8 doses obrigatórias para evitar que seu bebê se desidrate em…

8 Must Dos para manter seu bebê desidratado no inverno

Última atualização em 31 de outubro de 2018

É inverno e, como mamãe, você está bem preparado com blusas, cobertores e meias para o seu bebê. Febre, frio e tosse são problemas tão comuns no inverno que tomamos todo o cuidado possível para impedir que nossos bebês se tornem vítimas deles. Mas, apesar das suas precauções, existe um problema ao qual não prestamos muita atenção. Afinal, é altamente improvável que alguém possa se desidratar no inverno, certo? Errado.

Coriza, pele seca e gripe são coisas que toda mãe antecipa, no inverno. Temos nossos remédios caseiros à mão e sacaremos a mistura de gengibre e mel no momento em que o bebê limpar tão pouco a garganta algumas vezes. Mas há um criminoso silencioso que levanta a cabeça feia todo inverno e causa muitos problemas em crianças.

Na maioria das vezes, a desidratação é desconsiderada como uma preocupação apenas no verão. Parece óbvio; quando está quente, você transpira e perde água e, portanto, fica desidratado. Isso é verdade. Mas também é verdade que a desidratação também se esconde a cada inverno! No inverno, o ar é mais seco. Isso retira a umidade do seu filho, deixando-o desidratado. Os pulmões trabalham mais do que o habitual para umidificar o ar e aquecê-lo, causando mais desidratação. O pior é que a desidratação no inverno é muitas vezes esquecida e, como mães, não temos consciência do que precisamos fazer para evitá-la!Reunimos para você uma lista de tarefas obrigatórias que ajudarão a prevenir e combater a desidratação em seu bebê neste inverno. Essas precauções também manterão a imunidade do seu filho mais forte do que nunca. (Nota: use os remédios à base de alimentos somente se você tiver introduzido alimentos sólidos para o seu bebê, geralmente com 6 meses de idade ou mais. Além disso, alguns deles, como mel, são adequado para crianças somente após os 1 ano de idade.)

1. Sirva estas frutas

Uma excelente maneira de controlar a desidratação é permitir que frutas frescas, suculentas e da estação façam sua mágica. Essas frutas são uma ótima fonte de água e minerais e isso é um bônus adicional. Concentre-se especialmente nestas frutas:

  • Laranjas
  • Morangos
  • Lichias

Essas frutas contêm altos níveis de água, tornando-as perfeitas para reabastecer o corpo desidratado do seu filho. Você pode preparar saladas de frutas com creme ou geléia como um deleite divertido para os seus filhos ou até fazer smoothies e batidos para dar um toque gostoso em frutas comuns.

2. Introduzir essas sopas

Sim, há mais razões para fazer sopa no inverno, além de quão confortável é. Sopas quentes ou frias são uma boa maneira de infiltrar-se na dieta do seu filho e manter a desidratação longe! Se o seu filho tiver idade suficiente, você pode adicionar um monte de creme para que o seu pequeno consuma a tigela.

Dica: Tente fazer uma mistura de pepino junto com outros vegetais de sua escolha. Pepino contém um maior teor de água do que outros vegetais e é excelente para combater a desidratação.

3. Invista em um umidificador

Um umidificador combate o ar seco, um problema comum nos meses de inverno e uma das principais causas de desidratação. Aquecedores também ressecam o ar consideravelmente, fazendo com que o corpo se purifique de líquidos. Ter um umidificador em casa permite que a umidade fique bloqueada, permitindo que seus filhos também respirem mais facilmente. Se você tem um bebê pequeno em casa, isso é especialmente útil para manter o ar no quarto úmido.

4. Siga estas regras de vestimenta

Embora seja importante proteger seus filhos para protegê-los do frio, mantê-los muito quentes pode realmente ser mais prejudicial. Lembre-se destas diretrizes:

  • Não cubra seu filho da cabeça aos pés, pois isso pode causar suor e desidratação grave. Certifique-se de que ele possa respirar confortavelmente e tenha mobilidade.
  • É melhor colocar camadas que você possa removê-las quando seu filho estiver com muito calor.
  • Não sobrecarregue seu filho à noite, pois este é um período de alto risco para desidratação e, em casos graves, SMSI.

5. Amamente com mais frequência

A cura mágica que resolve tantos problemas do seu bebê também é útil aqui! A amamentação ajuda a manter o seu filho hidratado no inverno. Você pode alimentar seu bebê com mais frequência para ajudá-lo a manter-se saudável e para fornecer os anticorpos necessários para aumentar sua imunidade no inverno. ||

6. Alimente este líquido quente

Para o seu filho combater a desidratação no inverno, a temperatura dentro do corpo do seu filho precisa ser otimizada. Fluidos quentes fazem exatamente isso. Use bebidas com água morna, como mel e limão – elas acalmam seu filho e mantêm a temperatura do corpo otimizada, evitando a desidratação.

7. Cuidado com esses sintomas

Mesmo se você seguiu as etapas acima, existe a possibilidade de seu bebê ainda estar desidratado. Para garantir que ele receba tratamento a tempo, atente às dicas do seu filho:

  • Se ele estiver se sentindo fraco, tonto ou inquieto
  • Se ele reclama de dores de cabeça
  • Se ele não esteve ativo durante o dia
  • A desidratação também pode tornar as crianças muito irritadiças e lentas e fazer com que seus corpos funcionem de maneira inadequada
  • Se o seu bebê estiver usando fraldas, verifique se ele está umedecendo pelo menos 6 a 8 fraldas por dia
  • Se ele tem pele e boca secas
  • Se seu bebê não tiver lágrimas quando estiver chorando

Se você detectar esses sintomas, precisará aumentar imediatamente a ingestão de líquidos do seu filho. Se os sintomas forem graves, é melhor consultar o pediatra, pois seu bebê pode precisar de uma solução de reidratação oral.

8. Verifique se esses problemas médicos estão causando desidratação

Finalmente, é possível que a desidratação não seja sazonal ou devido a uma simples falta de líquidos. Pode haver uma condição médica subjacente que precise ser examinada. Esses incluem:

  • Febre
  • Diarréia
  • Vômito
  • Fibrose cística
  • Problemas de barriga que afetam a capacidade do bebê de comer e beber

Você deve visitar o pediatra para avaliar isso e procurar o tratamento apropriado.

Não vamos tratar a desidratação como algo preocupante apenas quando o tempo está quente. Pode ser um problema sério, mesmo no inverno. Como mães, precisamos ter muito cuidado e observar essas coisas para garantir que nosso filho permaneça seguro e saudável.