contador gratuito Skip to content

Os danos da competitividade no trabalho

© vilarejo / alex150770 A competitividade deve vir da vontade de se desenvolver e ser melhor do que você já é, não da idéia de ocupar o espaço de outra pessoa ou de ser melhor que a outra.

Muitas pessoas acreditam que quanto menos competitiva a empresa for, mais ela se beneficiará do clima de trabalho amigável. Isso ocorre porque, em geral, os funcionários competitivos tendem a colocar o bem-estar organizacional abaixo do sucesso individual, tornando a empresa rotineira, egoísta, injusta e implacável.

Eu tenho as coisas certas

para você entender do que se trata

e como funciona

método poderoso!

Eu quero

Eu tenho as coisas certas

para você entender do que se trata

e como funciona

método poderoso!

Eu quero √ó

Preencha o formul√°rio AGORA para descobrir!

Danos à competitividade no trabalho.

Não é segredo que a competitividade ajuda no desenvolvimento profissional, pois torna o funcionário mais dedicado, atento, atento e oportunista. No entanto, quando esse desejo de se destacar termina, algumas consequências negativas são explicadas.

Um dos grandes prejuízos da competitividade no trabalho é a intriga criada entre colegas de tarefas ou departamentos que, em busca de destaque, acabam se tornando inimigos porque acreditam que só há espaço para um deles dentro. Este é um bug que pode comprometer significativamente a funcionalidade do negócio.

Outro tipo de dano é a falta de sincronização no trabalho em equipe. Normalmente, os funcionários com uma concorrência muito acirrada preferem se concentrar em suas atividades individuais como uma maneira de fazer seu trabalho parecer mais e receber crédito.

Mas todo mundo sabe que duas ou mais mentes brilhantes podem fazer maravilhas juntas. Pegue uma das maiores bandas da hist√≥ria: os Beatles, que reuniram tr√™s dos maiores nomes da m√ļsica no s√©culo 20: John Lennon, Paul McCartney e George Harrison. Eles come√ßaram como uma equipe e, nos √ļltimos anos da banda, tornaram-se mais individualistas, chegando ao ponto de terminar o projeto e seguir sozinhos, o que foi bom, √© claro, mas n√£o perto dos √°lbuns mais aclamados.

A competitividade feroz e irracional elimina a sincronicidade energética dos funcionários, transformando-os em pessoas individualistas que não sabem aproveitar a oportunidade de trabalhar em equipe.

A felicidade é essencial para um bom desempenho profissional! Clique aqui, faça nosso "TESTE" e descubra como é a sua felicidade.

Como manter a competitividade sob controle

Todos os danos √† competitividade podem ser evitados por meio de algumas medidas, como a realiza√ß√£o de din√Ęmicas de grupo que tornam a realidade estressante do trabalho algo com um objetivo coletivo. Essas atividades devem mostrar aos profissionais que todos est√£o no mesmo barco e perseguem o mesmo objetivo: sucesso profissional.

Outra maneira de impedir a rivalidade é reconhecer os esforços dos funcionários e incentivá-los a melhorar, não porque eles estão indo bem, mas porque a organização quer despertar e incentivar a motivação coletiva.

Lembre-se, a melhor manifestação de competitividade vem da vontade de se desenvolver e ser melhor do que você já é, não da idéia de ocupar o espaço de outra pessoa ou de ser melhor que outra.

Gostou das dicas? Comente e compartilhe em suas redes!

* Este conte√ļdo n√£o √© uma fonte de not√≠cias ou press releases, para seu uso ou refer√™ncia, entre em contato conosco.