contador gratuito Skip to content

Ensinar sua filha a usar um tamp√£o

Ensinar sua filha a usar um tamp√£o

Os períodos são uma parte normal da vida. Mas para a maioria das meninas, atingir esse marco monumental da puberdade é bastante confuso.

‚ÄúAs c√£ibras terminar√£o? O sangramento vai parar? Devo usar um bloco ou posso usar um absorvente interno? ‚ÄĚ Estas s√£o apenas algumas das perguntas que sua filha pode estar fazendo quando ela come√ßa a menstruar pela primeira vez.

Quanto √† √ļltima pergunta, se sua filha est√° optando por usar absorventes internos e voc√™ est√° se perguntando como ensinar sua filha a usar absorventes internos, estamos aqui para ajudar.

Quando se trata de menstruação, a Dra. Lisa Klein, pediatra da Child Health Associates P.C. com locais em Novi e Troy e co-fundador do Turning Teen, diz que é preciso mais de uma conversa e deve acontecer cedo.

“Eu recomendo conversar com sua filha sobre a puberdade por volta das 8”, diz Klein.

Klein acrescenta que, mesmo que sua filha não inicie seu ciclo menstrual tão cedo, ela pode ter amigos, e é importante que ela entenda o que vai acontecer com seu corpo.

O que as meninas devem saber sobre o uso de absorventes internos

N√£o √© uma tarefa f√°cil aprender a usar um tamp√£o, e algumas meninas podem nunca querer us√°-lo, mas se sua filha estiver interessada nessa op√ß√£o, Klein oferece algumas dicas e informa√ß√Ķes para facilitar as coisas.

A idade pode ser uma preocupação para as mães, mas seu filho de 11 anos, por exemplo, ainda pode usar um absorvente interno.

“N√£o existe uma certa idade que as meninas possam usar (tamp√Ķes), elas podem us√°-los em qualquer idade”, diz Klein.

No entanto, para pacientes que optam por usar absorventes internos, Klein sugere estas três regras:

  1. Eles precisam saber o que é uma vagina e se sentir confortável com essa palavra e ter uma.
  2. Eles devem estar confort√°veis ‚Äč‚Äčo suficiente para se tocar para inserir um tamp√£o.
  3. Eles precisam saber quanto tempo deixar um absorvente interno.

Os tamp√Ķes devem ser trocados a cada 4-6 horas e as meninas devem ter um lembrete se for uma m√£e lembrando-as ou um alarme no telefone. Eles n√£o devem dormir com um absorvente interno.

Também é importante saber quando não usar um tampão.

“Se eles n√£o tiverem fluxo suficiente, o tamp√£o pode ser desconfort√°vel de retirar”, diz Klein. ‚ÄúEles devem esperar at√© que seus ciclos tenham fluxo menstrual suficiente para que um tamp√£o entre e saia facilmente.

Introdu√ß√£o aos tamp√Ķes

A maioria das caixas de tamp√Ķes vem com instru√ß√Ķes, e √© importante sentar e ler com sua filha. Ela pode estar envergonhada, mas isso tornar√° mais f√°cil para ela fazer perguntas.

‚ÄúO primeiro passo √© pegar uma caixa de tamp√Ķes. Olhe para eles, toque-os, pratique com um ‚ÄĚ, diz Klein.

Klein tamb√©m diz que as meninas devem conhecer sua anatomia e que existem certos m√ļsculos que podem relaxar para ajudar o processo a ficar mais f√°cil. E, √© claro, eles devem saber para onde vai o tamp√£o. A m√£e tamb√©m deve pedir √† filha para apontar para as costas ao inserir um tamp√£o, n√£o para cima.

“Sugiro que na primeira vez que uma garota tente fazer isso, ela tenha um espelho de m√£o para se olhar e se certificar de que est√° fazendo o que √© certo”, diz Klein.

Ela também diz que deve caber à garota se ela quer sua mãe no banheiro com ela durante esse período, pois isso pode deixá-la mais nervosa e tensa.

“Eles est√£o descobrindo sua independ√™ncia”, acrescenta Klein.

Existem muitos recursos dispon√≠veis para m√£es e filhas olharem juntas on-line. Empresas de tamp√Ķes como Tampax e Kotex t√™m instru√ß√Ķes ou v√≠deos que ajudam as meninas a aprender a inserir um tamp√£o pela primeira vez.

Notas para pais

Para os pais, esse tópico pode ser desconfortável ou desconhecido. A melhor opção nessa situação seria utilizar seus recursos, como livros e a Internet, sugere Klein.

O primeiro recurso seria uma pediatra se sua filha tiver um, porque ela est√° disposta a discutir o assunto com seus pacientes.

“Pe√ßa a ajuda de uma tia, av√≥ ou talvez um vizinho pr√≥ximo”, diz Klein. “Apenas um adulto pr√≥ximo, se ela n√£o estiver confort√°vel conversando sobre isso com o pai”.

A obten√ß√£o de uma mulher adulta com quem ela se aproxima d√° a algu√©m com experi√™ncia em primeira m√£o e algu√©m com quem ela pode se relacionar com problemas e d√ļvidas sobre garotas.

“Existem tantos livros excelentes por a√≠ com fotos e outras coisas”, acrescenta Klein. “Utilize esses recursos para educar melhor voc√™ e sua filha.”

Esta postagem foi publicada originalmente em 2017 e é atualizada regularmente.