Hoje eu amo tempo fora

café pronto para irFeliz por estar no escritório na quarta-feira

Hoje eu amo o tempo longe de fazer coisas imersivas.

Adoro ter escolhido aproveitar esse dia e ir ao meu escritório na quarta-feira e me deixar marinar nos sucos de um dia normal.

Eu amo que parece mais uma pausa do que o dia de trabalho que costumava ser.

Eu amo que nenhum dos meus trabalhos realmente pare√ßa trabalho para mim, eu amo o fato de ter crescido a tal ponto que, quando vou para o trabalho, tenho orgulho de minhas realiza√ß√Ķes e feliz por ser ativo.

Eu amo que ainda sou adolescente quando se trata de estar animado com as coisas que tenho que fazer, fazer e querer fazer.

Eu amo que muitas vezes essas três coisas são iguais.

Eu amo que ele me dê o que eu faço e ele sempre me devolva meu dinheiro.

Eu amo que sentar aqui no escritório na quarta-feira novamente é como voltar para casa e estou feliz por estar aqui.

Eu amo que é como ter alguma continuidade com a minha vida familiar e, em uma parte agitada do meu ano, é uma pausa do centro nervoso, um dia de folga.

Adoro tirar esse dia de folga, e adoro que você pretenda fazer isso direito, darei uma boa caminhada e apenas respirarei, ver, estar e pensar e voltar ao mele refrescado e pronto para o trabalho de amanhã.

.

Hoje eu amo que o dia amanheceu com céu listrado rosa e azul que parecia uma das minhas velhas camisetas tingidas de gravata dos anos oitenta ou noventa e me fez sentir feliz por aquele tempo e aquela camisa e me lembrou que eu amo muitas partes diferente da minha vida.

Eu amo que toda essa contemplação enquanto preparava as coisas para a viagem do escritório de quarta-feira também me lembrou o fato de que também amo minha vida agora e que sou um homem de muita sorte.

Hoje eu amo mingau de café da manhã em um dia normal da semana, mesmo que comemos na sala de jantar em vez de no canto e, apesar de estarmos fazendo malabarismos com a velha cozinha quando tomamos café da manhã.

Eu amo que, quando a aventura de criar a nova cozinha estiver concluída, a aventura de mudar para a nova cozinha começará e estou ansiosa por isso.

Eu amo o fato de estarmos conversando sobre p√£es e bolinhos de canela e poder conectar sete ou oito potes instant√Ęneos por vez, quando temos competi√ß√Ķes amig√°veis ‚Äč‚Äčde culin√°ria.

Hoje eu amo tomar café no antigo escritório às quartas-feiras no meu antigo assento de canto, enquanto o café soa e cheira a um círculo ao meu redor e me ajuda a fazer uma pausa.

Kelly Babcock

Nasci na cidade de Toronto em 1959, mas me mudei quando estava no meu quarto ano de vida.

Fui criado e educado em um ambiente rural, crescendo de uma maneira que gosto de chamar de campo livre.

Eu moro em uma √°rea onde a hist√≥ria da minha fam√≠lia remonta a 6 ou mais gera√ß√Ķes.

Fui diagnosticado com TDAH aos 50 anos e tenho lutado com a nova realidade e usando minhas descobertas para melhorar minha vida.

Escrevo aqui dois blogs no Psych Central, um sobre o TDAH e outro que é uma afirmação positiva diária que funciona como um exemplo de encontrar o bem na maior parte da minha vida possível.

Saiba mais sobre mim no meu site: writeofway.

Siga @ writeofwaydotcand email ADHD Man

Referência da APABabcock, K.

(2020).

Hoje eu amo o tempo limite.

Psych CentralRecuperado em 12 de março de 2020, em https://blogs.psychcentral.com/today-i-love/2020/03/today-i-love-time-out/

Table of Contents