O inferno conhecido como uma gravidez atrasada

O inferno conhecido como uma gravidez atrasada

nkbimages / Getty e mam√£e assustadora

Eu sabia a data exata em que concebi meu primeiro filho Рestava sob a árvore de Natal numa noite de dezembro. A razão pela qual sei disso é que foi logo depois que convenci meu (então) marido que provavelmente levaria alguns meses para fazer um bebê e, se quiséssemos começar uma família, deveríamos continuar. Senti meu relógio bater e nós dois queríamos alguns filhos.

No entanto, depois de exatamente um tiro, estávamos com criança. Quando entrei no meu OBGYN segurando minha barriga, porque eu estava passando a lua sobre o coque cozinhando no meu forno, ela me disse que meu prazo seria em 6 de setembro. Perfeito Рdeixe o planejamento começar. Eu estava em êxtase.

Fui para casa e dormi pelo que pareceram quatro meses seguidos. Eu comi uma tonelada de comida e senti todos os horm√īnios correndo pelo meu sistema. Fiquei doente, meu beb√™ cresceu e mal podia esperar para descobrir o sexo. Quando descobrimos que ter√≠amos um menino, sa√≠ e comprei muitas roupas listradas, conversei com tops altos (porque √© claro) e todos os bichos de pel√ļcia que encontrei. Voc√™ sabe, as necessidades.

Pintei o ber√ß√°rio e montei o ber√ßo. Cheguei em casa depois do meu ch√° de beb√™, lavei todas as suas roupas min√ļsculas e me senti t√£o aben√ßoada que eu n√£o aguentava. Como minha barriga e meus seios cresceram em propor√ß√Ķes √©picas, eu adorava passear com minhas roupas de maternidade exibindo-as.

Se estranhos me perguntavam quando eu era devido, eu dizia ansiosamente: “6 de setembro!” Eu adorava estar gr√°vida e conversando sobre meu filho e n√£o tinha d√ļvida de que as coisas iriam conforme o planejado.

E meu plano era levá-lo para casa e depois arrumar a casa e decorá-la para o outono, enquanto ele dormia no berço e as folhas caíam graciosamente das árvores enquanto eu acendia velas de cidra.

Todo mundo planejava vir vê-lo no fim de semana depois do Dia do Trabalho e eu queria estar em. E com isso, quero dizer meu novo jeans e blusa de outono enquanto assava biscoitos em forma de folha bem a tempo da chegada de todos.

Você já está revirando os olhos? Porque em retrospecto, tenho certeza que sim.

À medida que os dias se arrastavam e sua data de vencimento chegava e se foi, pensei: Ok, isso não é tão ruim. Ele está alguns dias atrasado, acontece.

Então o telefone continuou tocando e todos queriam saber por que eu ainda não tinha o bebê, e quando eles poderiam conhecê-lo e estava tudo bem com o bebê e “OMG! Você ainda não tinha esse bebê?

Ent√£o, parei de atender o telefone.

Eu continuava comendo Doritos e palitos de queijo embebidos em sorvete, porque eu também poderia viver essa gravidez sem fim, certo?

Fiquei mijando nas cal√ßas um pouco toda vez que me levantei, me inclinei, espirrei ou tossi. Eu comi os alimentos picantes que minha m√£e me contou. Fui ao meu marido todas as noites e liguei para ele enquanto ele estava trabalhando todos os dias e pedi para ele voltar para casa e tirar esse beb√™ de mim. Tentamos todas as posi√ß√Ķes e comecei a me perguntar se est√°vamos assustando nosso filho com todas as nossas travessuras sexuais. Talvez ele tenha decidido ficar no meu √ļtero por muito tempo porque seus pais eram loucos por sexo e ele estava assustado.

Fiz longas caminhadas e, embora pensasse que estava navegando, tenho certeza de que estava apenas andando. Mas continuei porque pelo menos mil pessoas me disseram que andar é o que as fez entrar em trabalho de parto, então você aposta que eu andei até que não conseguia mais andar.

Em 16 de setembro, chorei na banheira. Eu estava tão desconfortável que não consegui dormir. Eu tinha que acordar para fazer xixi a cada 5 minutos e estava pensando seriamente em fraldas para adultos. Eu acordava no meio da noite voraz, comia alguma coisa e depois saía de um sonho delicioso dois minutos depois, porque minha azia estava muito forte. Eu estava no meu quarto mês por não conseguir respirar pelo nariz por causa da rinite na gravidez. Eu já havia comprado todas as lojas com tiras nasais. Eu estava exausto, desconfortável e FEITO.

Eu tinha certeza de que essa criança estava dominando meu corpo. Não havia espaço para a minha comida, nem espaço para o meu xixi, e caramba, tudo para o inferno, não havia um par de cuecas ou calças de maternidade que me serviriam mais.

Voc√™ podia sentir a pontada de queda no ar, mas eu era uma fornalha. Na manh√£ de 18 de setembro, sa√≠ do chuveiro e vi geada no ch√£o, ent√£o sa√≠ nua para o conv√©s para me arejar. Eu n√£o me importava se algu√©m me visse, quero dizer, n√£o havia muito o que ver, porque meu est√īmago e seios escondiam todas as minhas outras partes do corpo e a coisa mais importante para mim naquele momento era obter algum al√≠vio da maldita calor. pisca.

Mas n√£o h√° nada que se sinta confort√°vel quando voc√™ est√° atrasado com uma crian√ßa, n√£o me importo com o que algu√©m diz. Voc√™ pode seguir seu conselho e enfi√°-lo na sua bunda n√£o gr√°vida. Nada funciona de qualquer maneira, e a √ļnica coisa que voc√™ pode fazer √© esperar com essa crian√ßa dobrada dentro de voc√™ at√© que ela decida vir ou o seu m√©dico aconselhe uma indu√ß√£o.

Eu passei de querer contar ao mundo sobre a minha gravidez, a querer dar um soco na cara quando eles me perguntaram se eu estava tendo g√™meos. Tirei meu telefone do gancho e tinha fantasias de amea√ßar meu m√©dico se ele me dissesse mais uma vez que eu iria “a qualquer dia”.

Qualquer dia não foi bom o suficiente para mim. Perdi meu tampão de muco, estava dilatada e andando com a cabeça entre as pernas. Eu fiz todas as coisas e ele não estava se mexendo.

Em 19 de setembro Рquase duas semanas após minha data de vencimento Рeu tinha um compromisso marcado. Eu disse ao meu filho durante nosso passeio matinal que ele precisava sair porque eu não aguentava mais carregá-lo dentro de mim. Estava na hora de ele começar a puxar seu próprio peso.

Eu vi meu m√©dico e nem sequer me sentei na cama coberta de papel. Eu disse: “Eu preciso ter esse beb√™ agora”.

Algumas horas depois, eles estavam me ligando a Pitocin e, em poucos minutos, minha √°gua quebrou.

Estar grávida após a data de vencimento não apenas a deixa incrivelmente ansiosa e emocional, como também é difícil para o seu corpo. Ninguém quer engravidar mais do que deveria, não importa o quanto seja divertido no começo, mas cerca de 40 em cada 100 mulheres experimentam esse tipo especial de inferno, 5 em cada 100 mulheres têm a agonia de passar por dois semanas após a data de vencimento.

Embora as raz√Ķes para o seu filho n√£o querer levantar a cabe√ßa sejam desconhecidas, ter um beb√™ nascido ap√≥s a 40¬™ semana de gravidez raramente √© prejudicial, mas seu m√©dico ou parteira desejar√° verificar as coisas para garantir que sua placenta esteja funcionando corretamente. o beb√™ n√£o est√° estressado e seus l√≠quidos est√£o em um n√≠vel saud√°vel. √Č por isso que a maioria dos m√©dicos recomenda induzir o parto na 41¬™ a 42¬™ semana de gravidez.

Se seu filho n√£o est√° se mexendo e quer ficar nas profundezas do √ļtero, √© incrivelmente desconfort√°vel e voc√™ n√£o quer nada al√©m de tirar esse humano de voc√™ e chutar todas as pessoas que continuam lhe questionando. Como algu√©m que j√° esteve l√°, posso oferecer isso: ordenha-o por todo o valor, porque as pessoas realmente sentem simpatia por voc√™, e voc√™ pode segurar isso sobre a cabe√ßa do seu filho quando ele for mais velho e voc√™ desejar que ele fa√ßa favores especiais para voc√™.

Ainda lembro ao meu filho de 15 anos que ele me colocou no inferno naquela semana passada, ent√£o ele me deve muito.