contador gratuito Skip to content

M√£e ou mulher de carreira? Por que n√£o os dois?

M√£e ou mulher de carreira, por que n√£o os dois?

Imagem: iStock

Um mundo verdadeiramente igualitário seria aquele em que as mulheres administram metade de nossos países e empresas e os homens administram metade de nossas casas. -Sheryl Sandberg

Em um mundo ideal, 50% dos l√≠deres seriam mulheres. Mas, na realidade, as mulheres representam apenas 24% das posi√ß√Ķes de lideran√ßa s√™nior em empresas globais, a partir de 2016 (1). Isso √© menos da metade do que deveria ter sido em um mundo ideal. H√° mais m√°s not√≠cias: a propor√ß√£o de emprego por popula√ß√£o feminina era de apenas 47,1%, segundo um relat√≥rio da OIT de 2014 (2). Foi mais de 72% para os homens.

Os n√ļmeros n√£o parecem muito encorajadores. As mulheres parecem menos inclinadas √† carreira ou ao trabalho fora de casa, em compara√ß√£o aos homens. Este √© especialmente o caso depois que eles t√™m filhos. Isso significa que a escolha de uma mulher para ser m√£e s√≥ a levar√° a uma vida desagrad√°vel de administrar o lar e criar filhos?

Absolutamente n√£o!

Por que as mulheres param de trabalhar depois dos filhos?

As mulheres podem deixar um emprego por um emprego mais bem pago ou por melhores oportunidades. Eles podem at√© fazer isso para encontrar sentido na vida. Mas iniciar uma fam√≠lia ainda √© uma das principais raz√Ķes pelas quais as mulheres deixam suas carreiras sem pensar. O que √© ter filhos que fazem as mulheres quererem deixar o emprego, enquanto incentivam os homens a melhorar e ganhar mais?

Enquanto alguns podem dizer que é o instinto materno, outros culpam a exaustão que resulta do equilíbrio entre trabalho e família. Mas para a maioria, são as expectativas que acompanham o papel. O mundo espera que as mulheres considerem a maternidade o trabalho mais importante que elas têm. Desculpe, mundo, mas a maternidade não é um trabalho, e não deve parar completamente a carreira de uma mulher!

Você não precisa colocar sua carreira de sucesso em segundo plano para ser uma boa mãe. Você pode ter tudo, embora com alguns desafios.

Desafios de uma m√£e que trabalha

Você não precisa ser uma supermulher para ter uma carreira de sucesso e também ser um ótimo pai. Dito isto, manter o equilíbrio entre vida profissional e pessoal que permite que você se destaque no trabalho e em casa pode ser um desafio para ambos os sexos. Ainda mais para as mulheres, porque espera-se que elas dêem mais em casa e no trabalho. Muitos homens ainda não acreditam em contribuir para a educação das crianças ou em administrar o lar. Um casal carinhoso é apenas um dos muitos desafios que as mulheres trabalhadoras precisam enfrentar. Aqui estão o resto deles.

1. falha

A culpa é uma emoção que leva as mães que trabalham a deixar seus empregos de sucesso e se tornarem donas de casa. Não há nada errado em ser uma mãe em casa. Mas se você optar por ser um, porque se sente culpado por não passar tempo suficiente com seus filhos, isso é ruim. Não ser capaz de atender às expectativas estabelecidas por sua família, amigos e até a sociedade pode fazer você se sentir uma mãe terrível.

Aqui est√° uma dica para voc√™ Defina suas pr√≥prias expectativas e seja pr√°tico. Se voc√™ pode cumprir seus padr√Ķes, provavelmente n√£o se sente culpado por ter sucesso no trabalho. Pelo que voc√™ sabe, voc√™ pode ser um pai melhor do que a maioria das m√£es que ficam em casa. Portanto, pare de se sentir culpado e d√™ a si mesmo esse merecido tapinha nas costas.

2. Equilíbrio vida-trabalho

Manter um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal é importante para homens e mulheres. Mas os desafios são maiores para as mulheres do que para os homens. Espera-se que as mulheres façam mais não apenas em casa, mas também no trabalho, para mostrar que são boas o suficiente. A pressão para se destacar no trabalho sem comprometer a qualidade dos pais pode ser cansativa para as mulheres, porque a mesma regra não parece se aplicar aos homens. Os homens podem trabalhar até tarde e voltar tarde para casa, mas espera-se que as mulheres voltem para casa mais cedo depois do trabalho e cuidem do bebê.

No entanto, a tendência está mudando, à medida que os homens assumem a responsabilidade de ficar em casa ou chegar cedo para acomodar os requisitos de suas esposas no trabalho.

3. Falta de igualdade de oportunidades

Ainda hoje, existem poucos locais de trabalho para famílias que têm uma política de maternidade decente. Mesmo com uma boa política de maternidade para apoiá-la, uma mulher poderia perder uma promoção ou liderar um projeto só porque engravidou na hora errada! O pior é que algumas mulheres nos países em desenvolvimento são demitidas injustamente quando engravidam.

Se as mulheres optarem por voltar ao trabalho cerca de um ano após o parto, as chances de receberem uma posição digna ou um pacote de remuneração são pequenas.

4. Expectativas da sociedade

Quando uma criança nasce, a sociedade espera que a mulher desista de tudo o que está fazendo para cuidar dela. O mundo está cheio de histórias de mulheres que tiveram que interromper a educação no meio do caminho, abandonar sua paixão ou estilo de vida e terminar sua carreira para criar um filho.

Em conclus√£o

Se você é mãe e está cansada de ficar em casa, lembre-se de que nunca é tarde para ter uma carreira de sucesso novamente. Se você é jovem e já planeja encurtar sua carreira para a família, adie essa decisão até se tornar mãe.

Depende inteiramente de você continuar trabalhando ou ficando em casa para cuidar das crianças. Lembre-se de que você pode fazer as duas coisas!

Os comentários são moderados pela equipe editorial da MomJunction para remover qualquer comentário pessoal, abusivo, promocional, provocador ou irrelevante. Também podemos remover hiperlinks nos comentários.