O exercĂ­cio pode ajudar a reduzir os sintomas do TOC
SaĂșde

O exercĂ­cio pode ajudar a reduzir os sintomas do TOC

O exercĂ­cio pode ajudar a reduzir os sintomas do TOC

O exercĂ­cio aerĂłbico tem muitos benefĂ­cios fĂ­sicos, como redução dos nĂ­veis de colesterol e menor risco de doenças cardĂ­acas e diabetes. Se vocĂȘ tem transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), pode haver um benefĂ­cio adicional, uma redução em seus sintomas.

O que a pesquisa diz

O exercĂ­cio aerĂłbico pode ser usado terapeuticamente para melhorar os sintomas leves a moderados da depressĂŁo, bem como para reduzir os nĂ­veis gerais de estresse e ansiedade. Um estudo que examinou o exercĂ­cio aerĂłbico e os sintomas do TOC solicitou aos participantes que continuassem seu tratamento regular adicionando exercĂ­cios aerĂłbicos de intensidade moderada, como corrida, ao regime de tratamento por 12 semanas. O que eles descobriram foi que a gravidade e a frequĂȘncia dos sintomas do TOC foram reduzidas imediatamente apĂłs o exercĂ­cio. AlĂ©m disso, a gravidade geral e a frequĂȘncia dos sintomas do TOC geralmente diminuĂ­ram durante as 12 semanas de exercĂ­cio. Para alguns participantes, esses ganhos ainda estavam presentes seis meses apĂłs o estudo.

Outro estudo realizou um teste semelhante para verificar se uma combinação de terapia cognitivo-comportamental (TCC) e um programa de exercĂ­cios personalizado de 12 semanas fez alguma diferença nos sintomas do TOC. Os exercĂ­cios ajudaram, tornando o programa de 12 semanas, juntamente com a TCC, uma boa recomendação terapĂȘutica.

Como o exercĂ­cio pode ajudar

Existem vĂĄrias maneiras pelas quais o exercĂ­cio pode ajudar a reduzir os sintomas. O exercĂ­cio pode mudar seu cĂ©rebro. Estudos em ratos mostraram que o exercĂ­cio em uma roda em movimento os ajuda a desenvolver novas conexĂ”es entre os neurĂŽnios em seus cĂ©rebros. O exercĂ­cio pode desencadear a liberação de “fatores de crescimento”, que fazem com que os neurĂŽnios façam novas conexĂ”es. Essas novas conexĂ”es podem ajudar a reduzir os sintomas do TOC. O exercĂ­cio tambĂ©m promove a liberação de endorfinas, neuroquĂ­micos de “sentir-se bem”, melhora o humor e evita o estresse.

O exercĂ­cio tambĂ©m pode ajudar a melhorar sua auto-estima. Se vocĂȘ começar a se exercitar regularmente, poderĂĄ se sentir melhor tanto fĂ­sica quanto mentalmente. Essas mudanças podem ajudar a aumentar sua autoconfiança, bem como diminuir o estresse, um dos principais gatilhos para os sintomas do TOC.

O exercício também pode tornå-lo mais sociåvel. Seja indo para a academia, conhecendo um colega de corrida ou entrando para uma equipe de esportes, o exercício pode ajudå-lo a ser mais extrovertido. Sair e se conectar com as pessoas é um ótimo meio de apoio social. Ter um forte sistema de apoio, como aumentar a auto-estima, é outra ótima maneira de reduzir os níveis de estresse.

Sem mencionar que o exercĂ­cio tambĂ©m pode proporcionar uma grande distração de qualquer obsessĂŁo e compulsĂŁo que vocĂȘ possa estar enfrentando. As formas mais vigorosas de atividade fĂ­sica requerem toda a sua atenção, dificultando o foco em qualquer outra coisa. Dessa forma, o exercĂ­cio pode proporcionar uma pausa bem-vinda de obsessĂ”es e compulsĂ”es, alĂ©m de proporcionar uma sensação de controle sobre seus sintomas.

Se vocĂȘ estĂĄ pensando em adicionar exercĂ­cios Ă  sua estratĂ©gia geral de tratamento, pergunte ao seu mĂ©dico qual programa de exercĂ­cios ele recomendaria. VocĂȘ tambĂ©m pode trabalhar com um personal trainer ou ter aulas de exercĂ­cios em grupo, se vocĂȘ Ă© novo no exercĂ­cio.