Grito Para Mães No Inferno De Alimentação De Cluster

Grito Para Mães No Inferno De Alimentação De Cluster

Grito Para Mães No Inferno De Alimentação De Cluster

DGLimages / Getty

Os manuais não dizem que a segunda noite é a pior. Na primeira noite, o bebê está exausto demais de abrir caminho (como realmente se sente) e de manobrar o caminho através do canal de parto (descrição mais técnica) para causar confusão.

Mas a segunda noite?

Naquela segunda noite, o bebê percebe que não está mais em sua aconchegante banheira de hidromassagem e que ele precisa de um lanche. Se você estiver amamentando, seu leite ainda não chegou e, de repente, é o trabalho deles para garantir que ele aconteça. Naquela segunda noite, o bebê acorda como um adorável zumbi se levantando e eu não estava mentalmente ou fisicamente preparado. E eu já tinha estado lá antes.

As mães costumam falar sobre a dor do parto que desaparece em segundo plano com o tempo. O mesmo é verdade, pelo menos no meu caso, com a dor da alimentação por cluster. Mesmo depois de duas crianças amamentadas, esqueci o choque que um recém-nascido precisa alimentar por horas a fio. Justo quando ele parece adormecer, ele acorda de novo, torcendo. Troque de lado, repita. E repita e repita e, oh Deus, não há fóruns suficientes da Netflix ou da Internet, lanolina ou Soothies para tornar isso administrável.

Eu amo meu filho Eu amo olhar para ele. Como eu n√£o poderia? Ap√≥s nove meses de crescimento, eu desejava ver meu rec√©m-nascido, ansioso por isso. Ele estava com mais fome, no entanto. Naquela segunda noite, seus grandes olhos brancos olharam para mim. As √≠ris podem mudar de azul para marrom ou castanho algum dia, mas essa ampla extens√£o branca sempre permanecer√°. √Č dif√≠cil acreditar que esses olhos um dia ser√£o maiores do que eram naquela segunda noite, quando ele olhou para cima, sem vontade de se acomodar, morrendo de fome pela minha pele e leite que eu n√£o tinha.

A pol√≠tica na maioria dos hospitais americanos √© acomodar-se com um rec√©m-nascido. Converse com qualquer pessoa com mais de 60 anos, e eles v√£o levantar as sobrancelhas com a falta de espa√ßo f√≠sico no ber√ß√°rio nas enfermarias de parto. Em vez disso, o beb√™ fica ao lado da cama em um ber√ßo port√°til para ajudar a incentivar a liga√ß√£o, a amamenta√ß√£o e a dar seu primeiro distintivo de honra aos pais por trocar fraldas de mec√īnio. Na maioria das vezes, o alojamento conjunto funciona bem, mas na segunda noite tive que desistir por um tempo.

Eu n√£o tive um parto traum√°tico, mas no terceiro filho, meu √ļtero √© como uma barraca, estou tentando guardar em uma bolsa muito pequena. Toda vez que ele trava, ele se contrai. Mudou como um animal, algo com garras. Emparelhado com seios doloridos e a exaust√£o ainda persistindo no trabalho de parto? Eu terminei. Depois de quatro horas de alimenta√ß√£o em grupo, cedi e apertei o bot√£o de chamada. As enfermeiras o levaram n√£o a um ber√ß√°rio atr√°s de vidro em filmes antigos, mas a seu balc√£o de atendimento onde passavam por ele. Enviei meu rec√©m-nascido para longe por 90 minutos do sono mais s√≥lido que eu havia conseguido em uma semana e n√£o me arrependi.

Agora, com ele às quatro semanas de idade, estou digitando isso com ele apoiado em um travesseiro de enfermagem na minha frente. Como a maioria das mães que amamentam, eu me acostumo a fazer as coisas com uma mão. Todas as noites desta semana, passávamos quatro horas acampados juntos, alimentando-se no sofá. Eu me alimento no jantar, no tempo da história com meus filhos mais velhos e na rotina de dormir deles. Depois que eles estão escondidos, eu alimento até a noite quando estou bocejando sem pressionar o botão de chamada (embora tenha sorte de ter um marido que me trará sorvete e um copo de água).

Confira este v√≠deo de Momsplained sobre amamenta√ß√£o em p√ļblico:

[ss_featured_video]

A alimentação em cluster é frustrante. Isso faz você duvidar de sua capacidade de alimentar seu filho e duvidar dos sinais deles de comida, mas eles estão com fome e você está alimentando-o. A alimentação de cluster pode parecer tão alienante sem um ponto inicial e final claro. Isso impede que você faça as coisas que parecem tão necessárias. A alimentação em cluster faz você parar, obriga a ficar parado e se concentrar nas coisas mais primitivas: alimentação e proximidade.

Muitas pessoas dirão a uma nova mãe: Aproveite esse tempo. Vai tão rápido. Aproveite os abraços do bebê. Para colegas mães que alimentam grupos que preferem um pouco menos de proximidade, eu entendo você. Não sinta culpa por pressionar o botão de chamada por essa hora de sono na segunda noite e não se sinta culpado se chorar ou precisar de um descanso. Peça por isso. Você é mais do que seios e pele, embora possa ser difícil lembrar disso durante aquelas longas horas.

Ah, e se você tiver alguma série obrigatória da Netflix, me avise. Provavelmente voltei para o sofá esta noite.