Amamentando um bebê com febre ou resfriado
Psicologia

Amamentando um bebê com febre ou resfriado

Amamentar quando você está resfriado

Última atualização em 29 de outubro de 2018

Muitas m√£es muitas vezes t√™m d√ļvidas ou preocupa√ß√Ķes com rela√ß√£o √† doen√ßa / doen√ßa e amamenta√ß√£o. Compreensivelmente, pode ser uma fonte de grande ansiedade e levar a muitas perguntas sobre o melhor caminho a seguir para sua sa√ļde e a sa√ļde de seu filho. O artigo a seguir tentar√° abordar algumas dessas perguntas e preocupa√ß√Ķes, fornecer orienta√ß√Ķes mais espec√≠ficas sobre as situa√ß√Ķes em que √© aceit√°vel amamentar e listar as precau√ß√Ķes a serem tomadas para minimizar os riscos de infec√ß√£o do beb√™ por contato.

√Č seguro amamentar com resfriado ou febre?

Em geral, sim Рé seguro amamentar seus filhos, mesmo se você tiver doenças comuns como dor de garganta, tosse, resfriado, febre e coisas do gênero. No entanto, embora a enfermagem não transmita doenças comuns, é possível que o contato corporal próximo com seu filho possa espalhar sua doença. Dessa forma, é benéfico ter cautela durante doenças extremas, embora alguns dos anticorpos no seu leite materno possam ajudar a proteger seu filho contra a infecção.

Por que amamentar, mesmo que tenha resfriado ou febre?

Na maioria dos casos, é perfeitamente aceitável amamentar seu filho quando você tiver um resfriado, febre ou alguma outra infecção.

A seguir, s√£o apresentadas algumas das raz√Ķes pelas quais a amamenta√ß√£o √© aceit√°vel, mesmo quando voc√™ est√° doente:

1. Prevenir o desmame precoce

Se você parar de amamentar por causa de uma doença, isso pode levar a que seu bebê seja menos propenso a aceitar a amamentação no futuro, à medida que se acostumam com a sua ausência. Embora isso não aconteça, existe o potencial e o desmame precoce pode ser ruim para algumas crianças, especialmente durante o primeiro ano.

2. Imunidade melhorada

O leite materno fornece anticorpos que ajudam seu filho a desenvolver uma imunidade mais forte a infec√ß√Ķes comuns. Devido aos anticorpos e ao fato de voc√™ normalmente desenvolver infec√ß√Ķes dias antes do aparecimento dos sintomas – h√° um risco baixo de o seu filho desenvolver sinais de infec√ß√£o transmitidos pela m√£e e, se o fizerem, geralmente √© muito leve.

3. Diminuição do risco de mastite

A mastite ocorre quando a falta de amamenta√ß√£o causa ac√ļmulo de leite nas mamas, o que pode levar a inflama√ß√Ķes e at√© infec√ß√Ķes. Continuar amamentando durante a doen√ßa reduz o risco de isso acontecer e garantir√° que voc√™ tenha suprimentos adequados para o seu filho.

4. Proporcionando conforto

Evid√™ncias mostram que, tanto para a crian√ßa quanto para a m√£e, a amamenta√ß√£o libera ocitocina, o que pode levar a maiores n√≠veis de felicidade e conforto, al√©m de menos estresse. A amamenta√ß√£o tamb√©m pode reduzir a depress√£o para m√£es e crian√ßas e, em geral, o contato cont√≠nuo durante a doen√ßa ser√° bom para a sa√ļde f√≠sica e emocional do seu filho.

5. Fonte de hidratação

A amamentação é muito importante para manter seu bebê hidratado e, se ele tiver uma doença leve, a hidratação pode se tornar muito importante. Quando doentes, as mães devem tomar muito cuidado para beber o máximo de líquidos possível para se manterem hidratadas, para que também possam manter a criança hidratada.

6. Manter os suprimentos de leite materno normais

A interrupção da amamentação durante uma doença ou infecção pode reduzir o suprimento total de leite materno. Isso pode ser um desafio para o seu bebê, pois você terá que se recuperar de um estoque insuficiente de leite e talvez substituir o leite em pó.

7. Mais nutrientes digeríveis

A amamentação fornece nutrientes de fácil digestão para o bebê, além dos encontrados em outros alimentos ou leite. A amamentação também fornece uma absorção mais fácil desses nutrientes, o que impediria a ausência de amamentação.

Quando evitar a amamentação?

Embora seja geralmente recomendado continuar amamentando mesmo quando voc√™ estiver doente, h√° algumas situa√ß√Ķes em que isso seria contra a recomenda√ß√£o da maioria dos m√©dicos. Isso inclui doen√ßas como HIV, septicemia e HLTV-1. Todas essas s√£o doen√ßas que podem ser transmitidas diretamente a uma crian√ßa atrav√©s do leite materno de sua m√£e.

Mesmo nos casos de intoxica√ß√£o alimentar, √© importante que a amamenta√ß√£o continue. Geralmente, desde que os sintomas estejam confinados ao trato gastrointestinal (como v√īmitos ou diarr√©ia), n√£o h√° risco de espalhar uma infec√ß√£o para o seu filho. Se a intoxica√ß√£o alimentar progredir para septicemia, as bact√©rias geralmente j√° passam para a corrente sangu√≠nea e a amamenta√ß√£o deve ser evitada. No entanto, isso √© muito raro. Acompanhe o seu m√©dico se estiver preocupado com o risco de intoxica√ß√£o alimentar que possa representar para o seu filho.

Está tomando medicamentos seguros durante a amamentação?

√Äs vezes, √© seguro tomar medicamentos durante a amamenta√ß√£o – como paracetamol e ibuprofeno -, embora voc√™ deva consultar seu m√©dico, pois isso varia de acordo com a medica√ß√£o. Em geral, por√©m, voc√™ deve evitar a maioria dos medicamentos vendidos sem receita e ter cuidado ao tomar antibi√≥ticos (pergunte ao seu m√©dico para obter orienta√ß√Ķes espec√≠ficas se voc√™ recebeu um antibi√≥tico prescrito).

A maioria das doenças desaparece dentro de alguns dias sem medicação; portanto, tente evitar a medicação, se possível. Se você toma medicamentos, primeiro certifique-se de que seja seguro, mas também verifique se é um medicamento de ação curta (menos de seis horas em vigor) ou um medicamento de longa duração. Em geral, para as mães que estão amamentando e amamentando, os medicamentos de ação curta geralmente são muito mais eficazes e têm menos efeitos colaterais.

Existem efeitos colaterais dos medicamentos no seu bebê?

Alguns medicamentos podem ter efeitos colaterais no seu bebê, tanto quando dados diretamente a eles como quando transferidos para o bebê pelo leite materno da mãe. Esses efeitos colaterais variam de acordo com a medicação e como seu filho recebe uma dose dessa medicação. Você deve consultar seu médico antes de tomar qualquer medicamento que possa causar danos ao seu filho.

Você deve informar o seu médico que está amamentando?

Sim, você deve informar o seu médico se estiver amamentando. Embora a amamentação seja geralmente segura quando você está doente, alguns dos medicamentos prescritos ao seu médico podem ser muito prejudiciais ao seu filho quando transferidos pelo leite materno. Sempre verifique se a amamentação e a amamentação fazem parte da conversa quando se trata do tratamento da sua doença.

Remédios caseiros para mães que amamentam com frio ou febre

Alguns rem√©dios caseiros comumente usados ‚Äč‚Äčpara m√£es que amamentam com resfriado ou febre incluem:

  • Usar √°gua salgada ou vinagre de ma√ß√£ e gargarejo de √°gua pode ajudar a aliviar a dor de garganta e tosse.
  • Use pastilhas de gluconato de zinco, embora n√£o em quantidades excessivas, pois podem interferir na absor√ß√£o ou no uso de outros minerais no organismo.
  • Certifique-se de descansar bastante.
  • Evite drogas de a√ß√£o prolongada e use drogas de a√ß√£o curta.
  • Tente usar um spray nasal para reduzir a congest√£o nasal.
  • Alho comido cru, cozido ou como um complemento pode ajudar (embora cru seja melhor, sempre que poss√≠vel).
  • Echinacea, como atrav√©s do ch√°, √© frequentemente um complemento eficaz para as m√£es, pois √© seguro para a amamenta√ß√£o. O ch√° preto ou a limonada quente tamb√©m podem ser bastante ben√©ficos e n√£o s√£o considerados efeitos colaterais.
  • Algumas m√£es podem experimentar a casca de olmo escorregadia para ajudar a aliviar os sintomas de dor de garganta e tosse.
  • Tente beber ch√° de feno-grego, que pode ajudar a aliviar alguns dos sintomas de congest√£o no peito e tosse.
  • Tome banhos quentes e, em geral, tente permanecer o mais limpo poss√≠vel.
  • Polvilhar pimenta caiena na sua comida ou colocar uma pequena quantidade (menos de uma colher de ch√°) na √°gua ou na bebida pode reduzir o congestionamento da cabe√ßa.
  • Colocar uma gota de √≥leos essenciais, como eucalipto ou √≥leo de hortel√£-pimenta, em uma bola de algod√£o ou tecido e coloc√°-lo perto do nariz pode ajudar na respira√ß√£o profunda.
  • Vitamina C extra – seja atrav√©s de alimentos, suplementos ou sucos – √© muito boa para o corpo durante a amamenta√ß√£o.
  • Certifique-se de beber muita √°gua para se manter hidratado.

Dicas de precaução

A seguir, algumas dicas de precaução adicionais a serem seguidas quando você estiver doente para evitar a transmissão de uma doença ao seu filho:

  • N√£o coloque a chupeta ou a colher do beb√™ na boca antes de oferec√™-la ao seu filho. Isso pode fazer com que seus germes sejam transmitidos ao seu filho.
  • Restrinja o contato cara a cara, pois essa √© a maneira mais f√°cil pela qual a infec√ß√£o pode ser transmitida. Evite tossir ou espirrar quando estiver pr√≥ximo do seu filho.
  • Sempre cubra o nariz ou use um len√ßo de papel ao tossir ou espirrar, independentemente de onde estiver. Esses germes s√£o facilmente transmitidos √†s crian√ßas.
  • Certifique-se de beber bastante l√≠quido enquanto estiver doente para se manter hidratado e manter um bom suprimento de leite materno. Isso tamb√©m ajudar√° a manter seu filho hidratado atrav√©s do leite materno.
  • Lave as m√£os o mais r√°pido poss√≠vel e sempre o fa√ßa antes de amamentar seu filho. √Č bom usar sab√£o e √°gua quente e, em alguns casos, um desinfetante tamb√©m √© bom.
  • Tente manter uma dist√Ęncia segura do seu filho sempre que poss√≠vel. Se o fizer, use roupas de prote√ß√£o para atenuar o contato pele a pele e lave as m√£os.
  • Fa√ßa uso de sua bomba de mama, se poss√≠vel, embora n√£o seja um requisito. √Č simplesmente necess√°rio evitar o contato pr√≥ximo e a propaga√ß√£o de germes, tanto quanto poss√≠vel.
  • Mantenha um umidificador na sala onde voc√™ e seu filho est√£o dormindo √† noite. Isso ajudar√° com o risco de espalhar germes.
  • Tamb√©m use uma m√°scara de ar quando estiver perto do seu filho, como durante a amamenta√ß√£o. Isso tamb√©m ajudar√° a diminuir a propaga√ß√£o de germes.

Embora pare√ßa que amamentar com febre, resfriado ou doen√ßas relacionadas seria motivo de grande preocupa√ß√£o, esse n√£o √© o caso. O risco para o seu filho quando voc√™ est√° doente vem principalmente do contato pr√≥ximo entre voc√™ e seu filho, e n√£o da amamenta√ß√£o. H√° muitas raz√Ķes para continuar amamentando, mesmo quando voc√™ est√° doente, pois a falta de amamenta√ß√£o continuada pode ser ruim para m√£e e filho, especialmente durante o primeiro ano de vida do beb√™. Voc√™ deve tomar certas precau√ß√Ķes quando estiver doente para garantir que seu beb√™ n√£o fique doente – e at√© usar certos rem√©dios caseiros – mas certamente n√£o h√° risco de amamentar com doen√ßas comuns. Certos medicamentos devem ser evitados e, se voc√™ tiver d√ļvidas ou preocupa√ß√Ķes adicionais, deve entrar em contato com seu m√©dico.

Leia também: Mamilos doloridos Рcausas, sintomas e tratamento