contador gratuito Skip to content

O que a "escolha médica" de Angelina Jolie tem a nos ensinar

Na semana passada, todos ficaram surpresos com um artigo do The New York Times. Intitulado "Minha escolha m√©dica" ou "My Medical Choice", em portugu√™s, o texto apresentava o corajoso an√ļncio da atriz americana Angelina Jolie sobre a dupla mastectomia que ela realizou entre fevereiro e abril deste ano.

N√£o, Angelina n√£o est√° doente, mas a decis√£o de fazer a cirurgia, preventivamente, veio ap√≥s um exame m√©dico, que identificou um tipo de falha gen√©tica chamada BRCA1 e BRCA2. Com base nessa an√°lise, a atriz teria 87% de chance de desenvolver c√Ęncer de mama e 50% de chance de desenvolver c√Ęncer de ov√°rio.

Se essa alta probabilidade de desenvolver ambas as doen√ßas n√£o bastasse, o fato de sua m√£e, tamb√©m atriz Marcheline Bertrand, ter morrido aos 56 anos de idade ap√≥s lutar contra o c√Ęncer de ov√°rio por 10 anos, foi crucial para a decis√£o de Angie. . , considerado por muitos como dr√°stico.

Certamente, para uma mulher reconhecida mundialmente por sua beleza física, alcançar esse veredicto não foi fácil. Mas além disso, Angelina pensou em seus filhos, sua família e em aumentar as possibilidades de estar com eles sem que uma doença interrompesse sua vida.

Mas o que o ato de Angelina nos ensina?

Obtenha o m√°ximo de informa√ß√Ķes – Em tempos de crise, muitas vezes precisamos tomar decis√Ķes extremas e minimizar os danos que precisamos para nos cercar com o m√°ximo de informa√ß√Ķes poss√≠vel sobre o problema. Quanto mais conscientes das consequ√™ncias, melhor podemos nos preparar para enfrentar os desafios que acompanham nossas decis√Ķes.

Renomeie e siga em frente – Em vez de se arrepender da remo√ß√£o dos seios, Angelina decidiu desistir de seu ato e usar sua experi√™ncia de maneira positiva, alertando sobre uma alta taxa de pessoas morrendo a cada ano de c√Ęncer. Al√©m disso, chamou a aten√ß√£o da sociedade como um todo para o valor do exame que o BRCA1 detecta; que nos Estados Unidos custa US $ 3.000, o que inviabiliza o diagn√≥stico precoce de muitas mulheres.

"Se eu escrevo sobre isso agora, √© porque espero que outras mulheres possam se beneficiar da minha experi√™ncia". ‚ÄúDecidi n√£o manter minha hist√≥ria em segredo, porque h√° muitas mulheres que n√£o sabem que poderiam estar vivendo √† sombra do c√Ęncer. Espero que eles tamb√©m possam fazer testes gen√©ticos e que, se estiverem em alto risco, saber√£o que h√° mais op√ß√Ķes "., esclareceu a atriz em seu artigo.

A import√Ęncia do apoio familiar – Em suas declara√ß√Ķes p√≥s-cirurgia, Angelina enfatizou a import√Ęncia do apoio de seu marido, o ator Brad Pitt, durante todo o processo. Certamente, para ter um bom desempenho em nossas vidas profissionais e pessoais e superar tempos de crise, precisamos nos fortalecer e nos cercar de pessoas de confian√ßa que possam nos ajudar a enfrentar os problemas de maneira mais assertiva.

Ao tomar a decisão de eliminar drasticamente um problema em potencial, Angelina decidiu ir além e tornar esse momento difícil uma oportunidade de crescer como ser humano. Ela pode ter ficado calada, mas preferiu ser transparente, expor a situação e ajudar outras mulheres a terem a mesma oportunidade de alertar contra as duas doenças.

A for√ßa da atriz √© ineg√°vel e tamb√©m nos ensina que todos podemos ressignificar momentos dif√≠ceis e us√°-los para nos fortalecer. "A vida √© cheia de desafios. Aqueles que n√£o devem ter medo de n√≥s s√£o os que podemos enfrentar e controlar ‚ÄĚ, √© a li√ß√£o de Angelina Jolie.