Maneiras de gerenciar a solidão quando você tem um transtorno do pânico

Maneiras de gerenciar a solidão quando você tem um transtorno do pânico

A solidão pode ser descrita como um sentimento de isolamento e sentimentos de vazio. Quando você experimenta a solidão, pode se sentir separado do mundo ou acreditar que outros não a aceitam. Ao mesmo tempo, você pode se envolver mais na vida e aproveitar a companhia de outras pessoas que o apóiam e entendem.

A maioria das pessoas experimenta a solidão de tempos em tempos. No entanto, os sentimentos de solidão são muito típicos de pessoas que foram diagnosticadas com transtorno do pânico e / ou agorafobia. Além disso, a solidão também está associada à depressão, um distúrbio de saúde mental que ocorre com frequência.

A solidão ocorre frequentemente com transtornos de humor e ansiedade. Muitas pessoas com transtorno do pânico se distanciam, temendo que os outros não entendam. Eles podem sentir-se envergonhados por seus ataques de pânico ou outros sintomas de ansiedade. Há também muitos mitos sobre o transtorno do pânico que podem contribuir para sentimentos de vergonha para quem entra em pânico.

Embora as pessoas com transtorno do pânico, ataques de pânico e agorafobia sejam propensas a sentimentos de solidão, existem maneiras de superar esses sentimentos e estar mais conectados aos outros. A seguir estão algumas etapas que você pode executar.

Cuidado

Estratégias de autocuidado são atividades que você pode realizar para melhorar sua saúde e bem-estar. Por exemplo, práticas de autocuidado podem ajudar a melhorar seu bem-estar físico, mental, espiritual, relacional e emocional. Atender às suas necessidades de cuidados pessoais pode ser uma ótima maneira de melhorar sua auto-estima e confiança.

Muitas atividades de autocuidado podem ajudar a combater os sentimentos de solidão e reduzir os sintomas do transtorno do pânico. Por exemplo, o exercício físico para o transtorno do pânico pode ajudar a reduzir os hormônios do estresse e diminuir a tensão muscular. Ouvir músicas que você gosta pode melhorar seu humor e impedir que você se concentre em padrões de pensamentos negativos. A prática de técnicas de relaxamento pode ajudar a limitar seus sentimentos de ansiedade. Você pode até descobrir que, cuidando de si mesmo, seus sentimentos de solidão foram aliviados.

Seja um participante ativo na vida.

Outra maneira de superar seus sentimentos de isolamento é se expor a classes, grupos, clubes ou organizações. Você gosta de atividades específicas, como caminhadas, leitura ou fotografia? Existem eventos sociais e reuniões para quase todo o interesse.

Para se envolver, considere ingressar em um clube do livro na sua biblioteca local, freqüentar uma aula de ginástica em uma academia, assistir a uma aula de arte em uma loja de artesanato ou participar de uma reunião religiosa. Também é possível encontrar atividades em grupo pesquisando on-line grupos de interesse específicos, como caminhadas, tricô ou escalada.

Você pode até encontrar alguns grupos de interesse on-line que conectam você a pessoas de todo o mundo através de fóruns, email e bate-papo. Grupos virtuais são uma ótima opção se você sentir vergonha de conhecer outras pessoas ou se estiver isolado devido a outras condições de saúde mental, como agorafobia ou transtorno de ansiedade social.

Ao procurar e participar de grupos ou classes, você trabalha proativamente para superar seus sentimentos de solidão. Uma configuração de grupo pode ajudá-lo a aprender uma nova habilidade ou compartilhar uma paixão com outras pessoas que pensam da mesma forma. Grupos e clubes proporcionam um sentimento de pertencimento e comunidade e podem ser uma maneira divertida de evitar ficar sozinho.

Estar ao serviço dos outros

Para se sentir mais conectado ao mundo ao seu redor, considere o voluntariado por uma causa. Você pode achar que há uma variedade de oportunidades locais. Eles podem incluir assistência em um banco de alimentos, cuidados com animais ou assistência em eventos de captação de recursos de instituições de caridade locais. Através do voluntariado, você pode se distrair com seus sintomas e sentimentos de solidão, enquanto se conecta com os outros.

Você também pode ajudar outras pessoas ensinando a elas o que você sabe. Você pode ter um talento ou habilidade que os outros gostariam de aprender. Seja você um especialista em pintura, jardinagem ou outra paixão, pode haver pessoas que querem aprender com você. Ao ensinar aos outros o que você sabe, você pode evitar se sentir isolado, desenvolver sua auto-estima e ajudar alguém a aprender uma nova habilidade.

Ajudar os outros não significa afastar-se de casa. Para pessoas com ataques de pânico freqüentes ou agorafobia, a idéia de alcançar outras pessoas pode parecer insuportável, se não impossível. No entanto, existem oportunidades para prestar serviços enquanto estiver perto de casa. Veja se você tem um vizinho que pode precisar de ajuda com a manutenção do gramado ou apenas quer conversar. Você pode se surpreender ao descobrir que outras pessoas em sua vizinhança – adultos mais velhos, mães que ficam em casa ou pais solteiros – também estão enfrentando solidão.

Além disso, um animal de estimação pode ser uma ótima maneira de uma pessoa isolada ganhar um senso de companhia. Considere ajudar adotando um gato ou cachorro. Seu animal de estimação pode lhe proporcionar um senso de amor e compaixão. Além disso, passear com um cachorro pode ajudá-lo a conhecer outras pessoas no seu bairro.

Construir uma rede de apoio ao transtorno do pânico

Encontrar apoio e entender as pessoas pode ajudar a eliminar a solidão e ajudá-lo no seu caminho para a recuperação. Uma rede de apoio pode ser composta por profissionais que entendem entes queridos e outros que se relacionam com sua experiência com transtorno do pânico. Seus médicos e outros profissionais que tratam o transtorno do pânico já fazem parte da sua rede, pois ajudam você a lidar e planejar o tratamento. Amigos e familiares de confiança podem ter um impacto positivo no seu crescimento.

Há também muitos outros que tratam a mesma condição que entendem seus sentimentos de solidão e podem compartilhar a experiência. Esse tipo de suporte pode ser encontrado através de terapia de grupo ou mesmo virtualmente através de fóruns de suporte on-line. Existem outras pessoas que entendem e podem fazer parte do seu sistema de suporte. Um diagnóstico de transtorno do pânico não significa que você precise viver em solidão e isolamento.