contador gratuito Skip to content

O que é gratificação atrasada e como passar no teste de marshmallow?

gratificação atrasadaEconomizando para a casa dos seus sonhos? Tentando se encaixar naqueles jeans skinny? Você quer um relacionamento duradouro e amoroso?

Saber adiar o prazer em um esforço para servir a uma meta maior e mais gratificante faz a diferença para alcançá-la.

A capacidade de se auto-regular terá um impacto direto nos resultados de todos esses planos futuros. Em uma cultura cercada pela mensagem de que você pode perder o desconforto no momento, a capacidade de esperar uma recompensa a longo prazo é menos atraente.

Continue lendo para descobrir por que a gratifica√ß√£o tardia √© um m√ļsculo no qual todos podemos crescer para servir a n√≥s mesmos no futuro. √Äs vezes, o desconforto √© a op√ß√£o mais ben√©fica.

O que é gratificação atrasada?

No passado, os conceitos de gratifica√ß√£o atrasada, autocontrole e autorregula√ß√£o foram usados ‚Äč‚Äčde maneira intercambi√°vel ou inconsistente. A capacidade de adiar a necessidade de uma recompensa imediata para receber uma recompensa mais favor√°vel posteriormente √© uma defini√ß√£o padr√£o de gratifica√ß√£o atrasada. Estudos demonstraram que a capacidade de atrasar a recompensa est√° presente em pessoas de grande sucesso.

Com mais pesquisas, desde 2007, o termo geral "auto-regula√ß√£o" tem a constru√ß√£o do autocontrole por baixo. Sob o autocontrole, h√° um continuum de constru√ß√Ķes separadas que incluem controle de impulsos e resili√™ncia do ego (Funder & Block, 1989). O atraso da gratifica√ß√£o mant√©m o espa√ßo entre essas duas constru√ß√Ķes no continuum.

As teorias iniciais da gratificação tardia se concentraram na construção como um traço de personalidade e preditor ou sucesso futuro. Pesquisas subsequentes questionaram a natureza adaptativa da construção. Os pesquisadores examinaram se é sempre benéfico adiar a gratificação e, por sua vez, negar o prazer também.

A ciência teorizou que o atraso da gratificação melhora ao longo da vida (Mischel, 2010). Os pais reconhecerão isso quando uma criança fizer um ataque depois de ter que esperar 5 minutos por um cookie. Nosso corpo físico reconhece que o prazer nos serve na sobrevivência. Comida, sono, água e sexo fornecem os meios para sobreviver e transmitir nosso material genético. Intuitivamente, teríamos um desejo natural de receber essas coisas como agradáveis.

Dentro da teoria do autocontrole e autorregulação (Baumeister, 2007), são os cinco domínios da gratificação tardia:

  1. Comida
  2. prazeres físicos
  3. intera√ß√Ķes sociais
  4. dinheiro
  5. realização

√Č interessante notar que o atraso no desconto permanece forte ao longo da vida (Green, 1994); no entanto, nenhum objetivo √© garantido automaticamente. Atrasar a gratifica√ß√£o representa um risco, j√° que amanh√£ n√£o √© garantido. Receber US $ 100 hoje, portanto, √© mais desej√°vel do que ganhar US $ 500 em tr√™s anos, quando essa marca de tr√™s anos nunca √© alcan√ßada.

Exemplos de gratificação atrasada

junk food é contra gratificação tardiaA capacidade de exercer força de vontade e atrasar a conquista do prazer revela certos tipos de comportamento inibitório. Aqui estão algumas maneiras pelas quais alguém pode adiar a gratificação em todos os cinco domínios:

1. comida

Com 37,7% dos americanos sofrendo de obesidade e doen√ßas cr√īnicas, a gratifica√ß√£o tardia e as implica√ß√Ķes da cultura de fast food s√£o motivo de grande preocupa√ß√£o (Shuval, 2016). A American Cancer Society associou restri√ß√Ķes de tempo e falta de vis√£o para o futuro com a diminui√ß√£o da ingest√£o de alimentos saud√°veis ‚Äč‚Äče preparados em casa.

√Č necess√°rio um esfor√ßo consider√°vel para substituir a gratifica√ß√£o instant√Ęnea e alimentos saciantes e com baixo teor de nutrientes que est√£o prontamente dispon√≠veis em favor de uma melhor sa√ļde geral.

O desempenho máximo requer um atraso extremo na gratificação. Alguém que quer se recuperar precisa se ver em um estado pessoal máximo, em vez de se ver como alguém que poderia aparecer na capa de uma revista.

Comer alimentos saud√°veis ‚Äč‚Äčrequer comer uma por√ß√£o menor do bolo de vez em quando, em vez de comer o bolo inteiro. Os h√°bitos alimentares se acumulam rapidamente, e um estilo de vida saud√°vel sempre servir√° a algu√©m melhor do que uma dieta r√°pida ou uma moda passageira.

2. prazeres físicos

As taxas de dependência estão aumentando. Superar o vício requer níveis mais altos de gratificação tardia e grandes melhorias na autoconsciência. Um forte exemplo científico foi feito com a cessação do tabagismo (Mueller, 2009).

O experimento reforçou a abstinência com recompensas monetárias crescentes, consistentes e decrescentes. Os resultados mais reforçadores foram o aumento das recompensas monetárias, mostrando que a abstinência reforçada de forma consistente e incremental produzirá resultados mais significativos na gratificação atrasada.

3. intera√ß√Ķes sociais

Como sabemos, o cérebro adolescente cresce mais rápido no lado emocional do que no lado lógico. Atrasar a satisfação do compromisso social em favor de objetivos acadêmicos de longo prazo é um bom exemplo.

No entanto, existe uma grande quantidade de desvio motivacional envolvido nesse tipo de controle de impulso (Bembenutty, 2007). Vamos ser sinceros, uma noite de festa é desejável e agradável para a maioria dos adolescentes. Superar o desejo de ser socialmente incluído, a favor de estudar para um exame é o melhor teste da faculdade.

4. Bem-estar financeiro

Com produtos que podem ser entregues rapidamente em nossa periferia, pode ser difícil economizar dinheiro para a aposentadoria. Criar o retiro dos seus sonhos exigirá gratificação tardia.

Se o desejo é reduzir o tamanho e morar em um motorhome para conhecer todos os Parques Nacionais, é preciso ser hipervigrante, desistindo das roupas e sapatos divertidos que aparecem em nossas redes sociais. Tornar o objetivo destacado delicioso e sonhador é a principal função usada para anular impulsos.

5. Realização

A √©tica no trabalho varia de pessoa para pessoa. Alunos de alto desempenho escolhem trabalhar para alcan√ßar objetivos de longo prazo de forma consistente. Evitar distra√ß√Ķes, permanecer motivado e ter uma forte conex√£o com a raz√£o pela qual a meta √© importante s√£o exemplos-chave de adiamento da gratifica√ß√£o em favor da conquista a longo prazo.

Por que a gratificação atrasada é tão importante?

A gratifica√ß√£o instant√Ęnea √© um h√°bito. Aprender a adiar o desejo de prazer imediato em favor da satisfa√ß√£o a longo prazo √© uma habilidade necess√°ria para o crescimento incremental e a longo prazo. O pleno reconhecimento e a consci√™ncia do impulso d√£o lugar a uma maior conquista de objetivos e √† forma√ß√£o de novas vias neurais atrav√©s da neuroplasticidade e a forma√ß√£o de novos h√°bitos.

A conquista bem-sucedida de metas em qualquer área exigirá o reconhecimento da escolha consciente. Um estudante pode ter que escolher entre participar de uma festa divertida em favor de estudar para o exame nos dias seguintes. Embora a festa possa ser épica, escolhê-la em vez de concluir com êxito um importante curso universitário seria um prazer em vez de paciência.

A capacidade de anular o desejo de buscar prazer instant√Ęneo deve ser cultivada em crian√ßas. Eles precisam aprender que os impulsos passam, mas os objetivos a longo prazo permanecer√£o distantes sem escolha em tempo real. Atrasar a gratifica√ß√£o em certas √°reas permite que essa escolha seja favor√°vel e digna de crescimento.

As taxas de obesidade, comportamento sexual de risco e abuso de subst√Ęncias disparam. Isso p√Ķe em quest√£o a capacidade de tirar proveito da gratifica√ß√£o atrasada. A capacidade de medi√ß√£o teve uma jornada lenta, mas avan√ßos recentes revelaram esperan√ßa de aplica√ß√£o em sa√ļde p√ļblica.

Com implica√ß√Ķes de longo alcance da incapacidade de desistir de impulsos na idade adulta, o avan√ßo das capacidades de medi√ß√£o (Hoerger, 2011) oferece uma nova vis√£o sobre as interven√ß√Ķes. Uma maior compreens√£o da demografia em indicadores de gratifica√ß√£o atrasada √© incrivelmente importante em pesquisas futuras. Quanto mais soubermos como a auto-regula√ß√£o, melhor poder√° ser usada como um meio de crescimento em crian√ßas e adultos.

Imagens em perspectiva são uma maneira de induzir a vontade de atrasar a gratificação (Cheng, 2011). Por meio da preparação, a pesquisa mostrou que não precisamos de uma expectativa de vida para melhorar nossa mentalidade em relação à abordagem futura. Para melhorar o bem-estar geral nos cinco domínios da auto-regulação, ajudar alguém a enfatizar novamente o seu eu futuro permite uma motivação aprimorada e habilidades de gratificação comportamental atrasadas, movendo alguém para o seu futuro.

Atraso na gratificação nos relacionamentos

rela√ß√Ķes de gratifica√ß√£o atrasadasAs taxas de div√≥rcio podem ser um indicador de problemas de gratifica√ß√£o atrasada.

A comunica√ß√£o impulsiva, o uso excessivo de gratifica√ß√£o tardia em rela√ß√£o ao comportamento sexual e as implica√ß√Ķes de longo alcance da exaust√£o do ego t√™m efeitos duradouros nos casamentos. Os relacionamentos maduros usam efetivamente a gratifica√ß√£o atrasada de diferentes maneiras.

A confiança é um componente essencial da gratificação tardia (Michaelson, 2013), e é essencial nos relacionamentos. Quando eles dizem que a comunicação é fundamental nos relacionamentos, eles realmente querem dizer que a comunicação eficaz é vital. A confiança é uma grande parte dessa comunicação.

Manter o desejo de reagir com raiva a algo que seu parceiro fez ou disse é vital. Confiar em que seu parceiro ouvirá o que você tem a dizer e ouvirá ativamente ao se comunicar em um estado calmo é um elemento-chave em um relacionamento duradouro.

A tecnologia come√ßou a afetar a comunica√ß√£o nos relacionamentos. Devido √† gratifica√ß√£o instant√Ęnea dispon√≠vel em mensagens de texto versus escuta ativa, a sociedade come√ßou a lutar com a comunica√ß√£o construtiva.

Estar ciente de incentivar o uso de tais dispositivos perto de entes queridos tem um impacto nas habilidades de comunicação pessoal. Embora seja maravilhoso conectar-se via texto, quando está cara a cara, é mais impactante conectar baixando o dispositivo.

Somos seres sexuais, e adiar a gratificação no comportamento sexual não é intelectualmente simples, mesmo para adultos. O comportamento sexual responsável requer habilidades de gratificação atrasadas que são como um mostrador. Os relacionamentos amadurecem com o tempo e, com essa maturidade, surgem mudanças na atividade sexual.

Os casamentos sofrem quando se adota muito atraso na gratifica√ß√£o. Dar um impulso prazeroso ao c√īnjuge √© um benef√≠cio para a felicidade conjugal. Aumentar ou diminuir o dial para intimidade √© uma porta de entrada para relacionamentos mais saud√°veis.

Casamentos saud√°veis ‚Äč‚Äčt√™m vidas sexuais saud√°veis. √Č recomendado at√© planejar compromissos sexuais na agenda de um casal. Com Sonja Lyubomirskys, trabalhamos O como da felicidadeAumentar a emo√ß√£o positiva com gratifica√ß√£o tardia e variedade no comportamento sexual √© um √≥timo exemplo. Essa conex√£o f√≠sica √≠ntima √© importante.

O famoso est√ļdio de marshmallow

No final dos anos 1960 e início dos anos 1970, a pesquisa de Walter Mischel deu uma ideia do papel que o autocontrole e a gratificação tardia tiveram no sucesso futuro. Um grupo selecionado de crianças da comunidade da Universidade de Stanford foi o grupo inicial que foi avaliado. As crianças nos experimentos iniciais tinham idade pré-escolar.

Essas crian√ßas foram colocadas em uma sala com marshmallows na frente deles. O investigador informou as crian√ßas que ele sairia da sala e as crian√ßas tinham duas op√ß√Ķes. Disseram-lhes que receberiam mais marshmallows se pudessem esperar at√© o pesquisador retornar.

Se não pudessem esperar, foram instruídos a tocar uma campainha para que o investigador retornasse, mas não receberiam marshmallows adicionais.

Nesses experimentos, as crian√ßas exibiam todos os tipos de comportamento retardado. Esses comportamentos mostraram que eles estavam se distraindo do marshmallow para esperar mais marshmallows ap√≥s o retorno do pesquisador. O n√ļmero de segundos que uma crian√ßa pode levar para consumir o marshmallow foi registrado.

A an√°lise dos resultados desse experimento original tornou-se a teoria fundamental do autocontrole. Em um estudo longitudinal dos participantes dos experimentos, foi relatado que as crian√ßas que exibiam a capacidade de retardar a gratifica√ß√£o apresentaram, de fato, n√≠veis mais altos de desempenho acad√™mico aos 15 anos. O n√ļmero de segundos que uma crian√ßa de 4 anos pode adiar o consumo desse delicioso marshmallow previa sucesso em seus futuros.

Os participantes iniciais foram acompanhados ao longo da vida. Uma extensa pesquisa usando essas medidas mostrou que a capacidade de retardar a gratifica√ß√£o durante a inf√Ęncia √© associada mais tarde na vida a uma menor tend√™ncia a frustra√ß√£o e agress√£o, melhor desempenho escolar e pontua√ß√Ķes em testes padronizados, e maior responsabilidade social e compet√™ncia social na adolesc√™ncia (Mischel et al., 1972, 1989).

A pesquisa desses experimentos esclareceu os mecanismos mentais e físicos que levam a um melhor comportamento de autocontrole. As crianças que mostram mais habilidades na escolha do atraso apresentam maiores taxas de auto-suficiência, auto-eficácia e autoconfiança. O impacto deste estudo é abrangente.

A cria√ß√£o da teoria do processo em duas etapas da gratifica√ß√£o tardia (Mischel, 1974) foi posteriormente forjada. O primeiro est√°gio concentra-se nos determinantes da escolha do atraso. O segundo enfoca fatores que facilitam o retardamento do comportamento. Por exemplo, se as recompensas s√£o vis√≠veis ou n√£o e s√£o representa√ß√Ķes cognitivas que podem distrair uma pessoa de comportamentos instant√Ęneos de gratifica√ß√£o.

A pesquisa de Mischels revelou algumas das principais habilidades cognitivas que levam ao sucesso. Existem estratégias, planos e mentalidades que permitem o autocontrole e a melhoria da autorregulação. Quando essas habilidades são identificadas e ensinadas em tenra idade, as crianças recebem ferramentas ao longo da vida para o sucesso.

O sistema Hot / Cool tamb√©m foi desenvolvido posteriormente (Metcalfe e Mischel, 1999). Os dois sistemas pelos quais as rea√ß√Ķes s√£o processadas s√£o descritos em detalhes. O sistema quente √© o sistema de ir emocional. O sistema legal √© o sistema de conhecimento l√≥gico e emocionalmente neutro. Ambos s√£o necess√°rios para a escolha humana. Gerenciar como eles se equilibram √© fundamental para o sucesso.

Sua pesquisa at√© ajudou o Dr. Mischel com a cessa√ß√£o pessoal de fumar. Ele tinha um h√°bito de nicotina a longo prazo. Sua motiva√ß√£o para parar veio quando ela testemunhou a dor de um homem em tratamento para c√Ęncer de pulm√£o. A motiva√ß√£o √© um fator chave para adiar com √™xito a gratifica√ß√£o.

Na replica√ß√£o futura deste estudo original, foram questionados os fatores ambientais, socioecon√īmicos e a multidimensionalidade do construto. A pesquisa leva a avan√ßos na teoria da auto-regula√ß√£o e na teoria de que adiar a gratifica√ß√£o √© um processo construtivo que pode ser modificado ao longo da vida. Pesquisas adicionais sobre teorias da motiva√ß√£o humana est√£o interconectadas com habilidades de gratifica√ß√£o atrasada.

5 melhores livros para ler

<img class = "alignright wp-image-103143 pregui√ßoso tamanho m√©dio" title = "O teste do marshmallow" alt = "O teste do marshmallow” width=”186″ height=”300″ src=”https://dinerados.com/wp-content/uploads/2019/12/1577721845_294_¬ŅQue-es-la-gratificacion-retrasada-y-como-pasar-la-prueba.jpg”/>1. O teste do marshmallow: por que o autocontrole √© o motor do sucesso

O livro mais conhecido sobre gratificação tardia foi escrito pelo pesquisador original Walter Mischel. O teste do marshmallow: por que o autocontrole é o motor do sucesso, descreve a pesquisa e o paradigma para a gratificação atrasada criada a partir dessa pesquisa.

Do mestre do autocontrole, é apresentada uma descrição de como dominá-lo e aplicá-lo à vida cotidiana.

Disponível na Amazon.

<img class = "alignright wp-image-103144 lazy" title = "For√ßa de vontade" src = "https://positivepsychology.com/wp-content/uploads/Willpower-1-196×300.jpg" alt = "For√ßa de vontade “width =” 186 “height =” 285 “srcset =” https: // positivepsychology .com / wp-content / uploads / Willpower-1-196×300.jpg 196w, https://positivepsychology.com/wp-content/uploads/Willpower-1-65×100.jpg 65w, https://positivepsychology.com/wp -content / uploads / Willpower-1.jpg 326w “tama√Īos =” (ancho m√°ximo: 186px) 100vw, 186px “/> 2. For√ßa de vontade: redescobrindo a maior for√ßa humana

Força de vontade: redescobrindo a maior força humana Foi escrito por Roy Baumeister e John Tierney. Esta literatura destaca as pesquisas realizadas sobre auto-regulação.

O conceito de autocontrole e autorregula√ß√£o, como um m√ļsculo, √© destacado e oferecido como uma maneira de melhorar o bem-estar e o sucesso.

Disponível na Amazon.

A ciência da auto-disciplina3. A ciência da autodisciplina

Peter Hollins escreveu A ci√™ncia da auto-disciplina como um roteiro para o sucesso. Esse autor de best-seller estudou conceitos psicol√≥gicos em autogest√£o e os interpretou em etapas acion√°veis ‚Äč‚Äčpara alto desempenho.

O livro descreve as etapas para superar impulsos e dominar a autodisciplina.

Disponível na Amazon.

<img class = "alignright wp-image-103146 ‚Äč‚Äčlazy" title = "Dom√≠nio" src = "https://positivepsychology.com/wp-content/uploads/Mastery-211×300.jpg" alt = "Dom√≠nio “width =” 186 “height =” 264 “srcset =” https://positivepsychology.com /wp-content/uploads/Mastery-211×300.jpg 211w, https://positivepsychology.com/wp-content/uploads/Mastery-70×100.jpg 70w, https://positivepsychology.com/wp-content/uploads/Mastery .jpg 351w “tama√Īos =” (ancho m√°ximo: 186px) 100vw, 186px “/> 4. Dom√≠nio

Um livro √ļnico e convincente de Robert Greene chamado Mestrado, examinar a vida de mestres hist√≥ricos. Por meio dessa an√°lise, revela√ß√Ķes sobre o conceito de g√™nio e implica√ß√Ķes psicol√≥gicas s√£o reveladas.

Ao estudar professores em suas √°reas, os leitores podem modelar seus comportamentos para melhorar suas realiza√ß√Ķes.

Disponível na Amazon.