Estou totalmente julgando voc√™, se voc√™ est√° l√° fora, tentando “socializar” seus filhos agora
Psicologia

Estou totalmente julgando voc√™, se voc√™ est√° l√° fora, tentando “socializar” seus filhos agora

Estou totalmente julgando você, se você está lá fora, tentando

Matthew Henry / Explos√£o

Ok, acho que todos podemos concordar que essa pandemia é uma droga, especialmente para nós, pais.

Al√©m da perda de vidas que muitos de n√≥s testemunhamos ou foram diretamente afetados, muitas fam√≠lias foram afetadas pelo desemprego, tristeza, medo e outras circunst√Ęncias terr√≠veis e inimagin√°veis. Muitos pais tamb√©m s√£o trabalhadores essenciais, sem escolha a n√£o ser resistir √† tempestade, prestar servi√ßos para todos n√≥s e arriscar suas vidas ao mesmo tempo.

Mesmo as fam√≠lias que n√£o foram diretamente afetadas pelo v√≠rus est√£o enfrentando grandes dificuldades. Muitos de n√≥s j√° achamos quase imposs√≠vel trabalhar em casa enquanto estudamos em casa nossos filhos. Nossa sa√ļde mental est√° sofrendo, e tamb√©m a sa√ļde mental de nossos filhos. Nossos filhos est√£o batendo nas paredes. Eles s√£o irritadi√ßos. Seus hor√°rios de sono s√£o uma piada.

E n√≥s nos preocupamos. Preocupamo-nos profundamente com nossos filhos. √Č doloroso e preocupante v√™-los combater a solid√£o, a desconex√£o de colegas, familiares e professores amados. Preocupo-me com os meus filhos agora e a longo prazo. Eu perdi o sono por causa disso. Tenho certeza que voc√™ tamb√©m.

Mas.

Nada disso significa que precisamos fazer escolhas que ponham suas vidas em perigo ou potencialmente ponham em perigo a vida de outras pessoas.

Quando o pa√≠s come√ßou a reabrir, e principalmente porque os pais ficaram impacientes com as condi√ß√Ķes atuais, vi muitos pais come√ßarem a organizar encontros para os filhos. Muitas fam√≠lias procuram reunir as crian√ßas do bairro para brincar. Muitas fam√≠lias visitando os av√≥s apenas desta vez para f√©rias ou churrasco no fim de semana.

Sim, talvez todos estejam tomando extrema cautela para praticar o distanciamento social em seus pequenos eventos, mas não tenho certeza de que isso seja totalmente possível, especialmente quando você estiver falando de crianças em encontros ou no almoço do dia das mães de sua família.

Muitos de voc√™s est√£o justificando essas pequenas festas dizendo que seus filhos est√£o desesperados por companhia. Voc√™ est√° dizendo que seus filhos est√£o inquietos, solit√°rios. Sua sa√ļde mental est√° sofrendo. Eles sentem falta dos av√≥s. Os av√≥s sentem falta deles.

Você está dizendo que só vive uma vez. Você está dizendo que não existem muitos casos de COVID-19 na sua área. Você está dizendo que sabe que as crianças que seus filhos estão brincando não estão doentes. Você está dizendo que outros pais precisam ficar longe dos seus negócios. Você está dizendo que todo mundo precisa fazer o que funciona para eles.

Bem, adivinhe? Estou te julgando. Estou julgando a merda de você. Não me sinto culpado por isso.

Nesse ponto, socializar fora da unidade familiar em quarentena simplesmente não é seguro. Sim, é provavelmente menos arriscado do que participar de uma grande reunião, mas cada vez que você se relaciona com alguém fora da sua unidade familiar, corre o risco de ser infectado pelo vírus ou infectar outras pessoas e, assim, potencialmente infectar sua comunidade.

Vamos fazer uma rápida atualização sobre como esse vírus funciona. Você sabe disso esse vírus transmite entre pessoas assintomáticas ou que ainda não apresentam sintomas, certo? Recentemente, o CDC estimou que cerca de um terço das pessoas que têm coronavírus são assintomáticas e que cerca de 40% da transmissão do vírus ocorre antes que as pessoas se sintam doentes.

Ou seja, as pessoas com quem você se relaciona podem parecer 100% normais, mas são positivas para o vírus, não o conhecem e o infectam. O mesmo vale para você e seus filhos, infectando as pessoas com quem você está socializando.

Voc√™ n√£o pode saber se possui o v√≠rus ou n√£o, a menos que tenha sido testado. PER√ćODO.

Ent√£o, sim, voc√™ e seus familiares podem parecer bem, mas um de voc√™s pode estar com o v√≠rus e deixar todos doentes. E sim, embora menos crian√ßas geralmente tenham infec√ß√Ķes sintom√°ticas pelo v√≠rus, eles podem transmitir o v√≠rus uns aos outros e aos seus av√≥s.

Voc√™ tamb√©m est√° ciente de que existe uma nova s√≠ndrome inflamat√≥ria ligada ao COVID-19 que est√° fazendo com que crian√ßas de todo o mundo e em todo o pa√≠s sejam hospitalizadas na UTI e que pelo menos tr√™s crian√ßas morreram no estado de Nova York? √Č chamado S√≠ndrome inflamat√≥ria multissist√™mica em crian√ßas e √© assustador.

E outra coisa: só porque há muito poucos casos na cidade em que você mora, não significa que o vírus não está vindo para você ou já está lá. Demora de 3 a 14 dias para que as pessoas apresentem sintomas após a infecção. Portanto, agora pode haver pessoas na sua cidade andando com o vírus, infectando outras pessoas. Você simplesmente não sabe.

Por que você estaria disposto a aceitar essa chance?

Alguma de suas preocupa√ß√Ķes com a infelicidade ou a solid√£o de seus filhos supera o fato de que reuni√Ķes sociais fora de sua fam√≠lia aumentam o risco de voc√™ ou seus entes queridos ou sua comunidade receberem esse v√≠rus? quase 100 mil americanos morreram desde que a pandemia come√ßou h√° alguns meses atr√°s? Isso n√£o √© uma piada, pessoal.

Ouça-me: seus filhos vão ficar bem. Socializá-los não é uma emergência maldita. Se você tiver fundos suficientes para comprar comida para sua família, se seus filhos tiverem um lar seguro, brinquedos para brincar e uma conexão à Internet, para que possam se divertir e se comunicar com outras pessoas, então você está indo muito bem. Seus filhos vão ficar bem e você pode se sentar.

E espere. Espere até que fique mais claro que socializar fora de sua família é seguro. Aguarde até sabermos mais sobre a Síndrome Inflamatória Multissistêmica.

Sim, isso explode, mas nossos filhos s√£o mais resistentes do que pensamos. Pessoalmente, tenho refletido sobre minha pr√≥pria vida e inf√Ęncia. Meu pai deixou minha m√£e quando eu tinha seis anos e minha vida ficou muito inst√°vel por um tempo. Minha m√£e rec√©m-solteira n√£o tinha dinheiro e, por um tempo, est√°vamos nos mudando de um lugar para outro em um movimento a cada poucos meses. Moramos em um motel barato por algumas semanas. Eu perdi alguns meses no jardim de inf√Ęncia e fui para seis escolas prim√°rias diferentes. Vivemos com cupons de alimentos e WIC por v√°rios anos.

Foi difícil, assustador e estressante. Senti falta dos meus amigos. Eu perdi algumas amizades. Passei muito tempo sozinho com minha família.

Adivinha? Eu sobrevivi, assim como tantas crian√ßas que enfrentaram adversidades em suas vidas. As crian√ßas s√£o resilientes. Minha m√£e era meu rock e me mostrou amor e carinho com tudo isso, ent√£o eu estava bem. E tamb√©m podemos fazer isso pelos nossos filhos. √Äs vezes a vida √© estranha para as crian√ßas. √Äs vezes, fica ofendido. Podemos ajud√°-los a passar por todas as suas emo√ß√Ķes sobre isso e mostrar a eles que eles ficar√£o bem.

E sinto muito, seu filho estar entediado ou sozinho ou suas preocupa√ß√Ķes com os planos de ver√£o ou a vida social n√£o s√£o t√£o adversas quanto a uma circunst√Ęncia, especialmente se estiverem em casa, em seguran√ßa e alimentadas.

Sim, nossos filhos podem estar sofrendo. Mas est√° ao nosso alcance ajud√°-los a resolver isso, ensinar-lhes as li√ß√Ķes de fazer sacrif√≠cios para um bem maior, ajudando-os a ver que sim, eles podem passar por algo dif√≠cil e sair melhor por isso.

Prefiro que meus filhos sofram alguns meses, entediados, inquietos e sozinhos em casa, do que arriscar suas vidas ou a vida de qualquer pessoa ao seu redor. E essa é a maldita verdade.