Pensamento rápido: pontos positivos e negativos.

Pensamento rápido

Pensamento rápido

Aprenda sobre os pontos positivos e negativos do pensamento rápido.

Você é um daqueles que sempre tem a resposta no seu idioma para tudo? Ou aqueles que preferem refletir cuidadosamente antes de dar sua opinião ou expressar sua opinião a outras pessoas? Ou você está no meio do caminho e está agindo de vez em quando? Independentemente de suas características e personalidade, o cérebro possui sistemas que nos ajudam a tomar decisões cotidianas.

Nosso cérebro está 100% do tempo em operação constante, mas isso não significa necessariamente que está se exercitando. Assim como os músculos do corpo precisam de exercícios regulares para se fortalecerem, o cérebro deve se exercitar para que possa atingir todo o seu potencial e ser sempre preciso.

Eu tenho as coisas certas

para você entender do que se trata

e como funciona

método poderoso!

Eu quero

Eu tenho as coisas certas

para você entender do que se trata

e como funciona

método poderoso!

Eu quero ×

Preencha o formulário AGORA para descobrir!

Sempre fazendo as mesmas atividades nos mantém em uma zona de conforto que não é favorável para o cérebro, por isso é importante realizar tarefas diferentes e que exigem esforço, pois elas funcionarão como treinamento. Estimular a mente diariamente é o que desenvolverá sua capacidade de pensar rápido e se tornará mais eficaz no pensamento.

Pensamento rápido e boa memória são ótimos exemplos dos benefícios de treinar sua mente com frequência. No entanto, como tudo na vida, quando é superestimulada, especialmente pelo excesso de informações características da vida conectada que levamos, isso pode levar a uma série de problemas que, em vez de ajudar tomando uma decisão dia após dia, eles nos impedem e nos impedem de fazer o que precisamos.

A explicação científica por trás da nossa maneira de pensar.

No livro “Rápido e devagar: duas maneiras de pensar”, Daniel Kahneman, considerado um dos melhores estudiosos da mente humana hoje e vencedor do Prêmio Nobel de Economia de 2002, apresenta os processos que fazem nosso cérebro assimilar informação rápida ou lenta

Segundo estudos de especialistas, todos temos dois sistemas que influenciam diretamente a maneira como agimos e pensamos. São eles:

  • Sistema 1: responsável por nosso pensamento rápido, intuitivo e automático. Responsável por grande parte de nossa percepção do mundo.
  • Sistema 2: parte da mente com a qual nos identificamos mais na vida cotidiana, porque gostamos de pensar que sempre somos pessoas razoáveis ​​e racionais. É responsável pela reflexão, racionalização e solução de problemas complexos, mas lentos, e de um nascimento preguiçoso.

Kahneman explica que grande parte do nosso comportamento vem de nossas habilidades e que esse é um processo mental automático e não racional. Normalmente, as coisas vêm à mente automaticamente, no entanto, se elas estão corretas ou não, é outra história. Segundo o aluno, o problema é que, subjetivamente, não sabemos a diferença entre os momentos em que a intuição e o raciocínio rápido estão corretos e quando estão errados. Por outro lado, pensar lentamente em tudo é simplesmente impossível. Para ele, não há escolha, mas, às vezes, podemos identificar situações em que nossa intuição está nos levando ao caminho errado e é nesse momento que é importante desacelerar.

Síndrome do pensamento acelerado

A síndrome do pensamento acelerado (SPA) é considerada uma patologia moderna resultante da vida acelerada que a maioria das pessoas leva hoje. Segundo a Liga Acadêmica de Saúde Mental da LISAN, Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, esta é uma síndrome que afeta mais de 80% da população mundial, sem restrição de idade. No entanto, as pessoas que estão sob pressão constante e precisam lidar com prazos e metas urgentes são as mais afetadas. Leia para entender como essa síndrome se manifesta.

O SPA é o resultado da superprodução de pensamentos a uma velocidade tão alta que gera estresse e exaustão cerebral. Tudo isso é consequência da grande quantidade de estímulos e atividades sociais que o indivíduo experimenta diariamente: muita informação prejudica o desenvolvimento de funções de inteligência, como pensar antes de agir, ser resistente, colocar-se no lugar dos outros e expor idéias sem impor-lhes .

Em geral, pessoas com síndrome do pensamento rápido acabam desperdiçando mais energia com a atividade cerebral constante e se sentem cansadas, mesmo que não tenham sido fisicamente ativas. Não subestime o poder da mente, pensando também se cansa.

Para resolver o problema e lidar com a sobrecarga de informações, é importante fazer uma auto-análise e entender o que pode estar afetando sua maneira de pensar, desenvolvendo suas atividades e expressando sua opinião para outras pessoas.

Vale a pena perguntar se todas as informações que você possui são realmente necessárias e se realmente precisam de tantos dispositivos móveis, aplicativos e interatividade. Existe algum mal em desacelerar um pouco e dedicar um tempo para refletir, meditar e dizer adeus ao estresse?

Manter os níveis de ansiedade dentro dos padrões normais ajuda a manter a saúde atualizada e facilita o enfrentamento das adversidades cotidianas. Nesse sentido, você deve ser seletivo com as atividades realizadas, propondo fazer apenas o que sua mente e seu corpo apoiam. Dê uma olhada crítica em suas escolhas.

Ajuda neurolinguística

Como diriam nossos avós, não tão rápido, nem tão lentamente. Como vimos, é muito importante manter um equilíbrio e tentar entender os processos que nos ajudam a pensar e decidir as coisas.

Nesse contexto, é possível usar o conhecimento da neurolinguística e metodologia de treinamento para adquirir ferramentas adequadas para poder controlar sua mente, aumentando assim sua inteligência emocional e desenvolvendo as percepções e comportamentos necessários para manter a mente em ordem.

Você literalmente precisa treinar seu cérebro e, para isso, nada melhor do que um treinador ao seu lado. Para isso, é essencial entender a idéia de que mente, corpo e linguagem interagem para criar a percepção que cada indivíduo tem do mundo, e essa percepção pode ser modificada a partir de técnicas e ferramentas direcionadas exatamente para isso.

Clique aqui para aprender como se desenvolver continuamente! Baixe “Tudo sobre treinamento” agora mesmo!

Consciente da importância da neurolinguística em nossas vidas, o Instituto Brasileiro de Treinamento (IBC) criou um treinamento exclusivo em autoconsciência mental, com o objetivo de modificar o pensamento, o comportamento e a comunicação, onde você aprenderá a usar as forças potenciais do seu cérebro para faça as escolhas certas de maneira eficiente e satisfatória. Treinando em Programação Neuro-Linguística (PNL) é destinado a todas as pessoas que desejam expandir sua experiência trabalhando em aspectos que envolvem a mente, comportamentos e linguagem. Interessado Clique aqui e comece a pensar de maneira diferente.

O que você acha deste artigo? Deixe sua opinião aqui e compartilhe o conteúdo com seus amigos nas redes sociais.

Direitos autorais: 166503860 – https://www.shutterstock.com/g/bowie15