contador gratuito Skip to content

5 maneiras pelas quais a negligĂȘncia emocional na infĂąncia torna difĂ­cil se sentir amado quando adulto

Aqui estĂĄ um fato que pode surpreendĂȘ-lo. Quando vocĂȘ cresce em uma famĂ­lia que ignora, desvaloriza ou obscurece seus sentimentos, isso prejudica sua capacidade de se sentir amado quando adulto.

DifĂ­cil de acreditar, eu sei, mas Ă© verdade. Vi isso repetidamente no meu consultĂłrio de terapia, enquanto trabalhava com pessoas que cresceram em famĂ­lias emocionalmente negligentes.

Vejo pessoas boas e amorosas que tĂȘm muito a oferecer e muito a amar, que sĂŁo incapazes de aceitar e experimentar plenamente o amor que naturalmente surge em seu caminho.

A negligĂȘncia emocional infantil Ă©, de fato, o silencioso assassino do amor. Mina o sentimento de amor em uma famĂ­lia de inĂșmeras maneiras silenciosas, mas poderosas. Eleva crianças emocionalmente restritas e desconectadas de si mesmas e que nĂŁo se tornam o que deveriam ser.

Crescer com seus sentimentos ignorados requer que vocĂȘ desenvolva algumas habilidades especiais quando criança. VocĂȘ deve aprender a esconder essa expressĂŁo natural e biolĂłgica de quem vocĂȘ Ă© (suas emoçÔes) de sua famĂ­lia.

Fingir que vocĂȘ nĂŁo tem sentimentos Ă© como fingir que nĂŁo tem o braço direito. Para tornĂĄ-los invisĂ­veis, vocĂȘ precisa garantir que nĂŁo os possui. E isso tem um grande custo para vocĂȘ.

Assim, as esposas arrastam seus maridos para a terapia de casais porque se sentem deixadas de fora, e as pessoas perfeitamente gentis andam pela terra se sentindo mal amadas. E nada disso estĂĄ bem.

5 maneiras pelas quais a negligĂȘncia emocional infantil (CEN) torna difĂ­cil se sentir amada quando adulto

  1. VocĂȘ nĂŁo experimentou amor profundo e personalizado o suficiente quando criança. Todas as crianças tĂȘm uma necessidade bĂĄsica de se sentirem vistas, conhecidas e amadas por quem realmente sĂŁo. Em uma famĂ­lia emocionalmente negligente, vivendo sob o mandato de conter seus sentimentos, ele Ă© forçado a esconder essa parte essencial de si mesmo. Como vocĂȘ pode sentir um profundo amor por sua famĂ­lia quando nunca vĂȘ a parte mais profunda e significativa de vocĂȘ? EntĂŁo vocĂȘ pode crescer conhecimento que seus pais te amam, mas nĂŁo sensação Verdadeiramente amado Como o amor que recebemos quando crianças define nossas expectativas de amor como adultos, ele agora Ă© configurado com uma capacidade reduzida de absorver e sentir amor. Ter experimentado uma versĂŁo diluĂ­da do amor das pessoas que supostamente mais a amavam, Ă© tudo que vocĂȘ sabe.
  2. VocĂȘ estĂĄ cercado de amor. Quando criança, ele teve que se endurecer contra sua prĂłpria necessidade natural de se sentir amado. Acima, eu disse: Todas as crianças tĂȘm uma necessidade bĂĄsica de se sentirem vistas, conhecidas e amadas por quem realmente sĂŁo. Todas as crianças tambĂ©m precisam de validação emocional e cuidados dos pais. Quando criança, ele naturalmente olhava para os pais vĂĄrias vezes. E, quando criança, repetidamente, vocĂȘ se decepcionou. Eventualmente, vocĂȘ aprendeu que nĂŁo havia ĂĄgua no poço e parou de procurar. VocĂȘ se isolou de sua necessidade de validação e amor. Onde estĂĄ sua parede agora? VocĂȘ ainda o tem. E estĂĄ bloqueando vocĂȘ do amor genuĂ­no que se aproxima de vocĂȘ.
  3. VocĂȘ nĂŁo confia em sentimentos em geral, e isso inclui o sentimento de amor. Quando seus pais desencorajaram suas emoçÔes, eles inadvertidamente lhe ensinaram algumas falsas liçÔes sobre emoçÔes. Eles ensinaram que as emoçÔes, em geral, sĂŁo encargos inĂșteis que sĂŁo melhores evitar. Agora, como adulto, Ă© difĂ­cil para vocĂȘ sentir que sentimentos, incluindo amor, tĂȘm valor. Uma parte de vocĂȘ rejeita automaticamente o amor que aparece no seu caminho.
  4. Desconectado de suas emoçÔes, Ă© difĂ­cil sentir seus sentimentos, em geral. Sua solução quando criança era encobrir seus sentimentos da melhor maneira possĂ­vel. É por isso que muitos adultos que cresceram com o CEN experimentam uma sensação de vazio ou dormĂȘncia – seus sentimentos ainda estĂŁo bloqueados. Quando se trata de nossos sentimentos, nĂŁo podemos escolher. Infelizmente, junto com sua raiva, felicidade, alegria e dor, vai o seu amor. Eles estĂŁo todos sentados do outro lado do seu muro, esperando que vocĂȘ os aceite e os reconheça.
  5. O amor pode fazer vocĂȘ se sentir vulnerĂĄvel. Amar Ă© ser vulnerĂĄvel. NĂŁo hĂĄ como evitar isso. Quando vocĂȘ nĂŁo confia nos sentimentos em geral e nĂŁo estĂĄ acostumado a ser visto, validado e conhecido, o amor pode parecer mais um desafio do que um presente. DĂĄ medo. VocĂȘ pode conter partes de si mesmo, temendo que, se as pessoas vĂȘem seu verdadeiro eu, elas irĂŁo embora. VocĂȘ pode ver a rejeição rondando cada esquina. Talvez vocĂȘ tenha medo de iniciar amizades ou atividades porque teme que isso possa ser um fardo para a outra pessoa ou para longe. O medo da vulnerabilidade pode estar impedindo as conexĂ”es satisfatĂłrias que vocĂȘ merece.

A solução

Uma coisa que aprendi ao trabalhar com centenas, talvez milhares, de pessoas do CEN Ă© que nunca Ă© tarde para mudar e curar. VocĂȘ, um adulto, pode reverter todas as maneiras pelas quais o CEN aconteceu com vocĂȘ quando criança. Comece a seguir estas etapas agora.

  • A negligĂȘncia emocional da criança pode ser bastante sutil e difĂ­cil de ver e lembrar. Visitar emotionalneglect.com (link abaixo em Biografia) e faça o Teste de NegligĂȘncia Emocional para descobrir se ele se aplica a vocĂȘ. É grĂĄtis.
  • Olhe os livros Correndo no vĂĄcuo: superando a negligĂȘncia emocional da infĂąncia e Running Vacuum No More: Transforme seus relacionamentos (links abaixo em Biografia) e aprenda tudo o que puder sobre negligĂȘncia emocional na infĂąncia: como isso acontece, seus efeitos e o processo de cura.
  • Com o exposto, vocĂȘ aprenderĂĄ os passos concretos que vocĂȘ pode tomar para entrar em contato com suas emoçÔes, aprender a usĂĄ-las e, honrando o seu eu mais profundo, mudar a maneira de viver sua vida. Escolha dois objetivos para começar a sua cura.
  • VocĂȘ consegue. VocĂȘ merece. Nunca e tarde de mais. Começar.

Jonice Webb PhD

Jonice Webb, Ph.D. Ă© uma psicĂłloga licenciada e reconhecida mundialmente por seu trabalho inovador em definir, descrever e cuidar da negligĂȘncia emocional infantil (CEN). Ela escreve, fala e treina terapeutas sobre o assunto e Ă© a autora mais vendida de dois livros, Running On Empty: Supere a negligĂȘncia emocional da infĂąncia e Running On Empty No More: Transform Your Relationships. Ele tambĂ©m criou e executa o programa online CEN Recovery Program Fuel Up For Life. Como o CEN pode ser difĂ­cil de ver e lembrar, o Dr. Webb criou o QuestionĂĄrio CEN e outros recursos gratuitos para ajudĂĄ-lo a determinar se o possui. Faça o questionĂĄrio CEN e aprenda muito mais sobre o CEN, como isso acontece e como curĂĄ-lo no site EmotionalNeglect.com.

ReferĂȘncia da APAWebb PhD, J. (2019). 5 maneiras pelas quais a negligĂȘncia emocional na infĂąncia torna difĂ­cil se sentir amado quando adulto Psych CentralObtido em 1 de dezembro de 2019, em https://blogs.psychcentral.com/childhood-neglect/2019/12/5-ways-childhood-emotional-neglect-makes-it-hard-to-feel-loved- como adulto /