Aromaterapia para ajudar a um ataque de pânico

Aromaterapia para ajudar a um ataque de pânico

Medicina Alternativa e Complementar (CAM) é um termo usado para descrever uma ampla gama de práticas e produtos não convencionais que são usados ​​para fins de bem-estar e cura. Alguns exemplos comuns de CAM incluem relaxamento muscular progressivo, acupuntura, ioga e massagem terapêutica. O uso das práticas de CAM continuou a crescer em popularidade e agora é usado para ajudar a tratar uma variedade de condições, incluindo distúrbios de ansiedade.

Aromaterapia é outro tipo de CAM geralmente praticado para reduzir os sintomas de estresse e ansiedade. Utilizada em conjunto com as opções de tratamento convencional, a aromaterapia pode ajudá-lo a gerenciar seus sintomas de pânico. A seguir, é apresentada uma visão geral da aromaterapia para o transtorno do pânico, incluindo uma descrição dos aromas que podem ajudar com os sintomas de ansiedade:

O que é aromaterapia?

Aromaterapia é o uso de óleos essenciais para curar condições físicas e emocionais e melhorar o bem-estar pessoal. Os óleos essenciais são derivados de diferentes partes das plantas, incluindo flores, galhos, folhas ou frutas. Existem vários tipos de óleos essenciais, cada um com seu próprio perfume e propriedades corretivas. Estes óleos também podem ser misturados para criar novos aromas e diferentes valores medicinais.

Aromaterapia é usada para tratar uma variedade de condições de saúde física e mental, como depressão, problemas de pele e fadiga. Para promover a saúde e a cura, a aromaterapia pode ser administrada de várias maneiras diferentes. Por exemplo, os óleos essenciais podem ser usados ​​em difusores para trazer um aroma através da sala. Esses óleos podem ser combinados com óleos transportadores para uma experiência relaxante de massagem. Os óleos essenciais podem ser adicionados à água do banho ou em uma compressa para acalmar a pele. Eles também são usados ​​em muitos produtos domésticos e de beleza, como loções para o corpo, velas e incenso.

Aromas para transtorno do pânico e agorafobia

Existem certos óleos essenciais que podem ajudar a reduzir sentimentos de medo e ansiedade, diminuir o estresse e melhorar o humor. Aqui estão alguns aromas comuns de aromaterapia que foram usados ​​para induzir relaxamento e diminuir emoções negativas:

Lavanda: Conhecido por seus efeitos calmantes, o óleo de lavanda é frequentemente usado para ajudar a relaxar e descontrair. Acredita-se que o aroma de lavanda ajude a melhorar o humor e a reduzir os sentimentos de nervosismo. Este aroma pode ser usado a qualquer hora do dia para facilitar um efeito calmante. Pode ser especialmente benéfico usar antes de dormir para promover um sono reparador. O óleo de lavanda também foi encontrado para aliviar dores de cabeça e enxaquecas, que são condições coexistentes comuns para pessoas com transtorno do pânico.

Limão: Pensa-se que este óleo essencial reduz a sensação de lentidão, fadiga e tristeza. Acredita-se que o aroma do óleo de limão ajude a elevar o humor, melhorar a concentração, reduzir pensamentos de medo e aliviar o estresse.

Bergamota: O cheiro do óleo de bergamota pode ajudá-lo a se sentir fresco e cheio de energia. Este óleo essencial também pode ajudar a lidar com os sintomas do transtorno do pânico, pois acredita-se que ajude a estabilizar o medo, diminuir os sentimentos de ansiedade e obter um relaxamento profundo.

Ylang Ylang: Este óleo perfumado vem das belas flores da árvore ylang-ylang. Esse cheiro pode ajudar a aliviar a tensão, a tristeza e a preocupação. Também é projetado para melhorar o humor e a atitude.

Preocupações com segurança e outras precauções

Devido ao seu crescimento em popularidade, os óleos de aromaterapia estão mais disponíveis do que nunca. Muitas lojas especializadas, lojas de alimentos naturais e grandes redes de supermercados possuem uma grande variedade de óleos essenciais. No entanto, existem alguns problemas em potencial com a disponibilidade de óleos essenciais.

Primeiro, há pesquisas insuficientes e poucas evidências científicas para demonstrar a eficácia da aromaterapia. O uso de óleos de aromaterapia para tratar condições médicas ou de saúde mental não foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos. Os óleos essenciais também não são padronizados pelo FDA, que fabrica óleos diluídos vendidos por varejistas.

Segundo, é possível ter uma reação adversa aos óleos essenciais. Esses aromas fortes podem causar dores de cabeça, tontura e náusea. Também é possível ter uma reação alérgica, que pode causar falta de ar e irritação da pele. Os óleos essenciais não devem ser ingeridos, pois têm potencial para toxicidade.

Por fim, embora os óleos essenciais sejam fáceis de encontrar, eles não devem ser usados ​​sem a orientação de um aromaterapeuta certificado e sem a autorização do seu médico. Ao discutir esta opção com seu médico, verifique se ele está ciente de quaisquer medicamentos vendidos sem receita e sem receita médica. Além disso, alguns óleos de aromaterapia podem não ser recomendados para pessoas com certas condições médicas ou para aquelas que estão grávidas ou amamentando.

Ao contrário da aromaterapia, as opções de tratamento convencional, como psicoterapia e medicamentos, foram extensivamente pesquisadas e avaliadas para garantir sua segurança e eficácia. No entanto, a aromaterapia pode ser uma adição útil ao seu plano de tratamento mais padrão. Alguns óleos essenciais podem ajudá-lo a se sentir cada vez mais calmo, aliviando alguns dos sintomas de pânico e ansiedade.