Hoje eu amo a força da comunidade

a nova área de cozinha propostaAlguma mudança é boa

Hoje eu amo a força da comunidade, como os signatários da petição demonstram, tentando impedir que um parque seja vendido e desenvolvido aqui em minha pequena cidade. Eu amo o alvoroço e tantas pessoas estão gritando tudo. Eu amo que eles valorizem o parque nesta cidade tão emocionalmente. Eu amo que sinto o mesmo. Eu amo que a terra do interesse atual esteja a apenas alguns quarteirões de mim e é um parque pelo qual às vezes ando quando preciso relaxar. Eu amo que os outros amem tanto quanto eu. Eu amo que o barulho das redes sociais é forte. Eu amo que esse desenvolvimento não ocorra sem um acerto de contas e um discurso claro de muitos moradores. Eu amo que o valor do espaço verde seja entendido mais hoje em dia do que há uma década atrás. Eu amo que nossa cidade tenha chegado ao ponto em que as pessoas aqui se levantarão e serão contadas e que há muitas coisas que precisam ser contadas nos meses e anos à frente, para que possamos nos acostumar e começar a fazer coisas sobre isso agora. Eu amo que estou perfeitamente disposto a expressar minha discordância sobre isso, só porque precisamos de moradias mais acessíveis não significa que precisamos de menos espaço verde, e moradias mais acessíveis certamente não são um bom negócio.

Hoje eu adoraria passear pela minha cidade se não estivesse tão ocupado aqui em casa. Adoro que, quando vou passear, espero que seja encontrada alguma beleza. Adoro andar e ficar de olho no meu bairro, adoro ver o que todos fizeram em seus lugares à medida que as estações mudam e adoro ver o que a natureza faz nos espaços de joias de esmeralda entre os bairros.

Hoje eu amo que mais trabalho esteja sendo feito aqui, em preparação para os novos armários chegarem em duas semanas e meia. Eu amo que estaremos prontos para a inspeção do instalador do armário ainda esta semana, tenho certeza. Adoro como as coisas se arrastam como costumam fazer em trabalhos como esse, mas quando olho em volta para o que fizemos, sempre fico impressionado com o quão longe chegamos.

Hoje, adoro tomar café enquanto faço minha própria inspeção no local de trabalho da nova e aprimorada cozinha.

Kelly Babcock

Nasci na cidade de Toronto em 1959, mas me mudei quando estava no meu quarto ano de vida. Fui criado e educado em um ambiente rural, crescendo de uma maneira que gosto de chamar de campo livre. Eu moro em uma área onde a história da minha família remonta a 6 ou mais gerações. Fui diagnosticado com TDAH aos 50 anos e tenho lutado com a nova realidade e usando minhas descobertas para melhorar minha vida. Escrevo aqui dois blogs no Psych Central, um sobre o TDAH e outro que é uma afirmação positiva diária que funciona como um exemplo de encontrar o bem na maior parte da minha vida possível.

Saiba mais sobre mim no meu site: writeofway. Siga @ writeofwaydotcand email ADHD Man

Referência da APABabcock, K. (2020). Hoje eu amo a força da comunidade. Psych CentralRecuperado em 3 de março de 2020, em https://blogs.psychcentral.com/today-i-love/2020/03/today-i-love-community-strength/