contador gratuito Skip to content

64% dos homens entre as mortes por COVID-19 na √ćndia: por que os homens s√£o mais vulner√°veis ‚Äč‚Äč√† doen√ßa?

COVID-19

Uma an√°lise das mortes por COVID-19 na √ćndia revelou que os homens correm maior risco de morte pela doen√ßa do que as mulheres. Do total de casos de morte no pa√≠s, cerca de 64% s√£o do sexo masculino e 36% do sexo feminino. De acordo com a an√°lise, as pessoas acima de 60 anos de idade s√£o mais propensas a sucumbir √† doen√ßa. Leia tamb√©m – O papel da intelig√™ncia artificial na atual pandemia de COVID-19

O relat√≥rio da an√°lise das mortes por COVID na √ćndia foi mencionado em um documento do Minist√©rio da Sa√ļde publicado na quinta-feira. Leia tamb√©m – OMS retoma ensaio cl√≠nico de hidroxicloroquina em pacientes com COVID-19

Taxas de mortalidade em termos de distribui√ß√£o et√°ria: 0,5% das mortes s√£o relatadas em menos de 15 anos de idade, 2,5% em 15-30 anos, 11,4% em 30-45 anos, 35,1% em 45 Faixa et√°ria de 60 anos e 50,5% em pessoas acima de 60 anos de idade. Leia tamb√©m – Atualiza√ß√Ķes ao vivo do COVID-19: Casos na √ćndia aumentam para 2.16919 quando o n√ļmero de mortos chega a 6.075

A an√°lise indicou que 73% dos casos de morte tinham comorbidades subjacentes. Identificou idosos (acima de 60 anos) e aqueles com comorbidades como grupos de alto risco para o COVID-19.

Esta é a razão pela qual o COVID-19 bate mais forte nos homens

A maioria dos dados at√© a data sugere que os homens gostam mais de se infectar e t√™m complica√ß√Ķes mais graves do COVID-19. Estudos citaram n√≠veis mais altos de uma enzima nos homens como raz√£o de sua suscetibilidade √† doen√ßa.

Um estudo mostrou que os homens t√™m maiores concentra√ß√Ķes da enzima conversora de angiotensina 2 (ECA2) no sangue do que as mulheres. Essa mol√©cula permite que o novo coronav√≠rus infecte c√©lulas saud√°veis ‚Äč‚Äčnos homens.

Segundo os pesquisadores, o ACE2 se liga ao coronav√≠rus e permite que ele entre e infecte c√©lulas saud√°veis ‚Äč‚Äčdepois que ele foi modificado por outra prote√≠na na superf√≠cie da c√©lula, chamada TMPRSS2. Altos n√≠veis de ACE2 est√£o presentes nos pulm√Ķes e, portanto, podem desempenhar um papel crucial na progress√£o de dist√ļrbios pulmonares por causa do COVID-19, disseram os pesquisadores.

Esta enzima est√° particularmente presente em n√≠veis muito altos nos test√≠culos. Os pesquisadores acreditam que a regula√ß√£o da ACE2 nos test√≠culos pode explicar parcialmente maiores concentra√ß√Ķes de ACE2 nos homens e por que os homens s√£o mais vulner√°veis ‚Äč‚Äčao COVID-19.

Taxa de mortalidade na √ćndia muito menor que a m√©dia global

A √ćndia entrou na fase 4 do bloqueio em todo o pa√≠s, que est√° sendo implementado para conter a dissemina√ß√£o do novo coronav√≠rus. Apesar dos fortes esfor√ßos do governo, o n√ļmero de casos confirmados no pa√≠s saltou para 1.18447 e mais de 3.583 pessoas perderam a vida a essa condi√ß√£o, de acordo com dados mais recentes no site do Minist√©rio da Sa√ļde da Uni√£o.

Globalmente, o n√ļmero de casos confirmados de COVID-19 alcan√ßou 4.904.413, incluindo 323.412 mortes, relata a Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde (OMS).

O Minist√©rio da Sa√ļde, no entanto, afirmou que a taxa de mortalidade na √ćndia √© muito menor em compara√ß√£o com a contagem global. Enquanto a taxa de mortalidade por COVID-19 na √ćndia √© de 3,06%, a m√©dia global √© de 6,65%. O minist√©rio creditou seus esfor√ßos para identifica√ß√£o oportuna e gerenciamento cl√≠nico adequado a menos casos de morte no pa√≠s.

A taxa de recuperação melhora para 40,32%

O Minist√©rio da Sa√ļde tamb√©m alegou que a √ćndia conseguiu desacelerar significativamente o ritmo do spread do COVID-19 e que est√° usando o per√≠odo de bloqueio de forma lucrativa para aumentar a infraestrutura de sa√ļde no pa√≠s.

Em um comunicado √† imprensa divulgado na quinta-feira, o Minist√©rio disse que a taxa de recupera√ß√£o no pa√≠s melhorou para 40,32%. At√© o momento, 45.299 pessoas foram curadas, elevando nossa taxa de recupera√ß√£o para 40,32% ‚ÄĚ, afirmou o comunicado.

Enquanto falava em uma entrevista coletiva na quarta-feira, Lav Agarwal, Secret√°rio Conjunto do Minist√©rio da Sa√ļde, disse que a alta taxa de recupera√ß√£o sugere que a doen√ßa √© cur√°vel e que os protocolos de gerenciamento cl√≠nico adotados pela √ćndia s√£o eficazes.

O n√ļmero relativamente baixo de mortes √© poss√≠vel devido √† identifica√ß√£o oportuna dos casos e ao manejo cl√≠nico dos casos, observou Agarwal.

Até hoje, 48.533 pacientes foram curados e os casos ativos no país estão em 66.330.

De todos os casos ativos em tratamento, 2,9% requerem suporte de oxigênio, cerca de 3% requerem suporte de UTI e 0,45% requerem suporte de ventilação, disse Agarwal.

Melhores ferramentas para combater o COVID-19

Em seu comunicado, o ministério destacou que a conscientização da comunidade, higiene pessoal, higiene das mãos, etiqueta respiratória e saneamento ambiental são as ferramentas mais importantes para combater o COVID-19.

‚ÄúCapas e m√°scaras para o rosto devem ser usadas em locais p√ļblicos e o distanciamento f√≠sico deve ser seguido. Grandes reuni√Ķes devem ser evitadas. Indiv√≠duos em grupos de alto risco devem ficar em casa, exceto para fins essenciais e de sa√ļde ‚ÄĚ, observou.

Na quinta-feira, 26.15.920 amostras foram testadas em 555 laboratórios de testes (391 no setor governamental e 164 laboratórios particulares) Рinformou o ministério.

O minist√©rio, com o apoio do Conselho Indiano de Pesquisa M√©dica (ICMR), do Centro Nacional de Controle de Doen√ßas (NCDC), dos departamentos estaduais de sa√ļde e das principais partes interessadas, incluindo a OMS, est√° realizando uma soroconvers√£o comunit√°ria para estimar a preval√™ncia de Infec√ß√£o por SARS-CoV-2 na popula√ß√£o indiana.

Publicado: 22 de maio de 2020 10:55 | Atualizado: 22 de maio de 2020 10:59