi√™ncias mais estressantes da vida. Al√©m da ang√ļstia financeira √≥bvia que isso pode causar, o estresse de perder um emprego tamb√©m pode afetar muito seu humor, relacionamentos e sa√ļde mental e emocional.

Nossos empregos geralmente são mais do que apenas a maneira como ganhamos a vida. Eles influenciam a forma como nos vemos, bem como a maneira como os outros nos veem. Mesmo que você não amasse seu trabalho, isso provavelmente lhe proporcionaria uma saída social e proporcionaria uma estrutura, um propósito e um significado à sua vida. De repente, ficar sem emprego pode fazer você se sentir magoado, zangado ou deprimido. Você pode estar questionando sua identidade, sofrendo com tudo o que perdeu ou se sentindo ansioso com o que o futuro reserva.

Dependendo das circunst√Ęncias do seu desemprego, voc√™ pode se sentir tra√≠do pelo seu empregador, impotente pela dire√ß√£o de sua vida ou se culpar por alguma falha ou erro percebido. O estresse e a preocupa√ß√£o podem parecer esmagadores. Mas n√£o importa o qu√£o sombrias as coisas pare√ßam agora, h√° esperan√ßa. Com o tempo e as t√©cnicas corretas de enfrentamento, voc√™ pode lidar com esses contratempos, aliviar o estresse e a ansiedade e seguir em frente com sua vida profissional.

Se você perdeu o emprego devido ao surto de coronavírus

Milh√Ķes de pessoas em todo o mundo perderam seus empregos, fontes de renda ou foram beneficiadas como resultado da pandemia do COVID-19. Embora a natureza generalizada e sem precedentes da crise signifique que voc√™ n√£o deve sentir culpa pela sua situa√ß√£o, isso pode ser de pouco conforto quando voc√™ est√° estressado em pagar contas e colocar comida na mesa.

√Č f√°cil sentir-se oprimido pela incerteza sobre quando e como a economia se recuperar√° ou se voc√™ conseguir√° encontrar trabalho. √Č importante saber que voc√™ n√£o est√° sozinho; muitos de n√≥s enfrentamos a mesma inseguran√ßa neste momento. Al√©m das dicas a seguir para lidar com o estresse de perder um emprego, tamb√©m existem etapas a serem seguidas para lidar melhor com circunst√Ęncias incontrol√°veis ‚Äč‚Äče um futuro incerto.

Lidar com a dica de estresse para perda de emprego 1: permita-se lamentar

O luto é uma resposta natural à perda, e isso inclui a perda de um emprego. Além da perda de renda, o desemprego também traz outras grandes perdas, algumas das quais podem ser igualmente difíceis de enfrentar:

  • Um sentimento de controle sobre sua vida
  • Sua identidade profissional
  • Sua auto-estima e autoconfian√ßa
  • Uma rotina di√°ria
  • Atividade proposital
  • Amizades e uma rede social baseada no trabalho
  • Voc√™ e sua fam√≠lia sentem seguran√ßa

Enfrentando seus sentimentos

Enquanto todo mundo sofre de maneira diferente, existem maneiras saud√°veis ‚Äč‚Äče n√£o saud√°veis ‚Äč‚Äčde lamentar a perda de seu emprego. Pode ser f√°cil recorrer a h√°bitos como beber demais ou consumir muita comida lixo para conforto. Mas isso apenas proporcionar√° al√≠vio fugaz e, a longo prazo, far√° voc√™ se sentir ainda pior. Por outro lado, reconhecer seus sentimentos e desafiar seus pensamentos negativos o ajudar√° a lidar com a perda e seguir em frente.

  • Reserve um tempo para se ajustar. Lamentar a perda de seu emprego e se ajustar ao desemprego pode levar tempo. V√° com calma e n√£o tente reprimir seus sentimentos. Se voc√™ se permitir sentir o que sente, at√© os sentimentos mais desagrad√°veis ‚Äč‚Äče negativos passar√£o.
  • Escreva sobre seus sentimentos. Expresse tudo o que voc√™ sente ao ser demitido ou desempregado, incluindo coisas que voc√™ gostaria de ter (ou n√£o) dito ao seu ex-chefe. Isso √© especialmente cat√°rtico se o seu t√©rmino foi tratado de maneira insens√≠vel.
  • Aceite a realidade. Embora seja importante reconhecer o qu√£o dif√≠cil pode ser a perda de emprego e o desemprego, √© igualmente importante evitar chafurdar. Em vez de insistir no seu trabalho, perde-se a injusti√ßa, qu√£o mal foi administrada, as maneiras que voc√™ poderia ter evitado ou como seria melhor a vida se n√£o tivesse aceitado a situa√ß√£o. Quanto mais cedo voc√™ fizer isso, mais cedo poder√° continuar com a pr√≥xima fase da sua vida.
  • Evite se bater. √Č f√°cil come√ßar a criticar ou culpar a si mesmo quando voc√™ est√° desempregado. Mas √© importante evitar se colocar para baixo. Voc√™ precisar√° de sua autoconfian√ßa para permanecer intacto enquanto procura um novo emprego. Desafie todos os pensamentos negativos que passam pela sua cabe√ßa. Se voc√™ come√ßar a pensar: sou um perdedor, escreva as evid√™ncias em contr√°rio: perdi meu emprego por causa do bloqueio, n√£o porque era ruim no meu trabalho.
  • Pense na sua perda de emprego como um rev√©s tempor√°rio. As pessoas mais bem-sucedidas sofreram grandes contratempos em suas carreiras, mas mudaram as coisas, recuperando-se, aprendendo com a experi√™ncia e tentando novamente. Voc√™ pode fazer o mesmo.
  • Procure por qualquer revestimento de prata. Os sentimentos gerados pela perda de um emprego s√£o mais f√°ceis de aceitar se voc√™ puder encontrar a li√ß√£o em sua perda. Isso pode ser muito dif√≠cil em um ponto t√£o baixo da sua vida, mas pergunte a si mesmo se h√° algo que possa aprender com essa experi√™ncia. Talvez seu desemprego tenha lhe dado a chance de refletir sobre o que voc√™ quer da vida e repensar suas prioridades de carreira. Talvez isso tenha feito voc√™ mais forte. Se voc√™ procurar, poder√° encontrar algo de valor.

Dica 2: procure manter-se forte

Sua rea√ß√£o natural nesse momento dif√≠cil pode ser afastar-se dos amigos e da fam√≠lia por vergonha ou vergonha. Mas n√£o subestime a import√Ęncia de outras pessoas quando se depara com o estresse da perda de emprego e do desemprego. O contato social √© o ant√≠doto da natureza para o estresse. Nada funciona melhor para acalmar seu sistema nervoso do que conversar cara a cara com um bom ouvinte.

  • A pessoa com quem voc√™ conversa n√£o precisa oferecer solu√ß√Ķes; eles apenas precisam ser um bom ouvinte, algu√©m que ou√ßa atentamente sem se distrair ou julgar.
  • Al√©m de fazer uma enorme diferen√ßa na maneira como voc√™ se sente, entrar em contato com outras pessoas pode ajud√°-lo a se sentir mais no controle de sua situa√ß√£o, e voc√™ nunca sabe quais oportunidades surgir√£o.
  • Voc√™ pode resistir a pedir apoio por orgulho, mas a abertura n√£o far√° de voc√™ um fardo para os outros. De fato, a maioria das pessoas ficar√° lisonjeada por voc√™ confiar nelas o suficiente para confiar nelas, e isso apenas fortalecer√° seu relacionamento.

Desenvolvendo novos relacionamentos após sua perda de emprego

Quando perdemos nossos empregos, muitos de nós também perdemos as amizades e as redes sociais que foram construídas no local de trabalho. Mas nunca é tarde para expandir sua rede social fora do trabalho. Pode ser crucial tanto para ajudá-lo a lidar com o estresse da perda de emprego quanto para encontrar um novo emprego.

Construa novas amizades. Conheça novas pessoas com interesses comuns, participando de uma aula ou ingressando em um grupo, como um clube do livro, clube do jantar ou equipe de esportes.

Ingressar em um clube de emprego. Outros candidatos a emprego podem ser fontes inestim√°veis ‚Äč‚Äčde incentivo, apoio e oportunidades de emprego. Estar perto de outras pessoas que enfrentam desafios semelhantes pode ajudar a energizar e motivar voc√™ durante sua busca de emprego.

Rede para novo emprego. A grande maioria das vagas de emprego nunca é anunciada; eles são preenchidos por redes. O trabalho em rede pode parecer intimidador ou difícil, especialmente quando se trata de encontrar um emprego, mas não precisa ser, mesmo se você é um introvertido ou sente que não conhece muitas pessoas.

Se envolva na sua comunidade. Tente participar de um evento local, orientar jovens, apoiar sua igreja ou templo ou tornar-se politicamente ativo.

Dica 3: envolva sua família para obter suporte

O desemprego afeta toda a família, portanto, não tente arcar com seus problemas sozinho. Manter em segredo a sua perda de emprego só piorará a situação. O apoio de sua família pode ajudá-lo a sobreviver e prosperar, mesmo durante esse período difícil.

Abra a sua família. Seja para aliviar o estresse ou lidar com a dor da perda de emprego, agora é a hora de se apoiar nas pessoas que se preocupam com você, mesmo que você se orgulhe de ser forte e auto-suficiente. Mantenha-os informados sobre sua pesquisa de emprego e diga como eles podem apoiá-lo.

Ou√ßa as preocupa√ß√Ķes deles. Os membros da sua fam√≠lia est√£o preocupados com voc√™, assim como com a pr√≥pria estabilidade e o futuro. D√™ a eles a chance de falar sobre suas preocupa√ß√Ķes e oferecer sugest√Ķes sobre sua busca de emprego.

Arranje tempo para diversão em família. Separe um tempo regular para diversão em família, onde poderá desfrutar da companhia um do outro, desabafar e esquecer seus problemas de desemprego. Isso ajudará toda a família a permanecer positiva.

Ajudar as crianças a lidar com a perda de emprego dos pais

As crian√ßas podem ser profundamente afetadas pelo desemprego dos pais. √Č importante que eles saibam o que aconteceu e como isso afetar√° a fam√≠lia. No entanto, tente n√£o sobrecarreg√°-los com muitos detalhes emocionais ou financeiros.

Mantenha um di√°logo aberto com seus filhos. As crian√ßas t√™m uma maneira de imaginar o pior quando escrevem seus pr√≥prios “roteiros”, para que a verdade seja realmente muito menos devastadora do que eles imaginam.

Verifique se seus filhos sabem que n√£o √© culpa de ningu√©m. As crian√ßas podem n√£o entender a perda de emprego e pensar imediatamente que voc√™ fez algo errado para causar isso. Ou eles podem sentir que de alguma forma eles s√£o respons√°veis ‚Äč‚Äčou financeiramente onerosos. Eles precisam de seguran√ßa nessas quest√Ķes, independentemente da idade.

As crianças precisam sentir como se estivessem ajudando. Eles querem ajudar e permitir que contribuam de maneiras como aceitar um corte na subsídio, adiar compras caras ou conseguir um emprego depois da escola pode fazê-los sentir como se fizessem parte da equipe.

Dica 4: encontre outras maneiras de se definir

Para muitos de nós, nosso trabalho molda nossas identidades e define quem somos. Afinal, quando você conhece alguém novo, uma das primeiras perguntas que eles fazem é: O que você faz? Quando perdemos nossos empregos, sentimos uma perda de si. Mas é importante lembrar que estar desempregado não precisa definir quem você é como pessoa. Cabe a você se definir, não o estado da economia ou a decisão de uma empresa de demiti-lo.

Prossiga atividades que tragam propósito e alegria à sua vida. Ao buscar hobbies, atividades e relacionamentos significativos, você pode reafirmar que essas coisas o definem como indivíduo, não como status de emprego. Todos temos maneiras diferentes de experimentar significado e alegria; portanto, escolha algo que seja importante para você.

Experimente um novo hobby que enriquece seu espírito ou escolha um hobby há muito negligenciado. Se você negligenciou atividades externas em favor do trabalho, agora é a hora de assistir a uma aula, ingressar em um clube ou aprender algo como uma língua estrangeira ou uma nova habilidade relacionada ao trabalho. No momento em que o dinheiro pode ser escasso, procure eventos e atividades de baixo custo para participar.

Expresse-se de forma criativa. Escreva suas memórias, inicie um blog, comece a pintar ou fotografar.

Passe algum tempo na natureza. Trabalhe no seu quintal, fa√ßa uma caminhada panor√Ęmica, exercite um cachorro ou pesque ou acampe. Passar um tempo na natureza tamb√©m √© um √≥timo calmante.

Voluntário. Ajudar os outros ou apoiar uma causa que é importante para você é uma excelente maneira de manter um senso de significado e propósito em sua vida. O voluntariado também pode fornecer experiência profissional, suporte social e oportunidades de networking.

Dica 5: Mova-se para aliviar o estresse

Se os compromissos de trabalho impediram que voc√™ se exercitasse regularmente antes, √© importante reservar um tempo agora. O exerc√≠cio √© um ant√≠doto poderoso para o estresse. Al√©m de relaxar os m√ļsculos tensos e aliviar a tens√£o no corpo, o exerc√≠cio libera endorfinas poderosas para melhorar seu humor. Cortar sua cintura e melhorar seu f√≠sico tamb√©m pode dar um impulso √† sua autoconfian√ßa.

  • Procure exercitar-se por 30 minutos ou mais por dia ou divida-o em breves rajadas de 10 minutos de atividade. Uma caminhada de 10 minutos pode elevar o √Ęnimo por duas horas.
  • O exerc√≠cio r√≠tmico, em que voc√™ move os bra√ßos e as pernas, √© uma maneira extremamente eficaz de melhorar o humor, aumentar a energia, aprimorar o foco e relaxar a mente e o corpo. Tente caminhar, correr, muscula√ß√£o, nata√ß√£o, artes marciais ou at√© dan√ßar.
  • Para maximizar o al√≠vio do estresse, em vez de continuar se concentrando em seus pensamentos, concentre-se em seu corpo e em como ele se move: a sensa√ß√£o de seus p√©s atingindo o ch√£o, por exemplo, ou o vento em sua pele.

Dica 6: Coma bem para manter o foco

Sua dieta pode parecer a √ļltima coisa com a qual voc√™ deve se preocupar quando estiver enfrentando o estresse de perder o emprego e tentar sobreviver. Mas o que voc√™ coloca no seu corpo pode ter um efeito enorme nos seus n√≠veis de energia e positividade.

Minimize o a√ß√ļcar e os carboidratos refinados. Voc√™ pode desejar lanches a√ßucarados ou alimentos de conforto, como massas, p√£o branco, batatas ou batatas fritas, mas esses alimentos ricos em carboidratos rapidamente levam a uma queda de humor e energia.

Reduza a ingest√£o de alimentos que podem afetar adversamente o seu humor, como cafe√≠na e conservantes ou horm√īnios qu√≠micos.

Coma mais √°cidos graxos √īmega-3 para dar um impulso ao seu humor. As melhores fontes s√£o peixes gordurosos (salm√£o, arenque, cavala, anchova, sardinha), algas marinhas, linha√ßa e nozes.

Evite nicotina. Fumar quando você está estressado pode parecer calmante, mas a nicotina é um poderoso estimulante, levando a níveis mais altos, e não mais baixos, de estresse e ansiedade.

Beba álcool com moderação. O álcool pode reduzir temporariamente a preocupação, mas muito pode causar ansiedade ainda maior à medida que desaparece.

Dica 7: Cuide-se

O estresse da perda de emprego e do desemprego pode afetar seu bem-estar e deix√°-lo mais vulner√°vel a problemas de sa√ļde mental. Agora, mais do que nunca, √© importante cuidar de si mesmo.

Mantenha o equilíbrio em sua vida. Não deixe sua pesquisa de emprego consumir você. Reserve um tempo para diversão, descanso e relaxamento, o que o revitalizar. Sua busca de emprego será mais eficaz se você estiver mentalmente, emocionalmente e fisicamente no seu melhor.

Durma bastante. O sono tem uma enorme influência no seu humor e produtividade. Certifique-se de ter entre 7 a 8 horas de sono todas as noites. Isso ajudará você a manter seus níveis de estresse sob controle e a manter o foco durante toda a procura de emprego.

Pratique t√©cnicas de relaxamento. T√©cnicas de relaxamento, como respira√ß√£o profunda, medita√ß√£o e ioga, s√£o um ant√≠doto poderoso para o estresse. Eles tamb√©m aumentam seus sentimentos de serenidade e alegria e ensinam como se manter calmo e calmo em situa√ß√Ķes desafiadoras, incluindo entrevistas de emprego.

Dica 8: mantenha-se positivo para manter sua energia

Se você demorar mais do que o esperado para encontrar trabalho, as dicas a seguir podem ajudá-lo a manter o foco e a otimização.

Mantenha uma rotina diária regular. Quando você não tem mais um emprego para relatar todos os dias, pode facilmente perder a motivação. Trate sua pesquisa de emprego como um trabalho, com um horário diário de início e término, com horários regulares para exercícios e networking. Seguir um cronograma definido o ajudará a ser mais eficiente e produtivo.

Crie um plano de procura de emprego. Evite ficar impressionado ao dividir grandes objetivos em etapas pequenas e gerenciáveis. Em vez de tentar fazer tudo de uma vez, defina prioridades. Se você não está tendo sorte em sua busca de emprego, reserve um tempo para repensar seus objetivos.

Liste seus pontos positivos. Fa√ßa uma lista de todas as coisas que voc√™ gosta sobre si mesmo, incluindo habilidades, tra√ßos de personalidade, realiza√ß√Ķes e sucessos. Anote os projetos dos quais voc√™ se orgulha, as situa√ß√Ķes em que se destacou e as habilidades que desenvolveu. Revise esta lista frequentemente para se lembrar de seus pontos fortes.

Concentre-se no que voc√™ pode controlar. Voc√™ n√£o pode controlar a rapidez com que um empregador em potencial liga de volta ou se eles decidem ou n√£o contrat√°-lo. Em vez de desperdi√ßar sua energia preciosa se preocupando com situa√ß√Ķes que est√£o fora de suas m√£os, concentre sua aten√ß√£o no que voc√™ pode controlar durante o desemprego, como aprender novas habilidades, escrever uma excelente carta de apresenta√ß√£o e curr√≠culo e marcar reuni√Ķes com seus contatos de rede .

Sirva-se de permanecer na tarefa. Se voc√™ estiver com problemas para seguir essas dicas de auto-ajuda para lidar com a perda de emprego e o estresse no desemprego, o Emotional Intelligence Toolkit gratuito da HelpGuide pode ajudar. Ao aprender a gerenciar pensamentos problem√°ticos, estresse e emo√ß√Ķes dif√≠ceis, voc√™ achar√° mais f√°cil seguir com inten√ß√Ķes positivas e recuperar o controle de sua busca de emprego.

Autores: Melinda Smith, M.A., Jeanne Segal, Ph.D. e Lawrence Robinson. Última atualização: abril de 2020.