Coc√ī durante o parto: voc√™ realmente sobreviver√°

Coc√ī durante o parto: voc√™ realmente sobreviver√°

Coc√ī durante o parto: voc√™ realmente sobreviver√°

Imagem via Shutterstock

Estou com medo de zumbis. Estou com medo de baratas. Estou com medo de abrir latas de biscoitos. (Sério, se isso de repente pop! não o assusta, você tem nervos de aço.) Mas essas são todas as coisas que geralmente posso evitar.

No entanto, houve um medo pior do que uma barata zumbificada catapultada de um canhão de biscoito que fui forçado a olhar diretamente nos olhos.

Ou, mais precisamente, o Castanhoolho.

Porque quando eu estava gr√°vida do meu primeiro filho, fiquei com medo, petrificado, de uma coisa: fazer coc√ī durante o parto.

Claro, eu estava preocupada com o que o nascimento faria com as partes da minha dama. Não é todo mundo, especialmente quando você nunca fez isso antes? Você apenas tem que imaginar a logística. E para mim, parecia muito empurrar um travesseiro estofado pelo buraco do pescoço de um suéter.

Mas oh, os dias felizes em que o vag era minha √ļnica preocupa√ß√£o! Porque depois me ocorreu que santa m√£e de momentos mortificantes, eu posso realmente cagar na mesa do parto, Eu perdi muito sono. Eu tinha lido uma linha em um dos meus livros sobre gravidez que dizia: Seu m√©dico pode pedir que voc√™ empurre como se estivesse tendo uma evacua√ß√£o. E ent√£o eu pensei: Ent√£o, o que voc√™ impede de realmente tendo um movimento intestinal?

E ent√£o, com um calafrio, percebi que nada te impede. O que acontece ali beb√™, placenta, ontem √† noite, sandu√≠che de peru se transformou em coc√ī, tudo isso est√° saindo. Foi como um daqueles sonhos em que voc√™ aparece em algum lugar nu … exceto que voc√™ o leva para o pr√≥ximo n√≠vel de mortifica√ß√£o e se importa.

Liguei para minha m√£e em p√Ęnico. E se eu cagar na mesa do parto? Eu lamentei.

Bem, quero dizer, acontece, ela disse. Às vezes é inevitável. Mas prometo que não é grande coisa.

Nada demais? NADA DEMAIS? Coc√ī nu √† vista de uma sala cheia de estranhos virtuais para n√£o mencionar meu marido, que eu esperava que algum dia quisesse transar comigo de novo? Confio plenamente na equipe do hospital para salvar minha vida e meus filhos, se as coisas derem errado durante o parto. Mas quando se tratava de me ver coc√ī, eu n√£o podia imagin√°-los levando isso de √Ęnimo leve. Quero dizer, ouvi algu√©m peidar na minha aula de Zumba uma vez e quase tive que sair da sala porque n√£o consegui reprimir o riso e me considero (principalmente) maduro.

Eu criei um cen√°rio horr√≠vel inteiro na minha cabe√ßa e o repito v√°rias vezes: eu estaria deitado l√° com os joelhos no peito, meus bens em exibi√ß√£o gloriosa sob um holofote flagrante, com uma infinidade de pessoal m√©dico em p√© (incluindo um m√©dico estudante que parecia com o atemporalmente quente Jake Ryan de Dezesseis velas) E de repente * sugest√£o barulho estridente peido * … merda iria acontecer. Todo mundo imediatamente come√ßaria a parecer chocado e horrorizado. Eles engasgaram e taparam o nariz e trocaram olhares de nojo. Deve haver um riso mal reprimido aqui e ali.

Minha mente lógica, é claro, cagou nessa teoria (pegue? Poo-poohed?) Eles são profissionais, eu disse a mim mesma friamente. Tenho certeza que isso acontece o tempo todo. Apesar da minha confiança forçada, não pude reprimir o nervosismo. A equipe médica pode muito bem ter sido profissional, mas isso não significava que eu estava ansioso para fazer um despejo desamparado e sem limpeza na frente deles.

Mas aqui est√° algo sobre dar √† luz, especialmente pela primeira vez: voc√™ est√° t√£o ocupado, t√£o distra√≠do, t√£o envolvido, que at√© mesmo um medo paralisante, como a defeca√ß√£o p√ļblica, fica atr√°s da tarefa em quest√£o. Quando chegou a hora de empurrar, a √ļnica coisa em minha mente era conhecer o beb√™ que eu nutria h√° nove meses e sonhava h√° anos.

Experimente, a enfermeira me disse. Empurre o seu fundo. Minha epidural me deixou b√™bado da cintura para baixo, ent√£o n√£o estava me sentindo nada, mas segui obedientemente suas instru√ß√Ķes. Foi quando a notei limpando eficientemente para baixo, depois dobrando e descartando discretamente uma das grandes almofadas absorventes embaixo de mim. E a realiza√ß√£o me ocorreu: oh meu senhor, eu devo ter cagado.

Meu pesadelo se tornou realidade, mas apenas parte dele. Porque n√£o houve risadas. N√£o houve express√Ķes de repulsa. (E nenhum Jake Ryan parecido.) Ningu√©m sequer pensou duas vezes sobre isso. Na verdade, eu n√£o tinha certeza absoluta de ter feito coc√ī at√© meu marido graciosamente confirmar.

(A propósito, tínhamos mais três filhos depois disso, então ele aparentemente também não estava tão enojado.)

Ent√£o animem-se, aspirantes a coc√ī de gravidez. Na verdade, n√£o √© t√£o ruim quanto voc√™ imagina. Acredite ou n√£o, n√£o √© grande coisa! Voc√™ preferiria n√£o entregar um registro junto com seu beb√™? Claro. Mas importa se voc√™ faz? Absolutamente n√£o. Eles realmente est√£o acostumados a isso. Se eles acham isso hil√°rio ou revoltante, eles s√£o profissionais completos em toda a coisa do poker, porque ningu√©m d√° uma olhada. Ou torce o nariz.

E de qualquer maneira, garota, voc√™ √© tendo uma beb√™; aproveite tudo o que puder sobre a experi√™ncia. Coc√ī √© a √ļltima coisa que voc√™ deve se preocupar.

Pelo menos até chegar ao seu primeiro despejo pós-parto.

Mas isso é uma história para outra hora.

Post relacionado: Plano de Nascimento Gone Bad