Construindo uma cultura de prevenção da violência verbal no trabalho

Construindo uma cultura de prevenção da violência verbal no trabalho

homem gritando agressivamente

© Depositphotos.com/piopio3 A violência verbal é altamente destrutiva para a auto-estima e deve ser combatida no ambiente organizacional.

Devemos sempre estar preparados para lidar com vários tipos de pessoas no local de trabalho. Isso ocorre porque cada um tem uma personalidade, um ritmo e uma maneira de lidar com pessoas e situações. Para que todas essas diferenças não entrem em conflito, é muito importante manter um ambiente saudável e respeitoso.

Ao contrário da crença popular, a violência verbal não se resume apenas ao uso de palavrões. Palavras duras, piadas, ironias e expor erros para ridicularizar ou menosprezar alguém também são atitudes violentas e têm um alto grau de auto-estima destrutiva para aqueles que sofrem violência. Esse tipo de atitude é considerado violência psicológica, e seu dano é muito prejudicial e pode causar insônia, depressão, dores de cabeça, dores no corpo e muitas outras doenças.

A violência verbal pode ocorrer em qualquer área das relações humanas, como relacionamentos matrimoniais, abuso de crianças ou idosos e também no local de trabalho.

Lembre-se de que o assédio no local de trabalho, seja moral, físico ou sexual, é considerado um crime e pode destruir a imagem de toda a organização. Portanto, a ética de cada funcionário deve ser um dos elementos mais importantes no desenvolvimento de uma empresa, pois seus comportamentos serão refletidos dentro e fora do trabalho.

Como prevenir a violência?

É importante que as empresas ofereçam serviços de saúde e segurança aos seus funcionários. A presença de profissionais como psicólogos e médicos pode incentivar os funcionários a desabafar em situações de abuso, garantindo confidencialidade.

Documentos com regras de conduta exigidas no cenário profissional também podem ajudar a orientar o comportamento de todos. Isso ocorre porque a distribuição de informações sobre a política de prevenção ao bullying no local de trabalho fortalece os laços de comunicação.

Ações como conferências e apresentações são válidas para ilustrar o que é violência e como deve ser evitada e denunciada. Informações sobre onde e como você pode ajudar as possíveis vítimas de bullying também são essenciais.

Também é importante estabelecer um ambiente de confiança. O exemplo deve vir principalmente daqueles que ocupam as posições mais altas, pois são os líderes que admiram e refletem o comportamento dos outros. Além disso, desenvolver a capacidade de se colocar no lugar de seus colegas e de ter empatia e respeito é essencial para qualquer bom profissional.

Você gostou do artigo? Deixe a sua opinião nos comentários!

* Este conteúdo não é uma fonte de notícias ou press releases, para seu uso ou referência, entre em contato conosco.