A verdade brutal de uma gravidez de gêmeos

A verdade brutal de uma gravidez de gêmeos

A verdade brutal de uma gravidez de gêmeos

Nenhuma outra fotografia de amor

Meu noivo e eu estamos na min√ļscula sala de ultrassom e tenho a tecnologia que se recusa a mostrar a tela at√© que ela tenha certeza de que est√° tudo bem.

Irritante.

Ela procura o que parece ser horas e eu j√° me convenci de que algo est√° errado.

Finalmente, eu gritei com: “Est√° tudo bem?”

Ela vira a tela e confirma que tudo est√° melhor do que certo. “Na verdade, existem dois!”

O que.

Meu noivo acha que é uma piada sem graça e ainda estou tentando entender o fato de que há vinte dedos e vinte dedos crescendo dentro de mim.

Fico contente com o meu médico por falta de enjoo matinal. Eu devo ser um dos sortudos, certo?

Ha, chance gorda! Mal sabia eu que, na manhã seguinte, eu estaria abraçando o banheiro pela vida querida, vomitando tudo e qualquer coisa.

Tanta sorte.

Ah, e n√£o me fa√ßa come√ßar a dormir. Entre a n√°usea, as pernas inquietas, os beb√™s mudando completamente para um lado e a azia, eu mal consegui descansar. E quando eu consegui dormir, parecia que eu estava indo ao cinema e ‚ÄúMost Messed Up Crap Ever‚ÄĚ estava fluindo.

Eu literalmente sonhei que era uma substituta para minha mãe. Meu tio e noivo deram à luz seu bebê vaginalmente após uma cesariana com falha.

Eu tamb√©m sonhei que naturalmente nasci um submarino do metr√ī. Mas ei, pelo menos era “tudo natural”.

Eu só queria estar brincando.

E nunca esquecerei o quanto eu ansiava por aquela barriga. Eu ficava no espelho, empurrando com todas as minhas for√ßas para tirar uma “foto da barriga”. Honestamente, eu deveria ter adiado algumas semanas.

Mal sabia eu que estava me arrumando para parecer um bal√£o do Dia da Macy.

No final da minha gravidez, minhas estrias estavam sangrando levemente. Eu estava legitimamente rebentando nas costuras.

Lembro-me de ver as m√£es solteiras no OBGYN, a maioria delas com barrigas perfeitamente redondas. Eles est√£o de boca aberta na mais nova revista para pais que mora nessa colis√£o fofa.

E me acompanha.

Big Ol ‘Betsy vindo para a cidade.

Eu fazia check-in, sentava-me ao lado de um dos sorridentes e eles faziam isso.

“Ent√£o, quando √© o seu beb√™?”

√ďtimo, agora tenho que responder a todas as perguntas. Eu tenho que explicar N√£o, eu n√£o sou uma baleia porque tenho um beb√™ ginormous dentro de mim. H√°, de fato, dois beb√™s l√°!

Um menino e uma menina.

Sim, estou empolgado.

E não, você não pode tocar.

Enquanto os felizes est√£o sentados pacientemente para serem vistos, sou eu. Bufando e bufando, andando pela √°rea de espera como “OL√Ā, n√£o posso ficar sentado por mais de cinco minutos. Leve-me para uma sala louca para que eu possa tirar uma soneca.

E uma vez que percebi que estava cultivando uma ninhada, o “brilho” da gravidez come√ßou a desaparecer e veio a mam√£e histericamente irritada e emocional.

Meu pobre noivo.

Voc√™ ouve as piadas sobre os solu√ßos rid√≠culos de mulheres gr√°vidas. Mas, sinceramente, tenho um v√≠deo meu chorando quando ele comeu o √ļltimo dos meus biscoitos de chocolate. Ainda sinto a tristeza daquele momento.

Homens.

Não vamos esquecer o inchaço que aconteceu da noite para o dia. Minhas caneleiras tinham rolinhos em cima dos rolinhos, enquanto todo o meu corpo estava apertado e dolorido ao toque. Fui ao meu médico parecendo mais com Violet de Willy Wonka do que eu mesma.

Com certeza, pr√©-ecl√Ęmpsia.

Ele pergunta se eu preferiria entregar esta noite ou amanh√£ manh√£.

Hum, AGORA!

Duas incubadoras, dois neonatologistas e o dobro das enfermeiras.

Duas quebras de √°gua e dois gritos gloriosos.

Finalmente, eles est√£o aqui e valem cada segundo da espera.

Mal sabia eu, exatamente Três anos depois, gostaríamos de receber mais um par de gêmeos neste mundo. E eu vou ter chorado novamente sobre biscoitos de chocolate.

Nenhuma outra fotografia de amor