contador gratuito Skip to content

Hoje eu amo essas drogas

novos topsArrumando as coisas …

Hoje eu amo os medicamentos que mant√™m minha dor distante e me permitem passar o dia. Eu amo que minha dor na artrite me lembre que ainda estou aqui e ainda me movendo. Eu amo como √© f√°cil perder meus pensamentos sobre as coisas que fiz quando a dor me lembra minhas atividades. Eu amo que as mem√≥rias s√£o um bom impulso medicinal. Eu realmente amo que a cafe√≠na aumenta muitos analg√©sicos. Eu amo que a medica√ß√£o que tomei na noite passada me permitiu dormir a noite toda sem acordar com dor ou desconforto e hoje estou descansada. Eu amo que as dores e dores que sinto sejam um pouco abafadas esta manh√£ e, embora possam precisar ser derrubadas um pouco antes do fim do dia, isso ainda est√° por ser visto e pode n√£o acontecer. Adoro que, quando minhas articula√ß√Ķes doem, ainda posso brincar um pouco, e sei que a dor diminuir√° quando eu parar de trabalhar duro e tirar alguns minutos. Eu amo que, at√© agora, a medica√ß√£o me ajudou de v√°rias maneiras. Eu amo que ainda estou ficando mais forte e n√£o tenho inten√ß√£o de parar em breve.

Hoje eu amo que a nova cozinha de repente se tornou uma realidade muito mais nos √ļltimos dois dias e agora estamos instalando elementos el√©tricos como o novo forno. Eu amo como continuamos movendo as coisas nos arm√°rios e depois encontramos mais espa√ßo que podemos preencher. Eu amo quantos arm√°rios existem e onde eles est√£o. Eu amo que esperamos por essa nova mudan√ßa por um tempo, mas agora est√° ficando muito mais real e estamos aproveitando a transi√ß√£o de "n√£o √©? Seja legal" para "n√£o seria legal?"

Hoje eu amo que esse dia seja frio e fresco, mas muito brilhante e ensolarado, e que a luz chegue √† nova √°rea da cozinha e prometa um espa√ßo aconchegante e momentos felizes. Eu amo que toda vez que penso em algo que amo, essa renova√ß√£o afeta meus pensamentos e aumenta a alegria. Eu amo laranjas. Eu amo bolachas. Eu amo bons filmes. Eu amo que agora tenho quatro livros em movimento e todos s√£o bons √† sua maneira. Eu amo que, quando fa√ßo um esfor√ßo, posso encontrar coisas que amo que n√£o s√£o ofuscadas pelos eventos atuais da minha vida. Eu amo a maneira como o mundo est√° flexionando seus m√ļsculos e mostrando sua resist√™ncia.

Hoje eu amo tomar café e me manter ocupado fazendo coisas que fazem a diferença aqui, apesar da dor da artrite e estar determinado a não tomar o medicamento disponível até terminar de usar a dor para continuar.

Kelly Babcock

Nasci na cidade de Toronto em 1959, mas me mudei quando estava no meu quarto ano de vida. Fui criado e educado em um ambiente rural, crescendo de uma maneira que gosto de chamar de campo livre. Eu moro em uma √°rea onde a hist√≥ria da minha fam√≠lia remonta a 6 ou mais gera√ß√Ķes. Fui diagnosticado com TDAH aos 50 anos e tenho lutado com a nova realidade e usando minhas descobertas para melhorar minha vida. Escrevo aqui dois blogs no Psych Central, um sobre o TDAH e outro que √© uma afirma√ß√£o positiva di√°ria que funciona como um exemplo de encontrar o bem na maior parte da minha vida poss√≠vel.

Saiba mais sobre mim no meu site: writeofway. Siga @ writeofwaydotcand email ADHD Man

Referência da APABabcock, K. (2020). Hoje eu amo esses medicamentos. Psych CentralRecuperado em 21 de março de 2020, em https://blogs.psychcentral.com/today-i-love/2020/03/today-i-love-those-medications/