Lidar com o transtorno de ansiedade generalizada: dicas para viver bem

Lidar com o transtorno de ansiedade generalizada: dicas para viver bem

Um dos elementos mais importantes de ter um transtorno de ansiedade generalizada (TAG) é aprender a lidar com a ansiedade persistente e os sintomas físicos. Embora cada pessoa tenha uma experiência única com o TAG, há muitos sintomas comuns que ocorrem com essa condição que a maioria das pessoas experimenta até certo ponto.

Esses sintomas incluem sintomas físicos (tensão muscular, dores no corpo, etc.), sintomas comportamentais (procrastinação, isolamento etc.) e sintomas emocionais (pensamentos intrusivos, preocupação constante, etc.). Vários estilos e estratégias de enfrentamento podem ajudar a gerenciar todos eles.

Estratégias de enfrentamento social

Para algumas pessoas, as estratégias de enfrentamento social podem ajudar a controlar os sintomas, superar o medo e até melhorar a vida social para uma melhor qualidade de vida geral. As opções eficazes incluem o seguinte.

Quando nos sentimos ansiosos, é comum querer nos afastar dos outros e nos desconectar. Isso nos leva a sentir-nos alienados dos outros, de nossa família e de nossa comunidade.

Encontrar eventos para participar pode ajudar a promover um senso de pertencimento e nos permite ter um propósito.

Não apenas mantemos nossos corpos ocupados, mas também nossas mentes.

A ansiedade pode nos levar a acreditar que estamos sozinhos em nossa experiência e que ninguém será capaz de se relacionar. Isso não é verdade. Encontre uma pessoa confiável para falar sobre seus desafios. Compartilhe as experiências que você está enfrentando com pessoas importantes em sua vida e não tenha medo de abrir uma conversa.

Ser aberto sobre seus desafios também pode permitir que outras pessoas compartilhem suas lutas.

Encontrar um sistema de apoio é importante quando estamos lutando com a ansiedade. Há uma variedade de recursos de suporte disponíveis, pessoalmente e online, que podem ser de grande ajuda. Uma comunidade de pessoas que não apenas entendem, mas podem oferecer conselhos e sugestões para estratégias úteis de enfrentamento pode ser valiosa.

A ansiedade tende a roubar-nos de alegria e nos impede de nos divertir. Lembre-se de alimentar seu desejo de se divertir e rir. Você pode encontrar humor em livros, na televisão ou em fontes online. Tomar um momento para rir e se divertir pode oferecer um lembrete gentil de que a ansiedade não está no comando.

Estratégias de enfrentamento emocional

Tente estas estratégias para lidar com pensamentos intrusivos, preocupação ou medo constante, sentimentos de incerteza, medo, pavor ou avassaladora.

Existem várias práticas de atenção plena que podem ajudar com a ansiedade. O uso de técnicas como atenção plena, oração e respiração profunda pode ajudar a conter o processamento ansioso de pensamentos e emoções.

Ao diminuir a velocidade, estamos aprendendo a estar mais presentes, em vez de tentar antecipar e nos preparar para o futuro, que é o que a ansiedade nos faz focar, mesmo quando não há ameaças presentes.

À medida que você desacelera e se torna mais consciente, será útil prestar atenção em situações que parecem desencadear sua ansiedade. Embora nem sempre seja uma opção para evitar esses gatilhos, estar ciente deles pode ajudá-lo a obter clareza e tomar medidas para gerenciar o estresse nessas situações específicas.

Aprender maneiras cognitivas de desafiar sua ansiedade pode ajudar, como espalhar pensamentos ansiosos e acalmar a necessidade de continuar perguntando “e se”.

Lembre-se de que a ansiedade não é algo que você está enfrentando porque é falha de alguma forma. A ansiedade é influenciada por vários fatores, como genética, neurobiologia, história da família e experiências de vida. Não há uma causa única de GAD e é algo que muitas pessoas experimentam.

Por mais impossível que possa parecer, pode ser útil aprender a aceitar a jornada e abraçá-la como uma oportunidade de aprender e cuidar de si de uma maneira saudável. Aceitar suas emoções pode melhorar sua saúde emocional geral. Identificar emoções é o primeiro de muitos passos para conseguir isso.

Não há necessidade de perder a esperança de viver melhor. Muitas pessoas desafiadas pela ansiedade, como o transtorno de ansiedade generalizada, levam uma vida plena, produtiva e alegre.

A chave é reservar um tempo para aprender quais estratégias funcionam bem para você, manter contato com outras pessoas e permanecer positivo.

Encontre inspiração através de citações, versos, música, natureza, conexões sociais, etc. Estamos cercados por exemplos positivos de esperança e inspiração.

Estratégias práticas de enfrentamento

O enfrentamento prático pode aliviar sintomas físicos como insônia, problemas digestivos e muito mais. Eles também podem ajudar com sintomas emocionais.

O que colocamos em nossos corpos pode influenciar como nos sentimos física e emocionalmente. A comida não causa ansiedade, mas fazer uma boa escolha pode nos ajudar a manter a mente e o corpo saudáveis.

Comer coisas como lanches açucarados e alimentos processados ​​pode levar a altos e baixos do açúcar no sangue que podem influenciar sentimentos de inquietação e fadiga.

Mover seu corpo pode ser uma ótima maneira de controlar o estresse. O exercício ajuda a aumentar nossas endorfinas e a aliviar a tensão. Experimente algo novo ou faça uma atividade favorita antiga de que você goste. Qualquer que seja a maneira que você escolher se exercitar será benéfica.

Mantenha uma programação consistente e tente incorporar exercícios três ou quatro vezes por semana ou mais. Você também pode tentar massagem ou relaxamento muscular progressivo para ajudar a aliviar a tensão muscular que geralmente ocorre com a ansiedade.

De acordo com o Center for Disease Control (CDC), apenas 1 em cada 3 adultos nos Estados Unidos dorme as recomendadas sete horas por noite. Embora possa ser difícil dormir quando sentimos ansiedade, criar uma rotina noturna confiável pode ajudar-nos a relaxar e nos preparar para um sono de qualidade.

Coisas como relaxamento progressivo, leitura e desligamento dos aparelhos eletrônicos pelo menos uma hora antes de dormir podem ajudá-lo a preparar sua mente e corpo para descansar.

Falta de ar pode ser um sintoma físico comum da ansiedade, juntamente com uma forte tensão no peito e nos músculos. Nesses momentos, muitas vezes esquecemos de respirar e respirar rápida e superficialmente. Praticar como respirar devagar, pode ajudar.

Uma palavra de Verywell

O que você deve ter em mente durante a jornada com transtorno de ansiedade generalizada é que você não está sozinho e pode viver uma vida plena. Embora a ansiedade e a preocupação possam ser um obstáculo para você agora, e até às vezes pareça incontrolável, existem recursos, profissionais treinados e técnicas de enfrentamento disponíveis para ajudá-lo. Aprender a navegar pelos gatilhos, procurar ajuda e permanecer positivo ajuda a todos.

Cuidar de si também envolve conversar com um profissional que pode implementar um plano de tratamento. Conversar com um conselheiro ou outro profissional de saúde mental regularmente também pode ser útil, sabendo que alguém entende sua experiência e pode ajudá-lo a aprender a lidar eficazmente com os desafios à medida que eles surgirem.