Automação: como evitar – Portal

automatismo

O automatismo é caracterizado por uma ação com falta de vontade própria

Em seu sentido literal, o automatismo se refere ao estado ou atributo do que é automático. Atividade ou movimento devido a estímulos internos ou externos, independente da vontade e, de certa forma, inconsciente. Ou seja, ação com a ausência de vontade própria.

No meio de uma rotina de carreira e cheia de compromissos, não prestamos atenção aos detalhes e não prestamos atenção às inúmeras atividades que realizamos em piloto automáticoOu seja, quando o cérebro realiza atividades repetitivas sem que o indivíduo preste atenção nelas. E não, isso não é um movimento de uma ou outra pessoa, todos nós fazemos isso!

Para realizar as várias tarefas do seu dia-a-dia, como escovar os dentes, andar, ler uma revista ou mover o celular, o ser humano criou hábitos para facilitar sua rotina. Isso significa que, quando uma atividade se torna um hábito, ela se torna natural e o cérebro exige pouca energia e, assim, consegue atuar inconscientemente. Dessa maneira, o órgão abre espaço e esforço para realizar conscientemente outras tarefas.

Muito do que os seres humanos fazem são hábitos resultantes de memorização e experiências anteriores, é por isso que, quando você sai da cama e depois se vê no carro, assusta-se pelo simples fato de fazê-lo. tudo no piloto automático.

O piloto automático é natural e necessário na vida dos seres humanos, pois permite que as pessoas lidem com vários estímulos e preocupações do dia a dia, sem que seus cérebros usem muita energia.

O ponto negativo desta história é que, mesmo você sendo capaz de fazer escolhas e Tomar decisõesEm algum momento da sua vida, você descobrirá isso estando no piloto automático. Quem nunca passou pela situação de olhar as horas no celular, olhando e não se lembrando do que acabou de ver? Isso é mais comum do que imaginamos e acontece várias vezes sem que as pessoas percebam.

Esse mecanismo cerebral não está presente apenas nas atividades domésticas. É normal que, ao realizar trabalhos monótonos e / ou tediosos, o órgão comece a exigir menos energia em tarefas repetitivas e leve o ser humano a desempenhar suas funções inconscientemente, o que pode levar a erros em tarefas simples.

Outro fator prejudicial causado pelos automatismos é a resistência do cérebro quando você tenta abandonar a sabotagem e os hábitos e comportamentos destrutivos que dificultam suas atividades. vida pessoal e, acima de tudo, profissional.

Por que minimizar o piloto automático?

O cérebro humano é o resultado de constantes evoluções. Um deles é o fato de ele procurar desempenhar suas funções com o mínimo de energia e esforço possível, a fim de maximizar sua resistência. É por isso que fazemos tantas coisas no piloto automático em nossas vidas.

Nesse sentido, é pertinente dizer que o cérebro tem um grande controle sobre as atividades do ser humano e, pelo mesmo motivo, é tão difícil quando você tenta mudar a direção de uma ação, pensa de maneira diferente para executar uma tarefa por conta própria. dia a dia ou tente colocar em prática uma idéia oposta para resolver um problema existente, pois força o cérebro a deixar o piloto automático.

É um ato inconsciente, no entanto, que não significa que a repetição e reprodução de hábitos sempre será um problema, pois trazem conforto e segurança. Mas apenas sujeitando seu cérebro a trabalhar de maneiras diferentes e vivendo novas experiências, você poderá desenvolver sua criatividade e memória, ter idéias inovadoras, criar respostas diferentes para contextos diferentes, encontrar novas soluções, ser mais flexível, entre outras funções.

Dicas para minimizar a automação

A conscientização é o primeiro passo para minimizar os reflexos da automação nas atividades diárias. A partir do momento em que o indivíduo percebe que vive a maior parte de seus dias no piloto automático, ele também é capaz de visualizar que isso afeta sua felicidade e, assim, começa a viver sua rotina para sair da rotina. sua zona de conforto.

Isso não significa que esse caminho será fácil e sem obstáculos. Pelo contrário, haverá momentos em que o indivíduo terá conflitos entre o que ele quer e seus valores, haverá medo, haverá vontade de desistir, haverá retrocesso, mas será de grande crescimento e aprendizado.

Como você leu por aqui, reconhecer que é necessário melhorar alguns aspectos é essencial, mas não é fácil. Pensando nisso, separamos algumas dicas para evitar a automação. Eles são:

  • Pratique a neuroplasticidade, ou seja, faça novas conexões e permita que seu cérebro desenvolva a capacidade de reverter hábitos de sabotagem em hábitos positivos;
  • Use outro caminho para ir a lugares que você frequenta todos os dias;
  • Durma todos os dias no mesmo horário, em local ventilado e por pelo menos 8 horas;
  • Pare de usar tecnologias quando possível. Reflete: você precisa usar o GPS para ir a um determinado lugar?
  • Ao viajar de férias, procure destinos diferentes dos que você costuma visitar. Conheça novas culturas e adquira uma nova visão de mundo;
  • Converse e debata (de maneira saudável) com pessoas com opiniões diferentes das suas;
  • Melhore sua memória com jogos de tabuleiro como damas e xadrez;
  • Pare de realizar várias tarefas, concentrando-se e fazendo uma coisa de cada vez, prestando muita atenção a cada uma de suas ações;
  • Leia o conteúdo mais diversificado em livros, revistas, artigos e blogs;
  • Pratique exercícios físicos ao ar livre e preste atenção à paisagem e às pessoas ao seu redor;
  • Invista em treinamento para desenvolver seu potencial real e se tornar mais capacitado! Conhecer Profissional e Auto-treinamento (PSC), do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), e transforme sua vida! A metodologia procura ensinar sobre autoconhecimento, liderança, ciências como psicologia positiva e neurolinguística e gerenciamento de tempo e atividade. Além disso, o treinador ainda mostrará a importância de evoluir todos os dias. Para fazer isso, você entende quais são os pontos fortes dele e como fazê-los se destacar ainda mais para continuar ajudando-o diariamente; e também entender quais são seus pontos fracos para torná-los menos spoilers. Os resultados da metodologia podem ser percebidos a curto, médio e longo prazo, tanto na vida profissional quanto na pessoal.

É importante lembrar que o cérebro é uma máquina muito poderosa e está disponível para o ser humano, mas aqueles que acreditam que devem fazer todo o trabalho sozinhos estão errados. É um papel para todos nós, diariamente, exercitá-lo constantemente, colocá-lo na vanguarda de novas experiências, driblar efeitos negativos, tirá-lo da zona de conforto, promover desafios e minimizar o piloto automático altamente ativo, para que ele permaneça constante evolução e mantenha-se saudável.

E seu cérebro trabalhou no piloto automático? O que você fez para tirá-lo desse estado? Diga-me nos comentários!

Direitos autorais: 337088285 – https://www.shutterstock.com/en/g/rawpixel