Eu sei que tenho o privilégio de estar em casa com meu filho durante a quarentena Рmas ainda é exaustivo

Eu sei que tenho o privilégio de estar em casa com meu filho durante a quarentena - mas ainda é exaustivo

Cortesia de Mary Beth Charles

Um de meus colegas de maridos está deformado e disse para ele ficar em casa longe do escritório por 14 dias ao retornar de uma viagem de trabalho essencial. O que eu vou fazer em casa por 14 dias?!? diz o homem solteiro e sem filhos.

Caramba, Dale, deve ser tão difícil descobrir o que fazer com 14 dias de tempo livre enquanto você ainda recebe um salário integral. (Eu sei que não deveria ter vergonha, porque todos estamos passando por muito estresse agora, mas sério, cara?).

Seus coment√°rios s√£o t√£o enlouquecedores quanto o uso que, desta vez, sabiamente, ouvi de outras pessoas sem filhos que est√£o falando sobre todos os projetos que v√£o realizar com esse presente inesperado de tempo em suas m√£os.

Eu adoraria realizar algumas tarefas inacabadas. Eu adoraria aprender uma nova habilidade. Eu adoraria praticar a atenção plena. Eu adoraria fazer exercícios diários. Inferno, eu adoraria apenas trabalhar. Mas eu tenho uma criança em idade pré-escolar que agora está em casa comigo indefinidamente. E eu estou destruído.

Sim, voc√™ ouviu direito. Um pr√©-escolar. Como em singular. Eu s√≥ tenho um filho. Para as outras m√£es que est√£o tentando trabalhar, fazem refei√ß√Ķes, cuidam da casa e da escola em casa, especialmente mais de um filho que estou admirado com voc√™.

Meu filho mal tem 4 anos, ent√£o estudava em casa. Estou incorporando alguns desafios de aprendizado em seu tempo de jogo, praticando n√ļmeros, letras etc., mas n√£o tenho vergonha de dizer que nem abri o e-mail que recebi da escola sobre as li√ß√Ķes que devemos continuar trabalhando enquanto est√£o fechadas.

Cortesia de Mary Beth Charles

N√£o ajuda que o COVID-19 tenha acontecido enquanto eu tamb√©m estou tentando me recuperar de um tratamento m√©dico intensivo que acabei de concluir. Era para ser minha hora de curar. Era para ser minha hora de construir meu neg√≥cio. Minha recompensa por ter passado por tudo o que era hora de me tornar melhor. De v√°rias maneiras. Mas eu discordo … Aqui est√° o que aconteceu:

Tornei-me um apêndice extra de 24 horas para o meu pré-escolar. Não sinto isso comovido desde que parei de amamentar. Ele não vai sair do meu espaço, o que não me deixa quarto muito menos tempo para realizar qualquer outra coisa.

N√£o que eu esteja tentando realizar alguma coisa … Eu n√£o tinha a falsa impress√£o de que eu seria produtivo com ele em casa. Mas tamb√©m n√£o achei que eu fosse t√£o exterminada.

Ele sobe em cima de mim no segundo em que me sento. Ele me espera quando estou tentando cozinhar. Ele come√ßou a regredir o sono e a me acordar v√°rias vezes por noite. Assim que come√ßo a fazer algo que n√£o o envolve, ele aparece com os necessitados. Pulando, guinchando, cantando no topo de seus pulm√Ķes … qualquer coisa perturbadora em que ele possa pensar. N√£o posso culp√°-lo, ele precisa de mim. Ele sabe que algo est√° acontecendo e est√° apenas tentando lidar.

Eu gostaria de poder lidar com isso melhor. Eu gostaria de valorizar esse tempo que tenho com ele, como tantas pessoas estão sugerindo que nossas mães gostem. Infelizmente, quando uma criança está na idade em que está sem parar e você sente que não pode respirar, valorizar esse tempo não é a frase que vem à mente.

Cortesia de Mary Beth Charles

Isso me lembra quando ouvi pessoas dizerem exatamente a mesma coisa durante o estágio de seu recém-nascido. Eu estava com os olhos turvos e sem sono, e todas as pessoas podiam dizer: aproveite enquanto durar! Eu queria vomitar. Ou socá-los. Às vezes ambos.

Estou sentindo a mesma exaust√£o e a mesma perda de identidade agora. A mesma ansiedade e confus√£o.

N√£o me entenda mal, ainda est√°vamos nos divertindo no meio da minha mini-crise mental. Mas n√£o estou colocando press√£o sobre mim. N√£o estou nem perto de uma m√£e do Pinterest, ent√£o voc√™ n√£o encontrar√° projetos de arte e artesanato elaborados aqui. Em vez disso, estavam voltando a brincar de blocos de constru√ß√£o b√°sicos, Play-Doh, livros para colorir …

Eu tamb√©m quebrei os brinquedos da garagem e passamos por eles. O giz na cal√ßada, o soprador de bolhas e o len√ßol fre√°tico para crian√ßas tiveram √≥timas a√ß√Ķes. Mesmo em dias frios, o len√ßol fre√°tico √© um sucesso. Apenas jogo algumas toalhas no ch√£o e lan√ßo aquele ot√°rio para dentro!

Além disso, porém, não tenho nada. O resto da minha capacidade intelectual é processar o que está acontecendo, preocupar-me com os entes queridos, tentar me manter saudável, garantir que a casa não esteja destruída e manter minha ansiedade sob controle.

Entendo que esta diatribe est√° fervendo de privil√©gios. As pessoas dizem que estavam juntas nisso tudo, mas isso n√£o √© realmente verdade. Nem todo mundo tem a op√ß√£o de creche em circunst√Ęncias normais ou a estabilidade financeira de estar em casa com seus filhos durante pandemias. Esse conhecimento n√£o torna minha situa√ß√£o mais gerenci√°vel. Estou exausta e ansiosa al√©m da medida, mas ainda tenho muita consci√™ncia de como tenho sorte.

Dito isto … N√ÉO, eu n√£o vou sair disso tendo me superado. Simplesmente consegui passar por isso, como milh√Ķes de outros. N√£o ser√° porque eu n√£o usei meu tempo com sabedoria, ser√° porque eu fez.

Esta publicação apareceu originalmente na equipe de pais de hoje.