contador gratuito Skip to content

Como parar um divórcio: 11 maneiras de tentar reconciliar

Como parar um divórcio

Imagem: iStock

Você ignorou as pistas sutis, silenciosamente forçou a voz dentro de sua cabeça e fechou os olhos com aquelas bandeiras vermelhas deslumbrantes.

Um relacionamento não pode ser corajoso o tempo todo; Haverá momentos em que os dois terão diferenças. Mas se você estiver varrendo esses problemas para baixo do tapete em vez de resolvê-los, chegará o momento em que um dos parceiros dirá Isso é! termineie ir embora.

O divórcio é a etapa final de um relacionamento. Depois que um casal se divorcia, não há como voltar atrás. Portanto, se você acha que ainda há esperança para o relacionamento, ou se ainda se ama, faça o que for necessário para manter o casamento longe do divórcio.

Neste post da MomJunction, damos 11 dicas sobre como parar o div√≥rcio, manter o casamento vivo e nutrir o relacionamento para ajud√°-lo a recuperar a sa√ļde.

11 maneiras de parar um divórcio

Aqui estão algumas coisas que você pode fazer para evitar chegar ao ponto de separação ou divórcio legal.

  1. Pare de culpar um ao outro: Um relacionamento funciona ou falha por causa dos dois parceiros e n√£o apenas um deles. Se voc√™ quer que o casamento funcione, evite dizer coisas como √© tudo por sua causa, ou voc√™ tem sorte de ter voltado para voc√™. Isso apenas os tornar√° mais distantes. Em vez disso, tente falar sobre como voc√™ se sente e o que o preocupa com suas a√ß√Ķes. Fa√ßa isso em ambos, n√£o em um de voc√™s.
  1. Introspecção: Antes de tentar convencer seu parceiro a reconsiderar sua decisão, faça uma introspecção. Olhe para você e seu comportamento no casamento para entender o que você quer e por que você os quer em sua vida. Onde as coisas deram errado e o que você pode fazer para melhorá-las? Quando você souber as respostas para essas perguntas, ficará claro sobre o que dizer ao seu parceiro e o que esperar do relacionamento.
  2. Tenha cuidado com o que você diz: Seu parceiro ouviu e disse o suficiente antes de tomar essa decisão. Para eles reconsiderarem a mudança de postura, precisarão ouvir algo otimista e prático. Portanto, tenha muito cuidado com o que lhes diz. Se você culpar ou for vítima, ou pedir que fiquem porque você precisa, é provável que eles desejem ainda mais o divórcio.

Em vez disso, aceite suas deficiências, se houver, e aponte sutilmente como seu comportamento afetou você e o relacionamento. Olhe para os dois lados e fale sobre as coisas boas que ambos sentirão falta se se divorciarem. Escolha palavras que transmitam sua aceitação, amor e compreensão.

(Ler: Maneiras de reconstruir sua vida após o divórcio )

  1. Aceite o seu lado das coisas: Voc√™ pode ser uma crian√ßa perfeita, um amigo e um colega, mas quando seu parceiro diz que fez algo que os machucou, provavelmente fez. Mesmo se voc√™ n√£o concordar, n√£o lute imediatamente e tente culpar ele. Os argumentos sobre como encontrar falhas s√≥ continuam em um loop. Por mais dif√≠cil que seja, admita seus erros e simpatize com seu c√īnjuge. Desculpe se √© seu erro. Isso os ajudar√° a se reconectar e pensar em reconcilia√ß√£o.

Com isso dito, n√£o se culpe pelos erros do seu c√īnjuge. Se eles te culparem por coisas pelas quais voc√™ n√£o √© respons√°vel, diga-lhes gentilmente que as acusa√ß√Ķes est√£o te machucando.

  1. Esteja aberto a altera√ß√Ķes: Se voc√™ quer que seu casamento funcione, voc√™ deve aceitar seus erros e tamb√©m estar disposto a mudar. Voc√™ n√£o precisa mudar completamente sua vida, mas algumas mudan√ßas de comportamento podem manter o casamento em paz e fazer seu c√īnjuge feliz. Por exemplo, se voc√™ tem um v√≠cio, trabalhar nele pode ajud√°-lo a salvar seu casamento. Se voc√™ tem raiva incontrol√°vel, praticar medita√ß√£o e ioga pode ajud√°-lo a controlar seu temperamento.

No entanto, as exig√™ncias irracionais de que voc√™ desista de sua carreira ou de seus sonhos, n√£o gaste tempo com amigos e n√£o tenha uma vida fora do casamento, n√£o podem ser atendidas. Quaisquer outras pequenas altera√ß√Ķes que possam salvar seu casamento devem ser consideradas.

  1. Mantenha uma conex√£o: Se o seu c√īnjuge decidiu deixar o relacionamento, mas voc√™ n√£o est√° pronto para deix√°-lo, tente manter uma conex√£o com ele. Sejam os filhos, um amigo em comum ou a sua casa em geral, continue conversando com eles sempre que poss√≠vel.

Toda vez que voc√™ faz um esfor√ßo para alcan√ß√°-los e inclu√≠-los em sua vida, eles podem perceber que voc√™ ainda est√° tentando permanecer conectado e salvar o casamento. Perca a conex√£o e, em pouco tempo, a dist√Ęncia aumentar√°, fazendo de voc√™ estranhos que j√° foram parte importante da vida de outras pessoas.

  1. Cale a boca seu c√©rebro: Nosso c√©rebro usa a resposta de luta ou fuga para nos proteger de ser ferido. Portanto, quando seu relacionamento d√≥i, voc√™ pode ficar longe dessa pessoa. Voc√™ pode ficar com raiva e tomar decis√Ķes impulsivas com pressa para se salvar do que estiver machucando voc√™.

Quando estiver com raiva e ferido, evite responder imediatamente. Reserve um tempo para pensar e processar o que aconteceu para responder de maneira madura, sem ser desagrad√°vel ou arrastar os problemas do passado para o presente.

  1. V√° para o conselho: Procurar aconselhamento profissional ajudar√° voc√™ a trabalhar em coisas que o incomodam. Casais √† beira do div√≥rcio tendem a se envolver em um ciclo vicioso de discuss√Ķes e culpas, o que gerar√° mais √≥dio e amargura. Um mediador de objetivo externo pode ajud√°-lo a obter uma nova perspectiva. Ent√£o, conven√ßa seu parceiro e fa√ßa isso.
  1. Tenha um plano em prática: Reviver um casamento desfeito exige muito trabalho. Ambos os parceiros devem concordar com um plano e levá-lo adiante. Eles devem se comprometer a não repetir nenhum dos erros do passado. Além disso, os dois parceiros devem aceitar certos aspectos um do outro.

Por exemplo, mesmo que seu c√īnjuge seja um pouco duro quando lhe disser algo para o seu pr√≥prio bem, n√£o se ofenda com os seus caminhos; Em vez disso, observe seus motivos positivos. Aceite o fato de que ningu√©m √© perfeito e seu parceiro tem sua pr√≥pria maneira de fazer certas coisas.

  1. A cura leva tempo: O que levou à ideia do divórcio não é apenas uma disputa regular de casamento. O fato de um parceiro ter desistido do relacionamento diz muito sobre o quanto eles estão feridos.

Eles podem ter construído um muro ao redor deles para se proteger. A cura, nesses casos, levará tempo. Se o seu parceiro não responder aos seus esforços iniciais, não desanime ou culpe-o por não tentar. Entenda o quão difícil pode ser para eles se abrirem novamente e arriscarem ferimentos. Portanto, seja paciente ao fazer o que deve fazer e dê a eles espaço para pensar.

  1. Crie sua pr√≥pria hist√≥ria de amor (novamente): A√≠ vem o bem! Depois de resolver os problemas e curar as feridas antigas, √© hora de criar boas lembran√ßas para substituir as amargas. Depois que seu parceiro se virar, voc√™ n√£o deve se sentar e relaxar. √Č aqui que a verdadeira cura come√ßa; Este √© o momento de mostrar que voc√™ n√£o apenas fala, mas tamb√©m age. Acostume-se a:
  • Passar tempo juntos
  • Trate-nos com compaix√£o e bondade.
  • Resolver problemas em vez de varr√™-los para debaixo do tapete
  • Cuide das necessidades dos outros.
  • Ou√ßa e ajude um ao outro

Você pode ter tido a melhor história de amor do passado, mas agora pode criar uma ainda melhor.

(Ler: Como lidar com a separação legal )

Saiba quando parar

Você pode querer dar uma segunda chance ao relacionamento, mas às vezes as coisas ficam tão fora de controle que, por mais que você tente, o relacionamento não pode ser reparado. Só porque você está pronto para voltar, não significa que seu parceiro também deva se sentir o mesmo.

Dito isto, o casamento n√£o funcionar√° se voc√™ for o √ļnico participante disposto a fazer altera√ß√Ķes. Mas fa√ßa sua parte sinceramente e aguarde a resposta de seus parceiros. Observe a rea√ß√£o de seus parceiros aos seus esfor√ßos e veja se h√° alguma melhoria na equa√ß√£o.

Se os problemas não forem resolvidos, apesar de todos os seus esforços e conselhos profissionais, é melhor deixar as coisas acontecerem e respeitar a decisão do seu parceiro. Mas, fazendo tudo o que pode para impedir o divórcio, pelo menos você terá a paz de ter desistido de tudo antes de desistir.

Al√©m disso, o fato de voc√™ ter dado um passo para salvar o relacionamento n√£o significa que voc√™ √© o √ļnico culpado. N√£o √© saud√°vel comprometer sua felicidade para salvar um relacionamento que o entristece. Aceitar as exig√™ncias irracionais de seus parceiros (se houver) pode faz√™-los felizes, mas isso o deixar√° angustiado. Isso levar√° a mais discuss√Ķes e discuss√Ķes, continuando o ciclo do relacionamento t√≥xico.

Se nenhum dos dois estiver disposto a trabalhar para impedir o divórcio, o casamento não funcionará.

Você tem alguma experiência ou conselho para compartilhar? Conte-nos sobre isso na seção de comentários abaixo.

Artigos recomendados:

Os comentários são moderados pela equipe editorial da MomJunction para remover qualquer comentário pessoal, abusivo, promocional, provocador ou irrelevante. Também podemos remover hiperlinks nos comentários.