contador gratuito Skip to content

Dia Internacional da L√≠ngua M√£e 2019 – Ser multil√≠ngue traz esses 6 benef√≠cios √† sa√ļde

Dia Internacional da L√≠ngua M√£e 2019 - Ser multil√≠ngue traz esses 6 benef√≠cios √† sa√ļde

O Dia Internacional da L√≠ngua M√£e 2019 √© comemorado em 21 de fevereiro. Devido √† sua grande variedade de idiomas, a √ćndia tem um grande n√ļmero de pessoas multil√≠ngues. Muitos de n√≥s, √≠ndios, sentimos-nos √† vontade para falar e entender pelo menos 2 a 3 idiomas: nossa l√≠ngua materna, ingl√™s e hindi, amplamente falados em todo o pa√≠s e ensinados em nossas escolas, al√©m de outros idiomas com os quais podemos nos familiarizar por ter amigos. ou ter crescido em bairros que falam l√≠nguas diferentes. V√°rios estudos dizem que ser multil√≠ngue tem v√°rios benef√≠cios √† sa√ļde. Vamos dar uma olhada em alguns deles. Leia tamb√©m – A imagem cerebral de resson√Ęncia magn√©tica pode ajudar a prever o n√≠vel de intelig√™ncia em crian√ßas

Leia também РDicas para melhorar sua concentração

Previne a dem√™ncia: Uma equipe de pesquisadores estabeleceu que anos de bilinguismo mudam a maneira como o c√©rebro realiza tarefas que exigem concentra√ß√£o em uma informa√ß√£o, sem se distrair com outras. Isso torna o c√©rebro mais eficiente e econ√īmico com seus recursos. Ap√≥s anos de pr√°tica di√°ria gerenciando a interfer√™ncia entre dois idiomas, os bil√≠ngues se tornam especialistas na sele√ß√£o de informa√ß√Ķes relevantes e na ignor√Ęncia de informa√ß√Ķes que possam distrair uma tarefa, disse Ana In s Ansaldo, da Universidade de Montreal, em um artigo publicado no Journal of Neurolinguistics. Leia tamb√©m – Conhecer diferentes idiomas √© bom para o desenvolvimento cognitivo do c√©rebro

Ajuda crian√ßas com autismo: Um estudo publicado na revista Child Development descobriu que o bilinguismo pode aumentar a flexibilidade cognitiva em crian√ßas com Dist√ļrbios do Espectro do Autismo (TEA). Os pesquisadores chegaram a essa conclus√£o depois de comparar a facilidade com que 40 crian√ßas entre seis e nove anos, com ou sem TEA, monol√≠ngues ou bil√≠ngues, foram capazes de mudar as tarefas em um teste gerado por computador. As crian√ßas foram solicitadas a classificar um √ļnico objeto que aparecia na tela do computador por cor (ou seja, classificar coelhos azuis e barcos vermelhos como sendo vermelhos ou azuis) e, em seguida, foram solicitadas a trocar e classificar os mesmos objetos em vez de sua forma (ou seja, classificar azul coelhos e barcos vermelhos por forma, independentemente da cor). Dicas de autismo para os pais Ajude seu filho autista a se comunicar melhor.

Melhora o foco e a concentração: Ser bilíngue pode melhorar a capacidade de manter a atenção e o foco e também melhorar outras habilidades cognitivas, diz um estudo publicado na revista Bilingualism: Language and Cognition. Os falantes bilíngues têm uma atenção melhor sustentada do que os falantes monolíngues.

Aumenta a elasticidade do c√©rebro: Aprender novos idiomas aprimora a elasticidade do c√©rebro e sua capacidade de codificar informa√ß√Ķes, segundo um estudo publicado na revista Scientific Reports. O estudo menciona que, quanto mais l√≠nguas estrangeiras se aprende, mais eficazmente o c√©rebro reage e processa os dados acumulados no decorrer do aprendizado. ‚ÄėQuanto mais idiomas algu√©m dominava, mais r√°pido se formava a rede de neur√īnios que codifica as informa√ß√Ķes nas novas palavras. Conseq√ľentemente, esses novos dados estimulam a fisiologia do c√©rebro – carregar a mente com mais conhecimento aumenta sua elasticidade ”, disse Yuriy Shtyrov, pesquisador da Universidade de Helsinque.

Torna as crian√ßas melhores na solu√ß√£o de problemas: Os beb√™s nascidos em fam√≠lias bil√≠ngues s√£o melhores na resolu√ß√£o de problemas. “Antes mesmo de come√ßar a conversar, os beb√™s criados em fam√≠lias bil√≠ngues est√£o praticando tarefas relacionadas √† fun√ß√£o executiva”, disse a principal autora Naja Ferjan Ram rez, da Universidade de Washington. Isso sugere que o bilinguismo molda n√£o apenas o desenvolvimento da linguagem, mas tamb√©m o desenvolvimento cognitivo de maneira mais geral, acrescentou Ram rez no artigo publicado online na revista Developmental Science.

Facilita a recupera√ß√£o ap√≥s o AVC: Os bil√≠ngues t√™m duas vezes mais chances de se recuperar de um derrame do que os colegas n√£o-bil√≠ngues, escreveu uma equipe de pesquisadores no jornal Stroke, da American Heart Association. Os pesquisadores descobriram que cerca de 40% dos pacientes bil√≠ngues tinham fun√ß√Ķes cognitivas normais ap√≥s um acidente vascular cerebral, em compara√ß√£o com cerca de 20% dos pacientes de l√≠ngua √ļnica. Os bil√≠ngues tiveram melhor desempenho nos testes p√≥s-AVC que mediram a aten√ß√£o e a capacidade de recuperar e organizar as informa√ß√Ķes.

Publicado: 21 de fevereiro de 2019 8:59 | Atualizado: 21 de fevereiro de 2019 2:51