6 dicas para falar sobre sexualidade com seus filhos

6 dicas para falar sobre sexualidade com seus filhos

Mam√£e assustadora e Maskot / Getty

A sexualidade √© um t√≥pico que pode suscitar muitos sentimentos pelas pessoas, especialmente quando se pensa em sexualidade em rela√ß√£o aos seus pr√≥prios filhos ou alunos. Para esclarecer, a palavra “sexualidade” refere-se √† sa√ļde e √≥rg√£os genitais de uma pessoa, identidade de g√™nero, orienta√ß√£o sexual, relacionamentos, imagem corporal e amor. Interse√ß√Ķes adicionais de identidade tamb√©m podem tornar mais dif√≠cil falar sobre sexualidade para os cuidadores. Fam√≠lias de crian√ßas com defici√™ncia podem ter desafios adicionais ao abordar a sexualidade – desde falta de educa√ß√£o sexual para pessoas com defici√™ncia at√© cren√ßas antiquadas em torno da sexualidade para pessoas com defici√™ncia.

Sua própria experiência em educação sexual pode ter sido problemática, criando um sentimento de ansiedade ao abordar o tópico da sexualidade. Aqui estão algumas dicas que podem ajudá-lo a se sentir mais confortável falando sobre sexualidade com as pessoas em sua vida.

1. Use e ensine os termos corretos para partes do corpo.

Um cotovelo √© um cotovelo. Um p√™nis √© um p√™nis. Um nariz √© um nariz. Uma vulva √© uma vulva. Quando as pessoas conhecem os termos corretos para suas partes do corpo, elas s√£o capazes de ter mais autonomia sobre seus corpos. √Č muito mais f√°cil para as pessoas relatarem qualquer toque indesejado se souberem e entenderem como suas partes do corpo s√£o chamadas e sua fun√ß√£o.

2. Meu corpo pertence a mim.

Pessoas de todas as idades precisam saber que seu corpo pertence a elas e somente a elas. Pode haver situa√ß√Ķes – como ir ao m√©dico ou ter algu√©m para ajudar com o banheiro – onde, por raz√Ķes de sa√ļde e seguran√ßa, um profissional ter√° que toc√°-lo. Esses profissionais devem perguntar e explicar o que est√£o fazendo e por qu√™.

3. Responda às perguntas honestamente.

Os adultos geralmente se preocupam com o fato de que, se responderem a uma pergunta sobre sexualidade, seu filho / aluno desejar√° continuar fazendo perguntas mais complexas. Na maioria das vezes, se voc√™ responder a uma pergunta da maneira mais simples e direta poss√≠vel, satisfar√° a curiosidade das pessoas. Se voc√™ n√£o souber a resposta para uma pergunta, diga que n√£o sabe e descubra a resposta. √Č melhor que as pessoas aprendam as respostas √†s perguntas sobre sexualidade de um adulto de confian√ßa do que a Internet.

4. Converse com seus filhos / alunos sobre sexualidade.

Existe uma preocupação geral em ensinar muita informação a nossos filhos antes que eles estejam prontos. Além disso, alguns adultos têm medo de que, se falarem de sexualidade, seus filhos terão mais sexo. De fato, estudos mostraram que pessoas com educação sexual abrangente atrasaram as experiências sexuais iniciais e mais habilidades para navegar nos relacionamentos. As crianças pequenas ainda não sabem que a sexualidade pode ser um assunto desconfortável ou tabu para muitas pessoas. Como adultos em suas vidas, estabelecemos o tom de como eles se sentem sobre sua sexualidade, sua capacidade de se expressar e de se manterem seguros.

5. A sexualidade pode ser uma parte emocionante da sua vida.

A sexualidade não precisa ser séria o tempo todo. A educação sexual não se refere apenas à prevenção de abusos e à navegação por relacionamentos difíceis (embora ambos sejam importantes). Ajudar as pessoas a celebrar quem elas são e como elas se identificam pode ser alegre. O sexo pode ser divertido e prazeroso quando acontece de maneira segura e saudável. Os relacionamentos podem ser difíceis, mas também maravilhosos. Aprender a expressar seu gênero ou identidade sexual pode ser edificante e fortalecedor.

6. Ninguém é perfeito.

Falar sobre sexualidade pode ser estranho. Mesmo para as pessoas que ensinam educação sexual para ganhar a vida, há momentos em que dizemos coisas ou compartilhamos idéias que são desconfortáveis. Não tenha medo de nomear esse sentimento. Informar as pessoas de que todos cometemos erros e que a educação sexual é um processo ao longo da vida irá ajudá-las a se sentirem mais seguras aprendendo com seus próprios erros.

Para mais informa√ß√Ķes, siga-nos em:

https://www.facebook.com/SFAAbilities

Tweets por madhatterwell

Sexualityforallabilities.com

Madhatterwellness.com