contador gratuito Skip to content

Hoje eu amo pessoas que riem

grama ornamental ao ventoAlgumas coisas só precisam ser vistas

Hoje eu amo pessoas que riem alto quando sentem necessidade. Adoro quando as pessoas riem de si mesmas sem motivo aparente. Adoro quando penso em algo que me faz rir e, em seguida, tenho que explicar para aqueles que est√£o √† minha volta e todos me olham como se minha mente fosse um lugar aventureiro para se viver, porque sim, minha mente √© um lugar aventureiro para se viver. . Adoro humor, alegria, frases bonitas e qualquer coisa que me fa√ßa rir, rir ou sorrir, e adoro quando isso acontece com os outros, e principalmente quando posso fazer os outros rirem, rirem ou sorrirem. Adoro felicidade, admira√ß√£o e espanto e adoro mais quando posso v√™-lo nos outros, especialmente naqueles que amo, porque me deixa mais feliz quando isso acontece. Adoro quando estou em uma sala lotada e todo mundo ri juntos e √© ainda melhor se todo mundo fala e ri de coisas separadas e diferentes, porque isso significa que muitas hist√≥rias est√£o circulando e fazendo as pessoas felizes. Adoro rir em grupos como meus marinheiros de drag√Ķes e meus compatriotas exc√™ntricos e meus colegas m√ļsicos e meus amigos, e adoro o fato de haver muita sobreposi√ß√£o entre todas essas pessoas.

Hoje eu amo que as pr√≥ximas 48 horas sejam desafiadoras e cheias de coisas boas para fazer e eu vou gostar de todas. Eu amo que voc√™ possa dirigir muito, ouvir muita m√ļsica, jogar algumas pedras no gelo, comer boa comida, gravar um programa de r√°dio e sempre apreciar a companhia de pessoas. Eu amo que estou fazendo dois programas de r√°dio seguidos e o primeiro est√° na lata, e o roteiro do segundo j√° est√° entrando na minha mente. Eu amo que sempre pare√ßo ver uma longa lista de atividades em pouco tempo. Eu amo que estar ocupado √© sempre o meu amor n√ļmero dois pela vida, como √© feliz poder fazer uma pausa e contemplar tudo o que foi feito e saber que ainda h√° muito o que fazer e depois olhar para tr√°s. Eu amo que meu amor n√ļmero um na vida ame o quanto eu amo a vida.

Hoje eu amo mingau de morango e coco durante a semana. Eu amo que parece haver um plano para fazer outro bolo de caf√© em um futuro pr√≥ximo. Eu amo que temos comida para continuar. Eu amo que a luz tremeluzente no corredor do andar de cima √© um problema de l√Ęmpada e n√£o um problema de tomada, por isso n√£o preciso apagar nenhuma l√Ęmpada esta semana. Eu amo especiarias que n√£o parecem que deveriam estar em certos alimentos, afinal eles acabam sendo √≥timos nesses alimentos.

Hoje eu amo tomar café e contemplar todas as coisas que consegui fazer esta semana até agora e lembro-me das muitas vezes em que ri das coisas estranhas que se materializam em minha mente.

Kelly Babcock

Nasci na cidade de Toronto em 1959, mas me mudei quando estava no meu quarto ano de vida. Fui criado e educado em um ambiente rural, crescendo de uma maneira que gosto de chamar de campo livre. Eu moro em uma √°rea onde a hist√≥ria da minha fam√≠lia remonta a 6 ou mais gera√ß√Ķes. Fui diagnosticado com TDAH aos 50 anos e tenho lutado com a nova realidade e usando minhas descobertas para melhorar minha vida. Eu escrevo dois blogs aqui na Psych Central, um sobre ter TDAH e outro que √© uma afirma√ß√£o positiva di√°ria que funciona como um exemplo de encontrar o que h√° de melhor em minha vida poss√≠vel.

Saiba mais sobre mim no meu site: writeofway. Siga @writeofwaydotca

email ADHD Man

Referência da APABabcock, K. (2019). Hoje eu amo pessoas que riem. Psych CentralRecuperado em 26 de outubro de 2019, em https://blogs.psychcentral.com/today-i-love/2019/10/today-i-love-people-who-laugh/