contador gratuito Skip to content

7 dicas para reduzir o medo de falhar

7 dicas para reduzir o medo de falhar

O que é medo do fracasso?

√Č normal sentir uma pontada de ansiedade ou sentir um friozinho no est√īmago ao tentar algo novo. Mas para algumas pessoas, o medo do fracasso as impede de correr riscos, tentar coisas novas e alcan√ßar seus objetivos.

Quando experimentamos uma falha t√£o dolorosa e permanente, vamos fazer todo o poss√≠vel para evit√°-la. Dilatamos e jogamos pelo seguro, evitando qualquer coisa em que n√£o somos bons. Evitamos tomar decis√Ķes porque poder√≠amos tomar a decis√£o errada. Ou desistimos r√°pido demais porque n√£o est√°vamos obtendo sucesso imediato.

Quando deixamos nossos medos nos controlar, ficamos presos; N√£o podemos seguir em frente, aprender e crescer.

O que causa medo do fracasso?

Você pode ter medo de falha por qualquer um ou todos os seguintes motivos:

  1. Você foi criticado ou punido por cometer erros.
  2. Voc√™ baseia sua auto-estima em suas realiza√ß√Ķes ou desempenho.
  3. Você se sente inferior.
  4. Você duvida de suas habilidades e não tem certeza de que poderá ter sucesso.
  5. Você é sensível a críticas e facilmente envergonhado.
  6. Você espera perfeição.
  7. Você tem tudo ou nada de pensamento e uma definição rígida de sucesso e fracasso.

Em geral, o medo do fracasso vem da maneira como pensamos sobre o fracasso. Quando vemos o fracasso como uma experi√™ncia normal e √ļtil, n√£o h√° raz√£o para tem√™-lo. Por outro lado, quando vemos o fracasso como catastr√≥fico, vergonhoso ou como evid√™ncia de nossas defici√™ncias, naturalmente queremos evit√°-lo. Portanto, para superar o medo do fracasso, precisamos ter uma vis√£o mais √ļtil e saud√°vel do fracasso.

Como superar o medo do fracasso

Tente usar algumas dessas idéias para mudar suas crenças sobre o fracasso.

  1. N√£o personalize a falha. √Č essencial que voc√™ diferencie "Eu sou um fracasso" de "Eu n√£o alcancei meu objetivo". Todo mundo comete erros e tem falhas. Isso n√£o significa que somos falhas como seres humanos. O oposto; O fracasso √© parte do que nos torna humanos. Temos uma capacidade incr√≠vel de aprender com nossos erros.
  2. Falha √© normal. O fracasso n√£o prova que voc√™ √© inadequado ou deficiente. Todos eles falham. A √ļnica maneira de realmente evitar o fracasso √© n√£o tentar, jogar com seguran√ßa e apenas continuar acreditando que voc√™ √© bom. √Č √ļtil pensar no fracasso como parte do processo, como parte da experi√™ncia humana, n√£o como algo para se envergonhar ou tentar evitar.
  3. Procure o lado positivo do fracasso. Por exemplo, quase sempre há algo a aprender com o fracasso. Considere quais outros aspectos positivos você pode tirar de um erro, falha ou desempenho abaixo do perfeito. Muitas vezes, é difícil ver a borda de imediato, mas reserve um tempo e confira a experiência para ver se você encontra alguma coisa boa depois da decepção mais tarde.
  4. Elimine todo ou nenhum pensamento. N√£o √© √ļtil rotular tudo como um sucesso ou um fracasso quando h√° muito no meio. Em vez disso, considere se chamar algo de rev√©s, erro ou golpe parcial seria mais preciso. Isso nos ajuda a perceber o que ele estava fazendo certo e a ver nosso progresso, em vez de focar no negativo.
  5. D√™ pequenos passos. N√£o queremos deixar que o medo nos controle, mas tamb√©m n√£o queremos pressionar demais, r√°pido demais. Isso pode sair pela culatra e prejudicar sua autoconfian√ßa. Por exemplo, se voc√™ tem medo de falar em p√ļblico, n√£o tente superar isso fazendo a coisa mais assustadora primeiro (discursando para um p√ļblico completo). Comece com algo mais gerenci√°vel, como fazer uma pergunta durante uma pequena reuni√£o.
  6. Esforce-se pelo progresso não pela perfeição. Acho motivador lembrar que, mesmo quando você não é perfeito, está progredindo em direção a seus objetivos. Se eu definir uma meta para registrar no diário seis dias por semana, mas escrever quatro vezes, posso optar por ver isso como um fracasso. Ou posso optar por vê-lo como progresso, porque é mais diário do que no mês passado.
  7. Não fique obcecado com o resultado. Quando definimos sucesso ou fracasso, geralmente o baseamos na linha de fundo, se atingimos nossa meta ou atendemos às expectativas. Mas, em vez de se concentrar apenas no resultado, observe o que é benéfico no processo. Talvez você tenha se divertido, feito um novo amigo ou contato comercial, aprendido algo novo ou perseverado diante de um obstáculo. Muitas vezes, ganhamos muito no processo, mesmo que o resultado não tenha sido o que esperávamos.

Agora é a sua vez. Como você começará a mudar seus pensamentos sobre o fracasso? Que pequenos passos você dará para desafiar seus medos? E como você pode ser mais gentil consigo mesmo quando falha?

O perfeccionismo está prendendo você? Faça o questionário de perfeccionismo gratuito!

2019 Sharon Martin, LCSW. Todos os direitos reservados. Foto cedida por freedigitalphoto.net.

Sharon Martin, LCSW

Sharon Martin é uma psicoterapeuta licenciada e especialista em co-dependência que pratica em San Jose, Califórnia.

Ela é autora do The CBT Workbook for Perfectionism: Skills Evidence-based para ajudá-lo a deixar de lado a autocrítica, desenvolver a auto-estima e encontrar o equilíbrio, além de vários e-books, incluindo Navigating the Codependency Maze.

Para mais informa√ß√Ķes, visite o site da Sharon. Inscreva-se para obter acesso gratuito √† sua biblioteca de recursos AQUI (planilhas, dicas, medita√ß√Ķes e recursos para curar a depend√™ncia de c√≥digo, perfeccionismo, ansiedade e muito mais).

Referência da APAMartin, S. (2019). 7 dicas para reduzir o medo do fracasso. Psych CentralObtido em 1 de novembro de 2019, em https://blogs.psychcentral.com/imperfect/2019/11/7-tips-to-reduce-fear-of-failure/

. (tagsToTranslate) medo do fracasso (t) perfeccionista (t) auto-estima (t) sucesso (t) ansiedade (t) erros